Translate this Page

Rating: 2.7/5 (307 votos)




ONLINE
5




Partilhe esta Pgina



 <!-- Go to www.addthis.com/dashboard to customize your tools -->
<script type="text/javascript" src="//s7.addthis.com/js/300/addthis_widget.js#pubid=ra-57f3fb36829d1888"></script>

 

 

  contadores de visitas 

 

Flag Counter


A INSTITUI플O DA MONARQUIA EM ISRAEL (SUBSIDIO)
A INSTITUI플O DA MONARQUIA EM ISRAEL (SUBSIDIO)

A INSTITUIÇÃO DA MONARQUIA EM ISRAEL

PROFESSOR MAURICIO BERWALD SUBSIDIO PARA AS AULAS

Comentário  Matthew Henry

1 Samuel 10

 

Introdução

Deixamos Samuel e Saulo caminhando juntos, provavelmente algum caminho particular pelos campos de Ramá, talvez nos caminhos dos vinhedos, e Saulo esperando ouvir de Samuel a palavra de Deus. Agora aqui temos, I. A unção de Saul, então e ali ( 1 Samuel 10: 1 ). Os sinais que Samuel lhe deu ( 1 Samuel 10: 2-6 ). E instruções ( 1 Samuel 10: 7-8 ). II. A realização desses sinais para a satisfação de Saul ( 1 Samuel 10: 9-13 ). III Seu retorno à casa de seu pai ( 1 Samuel 10: 14-16 ). IV. Sua eleição pública por sorteio e solene inauguração ( 1 Samuel 10: 17-25 ). V. Seu retorno à sua própria cidade ( 1 Samuel 10:26 , 1 Samuel 10:27). É um grande trabalho que é aqui um fazer, a criação não só de um monarca, mas da própria monarquia, em Israel; e, portanto, em todos os avanços em direção a ela, muito de Deus é visto.

 

Versos 1-8

Samuel está aqui executando o ofício de profeta, dando a Saul plena segurança de Deus de que ele deveria ser rei, como foi depois, de acordo com essas profecias anteriores a ele.

 

  1. Ele ungiu-o e beijou-o, 1 Samuel 10: 1 1 Samuel 10: 1Salmo 2:12 . Isto não foi feito em uma assembléia solene, mas foi feito por nomeação divina, que compôs a falta de todas as solenidades externas, nem nunca foi a menos válida por ser feita em particular, sob uma cobertura, ou, como os judeus digamos, por uma fonte. As instituições de Deus são grandes e honradas, embora as circunstâncias de sua administração sejam sempre tão mesquinhas e desprezíveis. 1. Samuel, ungindo Saul, assegurou-lhe que era ato de Deus fazê-lo rei: não é porque o Senhor te ungiu?E, em sinal disso, o sumo sacerdote foi ungido para o seu ofício, para indicar a concessão daqueles dons sobre ele que eram necessários para o cumprimento de seus deveres, e o mesmo foi indicado na unção dos reis; para quem Deus chama ele qualifica, e qualificações adequadas fornecem boa prova de uma comissão. Estas sagradas unções, então usadas, apontavam para o grande Messias, ou ungiram um, o rei da igreja, e sumo sacerdote da nossa profissão, que foi ungido com o óleo do Espírito, não por medida, mas sem medida, e acima todos os sacerdotes e príncipes da igreja judaica. Era óleo comum, sem dúvida, que Samuel usava, e não lemos sobre sua bênção ou oração por ele. Mas era apenas um frasco de óleo com o qual ele o ungiu, o vaso quebradiço, porque seu reino logo seria rachado e quebrado, ea quantidade pequena, porque ele tinha pouco do Espírito conferido a ele que David tinha, que foi, portanto, ungido com um chifre de óleo, como foram Salomão e Jeú com uma caixa de óleo. 2. Beijando-o, assegurou-lhe sua própria aprovação da escolha, não apenas seu consentimento, mas sua complacência, embora abreviasse seu poder e eclipsasse sua glória e a glória de sua família. "Deus te ungiu ” , diz Samuel,“ para ser rei, e estou satisfeito e muito satisfeito, em penhor de quem recebe este beijo ”. Foi também um beijo de homenagem e lealdade; Nisto ele não só o possui para ser rei, mas seu rei, e nesse sentido somos ordenados a beijar o Filho, Salmos 2:12 . Deus o ungiu e, portanto, devemos reconhecê-lo e homenageá-lo. Nas explicações de Samuel sobre a cerimônia, ele lembra: (1) Da natureza do governo ao qual ele é chamado. Ele foi ungido para ser um capitão, um comandante de fato, que indica honra e poder, mas um comandante em guerra, que evidencia cuidado, labuta e perigo. (2) Da origem: O Senhor te ungiu.Por ele ele governou e, portanto, deve governar para ele, na dependência dele e com um olho para sua glória. (3.) Do fim disto. É sobre sua herança, para cuidar disso, protegê-lo e ordenar todos os assuntos dele para o melhor, como um mordomo que um grande homem põe sobre sua propriedade, para administrá-lo para seu serviço e dar conta disso. para ele.
  2. Para sua maior satisfação, ele lhe dá alguns sinais, que devem acontecer imediatamente, neste mesmo dia; e eram tais que não apenas confirmariam a palavra de Samuel em geral, e o provariam um verdadeiro profeta, mas confirmariam esta palavra a Saul em particular, de que ele deveria ser rei. 1. Ele deve encontrar-se com alguns que lhe traria inteligência de casa do cuidado que a casa de seu pai estava a respeito dele, 1 Samuel 10: 2 1 Samuel 10: 21 Samuel 10: 3 1 Sm 10: 4 1 Samuel 10: 5 1 Sm 10: 6 1 Samuel 13: 3 2 Reis 3:15. Estes ele encontraria duramente pelo sepulcro de Raquel. O primeiro lugar a que Samuel o dirigiu foi um sepulcro, o sepulcro de um dos seus antepassados, porque Raquel morreu em trabalho de parto com Benjamim; lá ele deve ler uma palestra de sua própria mortalidade, e agora que ele tinha uma coroa em seus olhos deve pensar em seu túmulo, em que toda a sua honra seria colocada no pó. Aqui dois homens o encontrariam, talvez enviado de propósito para cuidar dele, e lhe dirão que os jumentos foram encontrados, e seu pai estava com dor a respeito dele, dizendo: O que farei por meu filho?Ele acharia que aconteceu bem que ele encontrou com esses mensageiros; e é bom olhar a Providência em conjunturas favoráveis ​​(embora a questão seja minuciosa) e ser encorajado a confiar nela em questões maiores. 2. Ele deve encontrar-se com outros que vão a Betel, onde, parece, havia um lugar alto para o culto religioso, e estes homens estavam trazendo seus sacrifícios para lá, 1 Samuel 10: 3 , 1 Samuel 10: 4. Foi um sinal para o bem que foi projetado para o governo de Israel, onde quer que ele viesse, para se encontrar com pessoas indo adorar a Deus. Supõe-se que aquelas crianças e pães, e a garrafa de vinho que os três homens tinham com eles, foram projetados para o sacrifício, com as ofertas de carne e as ofertas de bebida que iriam assistir ao sacrifício; todavia, Samuel diz a Saul que eles lhe darão dois de seus pães, e ele deve tomá-los. Tal presente nos pareceria agora como o alívio de um mendigo. Saul deve, a partir de então, lembrar o tempo em que recebeu esmolas e, portanto, deve ser humilde e caridoso com os pobres. Mas talvez fosse entendido como um presente adequado para um príncipe; e, como tal, Saul deve recebê-lo, o primeiro presente que lhe foi trazido, por aqueles que não sabiam o que faziam, nem por que faziam isso, mas Deus colocou em seus corações, o que tornou mais adequado para ser um sinal para ele. Esses dois pães, que foram o primeiro tributo pago a esse rei recém-ungido, poderiam servir para uma admoestação para que ele não gastasse a riqueza de sua coroa em luxo, mas ainda assim se contentasse com comida simples. Pão é o cajado da vida. 3. O sinal mais notável de todos seria sua união com uma companhia de profetas com quem ele deveria se encontrar, sob a influência de um espírito de profecia, que naquela época deveria vir sobre ele. O que Deus opera em nós pelo seu Espírito serve muito mais para a confirmação da fé do que qualquer coisa feita para nós por sua providência. Ele aqui ( poderia servir para uma admoestação a ele para não gastar a riqueza de sua coroa em luxo, mas ainda assim se contentar com comida simples. Pão é o cajado da vida. 3. O sinal mais notável de todos seria sua união com uma companhia de profetas com quem ele deveria se encontrar, sob a influência de um espírito de profecia, que naquela época deveria vir sobre ele. O que Deus opera em nós pelo seu Espírito serve muito mais para a confirmação da fé do que qualquer coisa feita para nós por sua providência. Ele aqui ( poderia servir para uma admoestação a ele para não gastar a riqueza de sua coroa em luxo, mas ainda assim se contentar com comida simples. Pão é o cajado da vida. 3. O sinal mais notável de todos seria sua união com uma companhia de profetas com quem ele deveria se encontrar, sob a influência de um espírito de profecia, que naquela época deveria vir sobre ele. O que Deus opera em nós pelo seu Espírito serve muito mais para a confirmação da fé do que qualquer coisa feita para nós por sua providência. Ele aqui ( O que Deus opera em nós pelo seu Espírito serve muito mais para a confirmação da fé do que qualquer coisa feita para nós por sua providência. Ele aqui ( O que Deus opera em nós pelo seu Espírito serve muito mais para a confirmação da fé do que qualquer coisa feita para nós por sua providência. Ele aqui (1 Samuel 10: 5 , 1 Samuel 10: 6 ) diz-lhe: (1) Onde isso aconteceria: Na colina de Deus, onde havia uma guarnição dos filisteus, que deveria estar perto de Gibeá, sua própria cidade porque havia a guarnição dos filisteus, 1 Samuel 13: 3 . Talvez tenha sido um dos artigos do acordo de Samuel com eles que eles deveriam ter uma guarnição lá, ou melhor, depois que eles foram subjugados no começo de seu tempo, eles voltaram à terra, na medida em que forçaram esta guarnição àquele lugar, e daí Deus levantou o homem que deveria castigá-los. Havia um lugar que era chamado a colina de Deus,por causa de uma das escolas dos profetas edificados sobre ela; e tal respeito até os próprios filisteus pagaram à religião que uma guarnição de seus soldados sofreu uma escola dos profetas de Deus para viver pacificamente por eles, e não apenas não os desalojou, mas não restringiu nem perturbou os exercícios públicos de sua devoção. (2) Em que ocasião; ele deveria encontrar uma companhia de profetas com música diante deles, profetizando,e com eles ele deveria se juntar. Esses profetas não eram (como deveria parecer) divinamente inspirados a predizer as coisas por vir, nem Deus se revelou a eles por sonhos e visões, mas eles se empregaram no estudo da lei, instruindo seus vizinhos, e nos atos. de piedade, especialmente em louvar a Deus, onde eles foram maravilhosamente ajudados e ampliados pelo Espírito de Deus. Ficou feliz por Israel que eles não só tinham profetas, mas companhias de profetas, que lhes deram boas instruções e deram bons exemplos, e ajudaram muito a manter a religião entre eles. Ora, a palavra do Senhor não era preciosa, como quando Samuel foi levantado pela primeira vez, que fora instrumental na fundação dessas faculdades ou casas religiosas, de onde, é provável, as sinagogas se ergueram. Pena que Israel devesse estar cansado do governo de tal homem, que, embora não tivesse, como homem de guerra, expulsado os filisteus, contudo (o que era uma grande bondade para com Israel), como homem de Deus, estabeleceu as escolas dos profetas! A música era então usada como um meio apropriado para dispor a mente para receber as impressões do bom Espírito, como aconteceu com Eliseu, 2 Reis 3:15 . Mas não temos razão para procurar o mesmo benefício agora, a menos que o considerássemos tão eficaz quanto no caso de Saul, para afastar o espírito maligno. Esses profetas estiveram no alto, provavelmente oferecendo sacrifícios, e agora voltavam cantando salmos. Devemos sair de santas ordenanças com o coração grandemente aumentado em santa alegria e louvor. Veja o Salmo 138: 5Salmo 138: 5 . Saul deveria se sentir fortemente comovido para se juntar a eles, e deveria ser transformado assim em outro homem a partir do que ele havia sido enquanto vivia em uma capacidade privada. O Espírito de Deus, por suas ordenanças, muda os homens, maravilhosamente os transforma; Saulo, louvando a Deus na comunhão dos santos, tornou-se outro homem, mas se um novo homem ou não pode ser questionado.

III Ele o orienta a prosseguir na administração de seu governo, como a Providência deveria conduzi-lo, e como Samuel deveria aconselhá-lo. 1. Ele deve seguir a Providência em casos comuns ( 1 Samuel 10: 7 1 Samuel 10: 71 Samuel 10: 8 1 Samuel 13:11 ): “ Faça como a ocasião te servir. Tome medidas tais como a tua própria prudência te direccionará. ”Mas, 2. Num estreito extraordinário que a seguiria em Gilgal, e seria a conjuntura mais crítica de todas, quando ele teria necessidade especial de ajudas divinas, ele deve espere que Samuel venha até ele, e que fique sete dias à espera dele, 1 Samuel 10: 8 . Como a sua falha neste assunto provou sua queda, encontramos depois, 1 Samuel 13:11. Era agora uma clara sugestão para ele de que ele estava no seu bom comportamento e, embora fosse um rei, deveria agir sob a direção de Samuel e fazer o que ele deveria ordenar. O maior dos homens deve possuir-se em sujeição a Deus e à sua palavra.

Versículos 9-16

Saul agora se despediu de Samuel, muito espantado, podemos bem supor, pelo que foi feito a ele, quase pronto para questionar se ele está acordado ou não, e se não é tudo um sonho. Agora aqui nos é dito,

 

  1. O que ocorreu pelo caminho, 1 Samuel 10: 91 Samuel 10: 9 . Aqueles sinais que Samuel lhe dera aconteceram pontualmente; mas aquilo que lhe dava a maior satisfação de todos era este, ele achou imediatamente que Deus havia lhe dado outro coração.Um novo fogo foi aceso em seu peito, como nunca antes conhecera: procurar as bundas está completamente fora de si, e ele não pensa em nada além de lutar contra os filisteus, reparando as queixas de Israel, fazendo leis, administrando justiça. e prevendo a segurança pública; estas são as coisas que agora enchem sua cabeça. Ele se vê elevado a um tom de ousadia e bravura como nunca imaginou que deveria estar consciente. Ele não tem mais o coração de um lavrador, que é baixo, mediano e estreito, preocupado apenas com o seu milho e gado; mas o coração de um estadista, um general, um príncipe. A quem Deus chama para qualquer serviço que ele faça para isso. Se ele avançar para outra estação, ele dará outro coração àqueles que desejam sinceramente servi-lo com seu poder.
  2. O que ocorreu quando ele chegou perto de casa. Eles chegaram ao morro ( 1 Samuel 10:101 Samuel 10:10 ), isto é, a Gibeá, ou Geba, que significa uma colina, e assim o Caldeu aqui toma como um nome próprio; ele se encontrou com os profetas como Samuel lhe havia dito, e o Espírito de Deus veio sobre ele, forte e repentinamente (assim a palavra significa), mas não para repousar e permanecer sobre ele. Aconteceu para sair rapidamente. No entanto, por enquanto, teve um estranho efeito sobre ele; pois ele imediatamente se uniu aos profetas em sua devoção, e com tanto decoro e tão grande transporte de afeição como qualquer um deles: Ele profetizou entre eles. Agora,
  3. Sua profecia foi publicamente notada, 1 Samuel 10:11 1 Samuel 10:11 , 1 Samuel 10:12 1 Samuel 10:12 . Ele estava agora entre os seus conhecidos, que, quando o viram entre os profetas, ligaram um para o outro para vir e ver uma visão estranha. Isso os prepararia para aceitá-lo como rei, embora um deles, quando tivessem visto como Deus o havia promovido à honra de um profeta. Os setenta anciãos profetizaram antes de serem feitos juízes, Números 11:25 Números 11:25 . Agora, (1.) Todos se perguntaram por ver Saul entre os profetas: O que é isso que chegou ao filho de Kish?Atos 9:21Embora essa escola dos profetas estivesse perto da casa de seu pai, ainda assim ele nunca se associara a eles, nem lhes mostrara qualquer respeito, às vezes falara um pouco sobre eles; e agora vê-lo profetizando entre eles foi uma surpresa para eles, como foi muito depois, quando o seu homônimo, no Novo Testamento, pregou o evangelho que ele tinha antes perseguido, Atos 9:21 . Onde Deus dá outro coração, logo se mostrará. (2) Um deles, que era mais sábio que o resto, perguntou: “ Quem é o pai deles,ou instrutor? Não é Deus? Eles não são todos ensinados por ele? Todos eles não devem seus presentes a ele? E ele é limitado? Não pode ele fazer de Saul um profeta, assim como qualquer um deles, se ele quiser? ”Ou:“ Samuel não é seu pai? ”Sob Deus, ele era assim; e Saul estava agora com ele ultimamente, o qual, pelo seu servo, ele poderia saber. Não é de admirar que ele profetize quem ficou ontem à noite sob o teto de Samuel. (3) Tornou-se um provérbio, comumente usado em Israel, quando eles expressavam sua admiração por um homem mau, seja tornando-se bom ou, pelo menos, sendo encontrado em boa companhia. Saul está entre os profetas?Note, Saul entre os profetas é uma maravilha para um provérbio. Não se desespere com o pior, mas não se confie demais em uma demonstração externa de devoção e uma súbita mudança para o presente; porque Saul, entre os profetas, ainda era Saul.
  4. Seu ungido foi mantido em sigilo. Quando ele havia profetizado, (1.) Deveria parecer que ele proferiu todas as suas palavras diante do Senhor, e recomendou o caso a seu favor, pois ele foi direto para o lugar alto ( 1 Samuel 10:13 1 Samuel 10:13 ), para dar graças a Deus por suas misericórdias para com ele e para orar pela continuação dessas misericórdias. Mas, (2) Ele industriosamente ocultou de suas relações o que havia passado. Seu tio, que o encontrou no alto ou logo que chegou em casa, o examinou, 1 Samuel 10:14 1 Samuel 10:14 . Saul possuía, para seu servo sabia que eles estavam com Samuel, e que ele disse-lhes que os jumentos foram encontrados, mas não disse uma palavra do reino, 1 Samuel 10:14 , 1 Samuel 10:151 Samuel 10:14 1 Samuel 10:15 1 João 3: 1 . Este foi um exemplo, [1.] de sua humildade. Muitos teriam ficado tão entusiasmados com essa surpreendente elevação a ponto de a proclamarem no topo da casa. Mas Saul, embora pudesse se agradar com isso em seu próprio peito, não se orgulhava disso entre seus vizinhos. Os herdeiros do reino da glória estão satisfeitos o bastante que o mundo não os conhece, 1 João 3: 1. [2] De sua prudência. Se ele tivesse sido para a frente para proclamar isso, ele teria sido invejado, e ele não sabia que dificuldade que poderia ter criado ele. Samuel havia comunicado isso a ele como um segredo e sabia como manter o conselho. Assim, parece que ele tinha outro coração, um coração digno do governo. [3.] De sua dependência de Deus. Ele não se interessa por si mesmo, mas deixa que Deus continue seu próprio trabalho com Samuel e, por sua própria parte, fica quieto, para ver como o assunto vai cair.

Versículos 17-27

A indicação de Saul ao trono é aqui tornada pública, em uma assembléia geral dos anciãos de Israel, os representantes de suas respectivas tribos em Mizpá. É provável que essa convenção dos Estados tenha sido convocada tão logo tenha sido conveniente, depois que Saul foi ungido, pois, se deve haver uma mudança em seu governo, quanto mais cedo melhor: pode ser de má o fazer. O povo tendo se reunido em uma assembléia solene, na qual Deus estava de uma maneira peculiar presente (e, portanto, dizem que eles foram chamados ao Senhor, 1 Samuel 10:171 Samuel 10:17 ), Samuel age para Deus entre eles.

 

  1. Ele reprova-os por rejeitar o governo de um profeta e desejar o de um capitão. 1. Ele mostra a eles ( 1 Samuel 10:18 1 Samuel 10:18 ) quão felizes eles estiveram sob o governo divino; quando Deus os governou, ele os livrou das mãos daqueles que os oprimiam, e o que eles desejariam mais? Poderia o homem de valor mais poderoso fazer aquilo por eles que o Deus Todo-Poderoso fez? 2. Ele também os mostra ( 1 Samuel 10:19 ) que afronta eles colocaram a Deus (que os salvou de todas as suas tribulações, por seu próprio poder, e por aqueles que ele imediatamente chamou e qualificou) em Desejando um rei para salvá-los. Ele lhes diz em termos simples: “ Você rejeitou este dia seu Deus;1 Samuel 10:19você o fez de fato: assim ele o interpreta, e ele pode justamente, por assim fazer, rejeitar você. ”Aqueles que podem viver melhor pelo sentido do que pela fé, que permanecem em um braço de carne e não no todo-poderoso. Braço, abandona uma fonte de águas vivas para cisternas rotas. E alguns fazem com que a sua obstinação nesta questão seja um presságio de rejeitarem a Cristo, rejeitando aqueles a quem rejeitam a Deus, para que ele não reine sobre eles.
  2. Ele os coloca ao escolher seu rei por sorte. Ele sabia quem Deus escolhera e já o havia ungido, mas também conhecia a impertinência daquele povo, e que havia entre eles aqueles que não consentiriam na escolha se dependesse de seu único testemunho; e, portanto, que toda tribo e toda família da tribo escolhida poderia agradar a si mesma por ter uma chance para isso, ele os chama para o lote, 1 Samuel 10:19 1 Samuel 10:19 . Benjamim é tirado de todas as tribos ( 1 Samuel 10:20 1 Samuel 10:20 ), e daquela tribo Saul, filho de Quis, 1 Samuel 10:21 1 Samuel 10:21 . Por esse método, as pessoas aparentavam, como já parecia a Samuel, que Saul fora designado por Deus para ser rei; porque a disposição do lote é do Senhor.Gênesis 49:10 Gênesis 49:27Também impediria todas as disputas e exceções; porque o lote faz cessar as contendas e se separa entre os poderosos. Quando a tribo de Benjamim foi tomada, eles poderiam facilmente prever que eles estavam estabelecendo uma família que logo seria abatida novamente; por ter morrido, Jacó, pelo espírito de profecia, impôs o domínio sobre Judá. Judá é a tribo que deve governar como leão; Benjamim deve apenas delirar como um lobo, Gênesis 49:10 , Gênesis 49:27 . Aqueles, portanto, que conheciam as escrituras, não podiam gostar muito de fazer aquilo que previam que, em breve, seria desfeito novamente.

III É com muita demora, e não sem mais investigações do Senhor, que Saul é finalmente produzido. Quando o lote caiu sobre ele, todos esperavam que ele respondesse ao seu nome na primeira chamada, mas, em vez disso, nenhum de seus amigos pôde encontrá-lo ( 1 Samuel 10:21 1 Samuel 10:21 ), ele havia se escondido entre as coisas ( 1 Samuel 10:22 ), tão pouco afeiçoado era agora daquele poder que ainda, quando ele estava em posse, ele não poderia, sem a maior indignação, pensar em se separar.1 Samuel 10:22

  1. Ele retirou-se, na esperança de que, ao não comparecer, eles procedessem a outra escolha, ou então expressassem sua modéstia; pois, pelo que já havia passado, ele sabia que deveria ser o homem. Podemos supor que ele estava neste momento realmente avesso a tomar sobre ele o governo, (1.) Porque ele estava consciente de si mesmo de inaptidão para tão grande confiança. Ele não havia sido criado em livros, armas ou tribunais e temia que fosse culpado de algum erro fatal. (2) Porque isso o expõe à inveja de seus vizinhos que foram afetados por ele. (3) Porque ele entendeu, pelo que Samuel havia dito, que as pessoas pecaram pedindo a um rei, e foi com raiva que Deus atendeu ao pedido deles. (4) Porque os assuntos de Israel estavam neste momento em má postura; os filisteus eram fortes, os amonitas ameaçavam:
  2. Mas a congregação, acreditando que a escolha bem feita que o próprio Deus fez, não deixaria de ser tentada para encontrá-lo em quem o lote caiu. Eles perguntaram ao Senhor, ou pelo sumo sacerdote, e seu peitoral de julgamento, ou por Samuel, e seu espírito de profecia; e o Senhor os dirigiu onde deveriam encontrá-lo, escondido entre as carruagens, e dali o buscaram, 1 Samuel 10:231 Samuel 10:23 . Nota: Ninguém será perdedor, afinal, por sua humildade e modéstia. A honra, como a sombra, segue aqueles que fogem dela, mas foge daqueles que a perseguem.
  3. Samuel o apresenta ao povo e eles o aceitam. Ele não precisava montar o banco, ou andaime, para ser visto; quando ele estava em pé mesmo em terra com o resto, ele foi visto acima de todos eles, pois ele era mais alto do que qualquer um deles pela cabeça e ombros, 1 Samuel 10:23 1 Samuel 10:23 . “Olhe para você”, disse Samuel, “que rei Deus escolheu para você, exatamente como você desejou; não há ninguém como ele entre todo o povo, que tenha tanta majestade em seu semblante e uma graça tão graciosa em sua aparência; ele está no meio da multidão como um cedro entre os arbustos. Sejam os vossos próprios olhos juízes, não é ele um homem corajoso e corajoso? ”As pessoas daqui em diante expressaram a sua aprovação da escolha e a sua aceitação dele; eles gritaram e disseram: Que o rei viva.Salmo 72:15 Salmo 20: 1isto é, “Que ele por muito tempo reine sobre nós em saúde e prosperidade”. Os sujeitos estavam acostumados a testemunhar seu afeto e lealdade ao seu príncipe por seus bons desejos, e aqueles que se voltaram (como nossa tradução faz isto) para endereços para Deus. Salmo 72:15 , a oração será feita para ele continuamente. Veja Salmos 20: 1 . Samuel lhes dissera que em breve ficariam cansados ​​de seu rei, mas, na mente em que estão agora, nunca serão assim: que o rei viva.
  4. Samuel estabelece o contrato original entre eles e deixa em registro, 1 Samuel 10:25 1 Samuel 10:25 . Antes ele havia dito a eles o comportamento do rei ( 1 Samuel 8:11 ), como ele abusaria de seu poder; agora ele diz a eles o modo do reino, ou melhor, a lei, ou julgamento, ou constituição dele, que poder o príncipe poderia desafiar e o máximo da propriedade que o sujeito poderia reivindicar. Ele fixou as marcas de terra entre elas, que nenhuma delas poderia invadir a outra. Permita-se que eles entendam corretamente um ao outro a princípio, e que o acordo permaneça em preto e branco, o que tenderá a preservar um bom entendimento entre eles para sempre. O renomado bispo Patrick acha que agora ele repetiu e registrou o que ele havia dito (1 Samuel 8:11 1 Samuel 8:111 Samuel 8:11 ) do poder arbitrário que seus reis assumiriam, para que fosse a partir de então uma testemunha contra eles de que eles tinham atraído a calamidade sobre si mesmos, pois eles foram advertidos sobre o que aconteceria e ainda assim teriam um rei.
  5. A convenção foi dissolvida quando a solenidade terminou: Samuel mandou cada um para sua casa. Aqui não foram votados, nem, pelo que parece, tanto quanto uma moção feita, pelo levantamento de dinheiro para sustentar a dignidade de seu novo rei eleito; se, portanto, ele depois achar apropriado tomar o que eles não acham adequado (o que, no entanto, era necessário que ele devesse), eles devem agradecer a si mesmos. Foram cada um para sua casa, satisfeitos com o nome de um rei sobre eles, e Saul também foi para casa, em Gibeá,para a casa de seu pai, não inchada com o nome de um reino sob ele. Em Gibeá ele não tinha palácio, nem trono, nem corte, mas lá vai. Se ele deve ser um rei, como alguém consciente da rocha da qual ele foi lavrado, ele fará de sua própria cidade a cidade real, nem ficará envergonhado (como muitos são quando são preferidos) de suas relações mesquinhas. Um espírito tão humilde como este coloca uma beleza e brilho em grandes avanços. A condição se elevando e a mente não se elevando com ela, eis como é bom e agradável! Mas,
  6. Como as pessoas foram afetadas por seu novo rei? A generalidade deles, deveria parecer, não se mostrou muito preocupada: foram todos os homens para sua própria casa. Seus próprios assuntos domésticos estavam mais próximos de seus corações do que quaisquer interesses do público; esse era o temperamento geral. Mas, (1) Havia alguns tão fiéis em atendê-lo: Um grupo de homens cujos corações Deus tocou, 1 Samuel 10:26 1 Samuel 10:26 . Não o corpo do povo, mas uma pequena companhia que, por gostar de sua própria escolha de rei, ou porque tinham muito mais juízo que seus vizinhos, para concluir que, se fosse rei, deveria ser respeitado. por conseguinte, foi com ele a Gibeá, como sua guarda de vida. Eles eram aqueles cujos corações Deus tocou,1 Samuel 10:27neste caso, para fazer o seu dever. Note, qualquer bem que existe em nós, ou é feito por nós, a qualquer momento, deve ser atribuído à graça de Deus. Se o coração se dobra a qualquer momento, é porque ele o tocou. Um toque é suficiente quando é divino. (2) Havia outros tão rancorosos a ponto de afrontá-lo; filhos de Belial, homens que não suportariam o jugo, que não se agradariam de nada que Deus ou Samuel fizessem; eles o desprezavam ( 1 Samuel 10:27 ) pela mesquinhez de sua tribo e família, a pequenez de seus bens e a privacidade de sua educação; e eles disseram: Como este homem nos salvará?No entanto, eles não propuseram nenhum homem mais provável; nem quem quer que tenha tido, deve sua salvação vem do homem, mas de Deus. Eles não se uniriam com seus vizinhos para testemunhar uma afeição a ele e seu governo, trazendo-lhe presentes ou dirigindo-se a ele em sua ascensão à coroa. Talvez aqueles espíritos descontentes fossem mais sérios para um rei, e, no entanto, agora que tinham um, brigaram com ele, porque ele não era totalmente semelhante a eles mesmos. Foi motivo suficiente para eles não gostarem dele porque os outros o fizeram. Assim, diferentemente, os homens são afetados ao nosso exaltado Redentor. Deus o pôs rei no monte santo de Sião. Há um remanescente que se submete a ele, regozije-se nele, traga-lhe presentes e siga-o aonde quer que ele vá; e são aqueles cujos corações Deus tocou,quem ele fez disposto no dia do seu poder. Mas há outros que o desprezam, que perguntam: Como este homem nos salvará? Eles se ofendem com ele, tropeçam em sua maldade externa e serão quebrados por ele.
  7. Como Saul se ressentiu da má conduta daqueles que estavam descontentes com seu governo? Ele manteve a paz. Margem, Ele era como se tivesse sido surdo. Ele estava tão longe de se ressentir que parecia não tomar conhecimento disso, o que era uma evidência de sua humildade e modéstia, e da misericórdia de sua disposição, e também de que ele estava bem satisfeito com seu título para a coroa; pois são os que mais têm ciúmes de sua honra e mais vingativos de afrontas, que obtêm seu poder por meios impróprios. Cristo se calou quando foi afrontado, pois era o dia de sua paciência; mas há um dia de recompensa chegando.

       WWW.MAURICIOBERWALD.COMUNIDADES.NET