Translate this Page

Rating: 2.5/5 (261 votos)




ONLINE
1




Partilhe esta Página



 <!-- Go to www.addthis.com/dashboard to customize your tools -->
<script type="text/javascript" src="//s7.addthis.com/js/300/addthis_widget.js#pubid=ra-57f3fb36829d1888"></script>

 

 

  contadores de visitas 

 

Flag Counter


Comentario evangelho de Lucas cap.2 subsidio EBD
Comentario evangelho de Lucas cap.2 subsidio EBD

 

Comentario evangelho de Lucas cap.2 subsidio EBD

MAURICIO BERWALD PROFESSOR ESCRITOR

LUCAS CAP.2

Comentário  Matthew Henry sobre a Bíblia

Introdução

Neste capítulo, temos um relato do nascimento e da infância de nosso Senhor Jesus: tendo notado sua concepção e o nascimento e infância de seu precursor, no capítulo anterior. O primogênito é trazido aqui ao mundo, vamos encontrá-lo com nossos hosanas, abençoado é aquele que vem. Aqui está, I. O lugar e outras circunstâncias de seu nascimento, que provaram que ele era o verdadeiro Messias, e tal como precisávamos, mas não tal como os judeus esperavam, Lucas 2: 1-7 . II. A notificação de seu nascimento aos pastores daquela vizinhança por um anjo, o cântico de louvor que os anjos cantaram naquela ocasião e a divulgação do relatório pelos pastores, Lucas 2: 8-20 . III A circuncisão de Cristo e a nomeação dele Lucas 2:21 . IV. A apresentação dele no templo, Lucas 2: 22-24 . V. Os testemunhos de Simeão e Ana, a profetisa, a respeito dele, Lucas 2: 25-39 . VI. Crescimento e capacidade de Cristo, Lucas 2: 40-52 . VIII. Sua observando a Páscoa aos doze anos de idade, e sua disputa com os médicos no templo, Lucas 2: 41-51 . E isso, com o que temos encontrado ( Mateus 1: 1-2: 23 ), é tudo o que temos a respeito de nosso Senhor Jesus, até que ele entrou em seu trabalho público no trigésimo ano de sua idade.

 

Versos 1-7

O nascimento de Cristo

1 E aconteceu naqueles dias que saiu um decreto do César Augusto, para que todo o mundo fosse tributado. 2 ( E este imposto foi feito primeiramente quando Cyrenius era governador da Síria.) 3 E todos foram para ser taxados, cada um em sua própria cidade. 4 E José também subiu da Galiléia, da cidade de Nazaré, para a Judéia a, para a cidade de Davi, que é chamada Belém (porque ele era da casa e da linhagem de Davi) 5 Para ser taxado com Maria, sua desposada esposa, sendo ótima com criança. 6 E assim foi que, enquanto estavam ali, cumpriram-se os dias em que ela deveria ser liberta. 7 E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.

 

A plenitude do tempo era agora, quando Deus enviaria seu Filho, feito de uma mulher, e feito sob a lei e foi predito que ele deveria nascer em Belém. Agora, aqui temos um relato do tempo, lugar e maneira de fazê-lo.

 

  1. O tempo em que nosso Senhor Jesus nasceu. Várias coisas podem ser extraídas desses versículos, que nos informam que foi a hora certa.

 

  1. Ele nasceu na época em que a quarta monarquia estava no auge, justamente quando se tornou, mais do que qualquer uma das três anteriores, uma monarquia universal. Ele nasceu nos dias de Augustus Cæ sar, quando o Império Romano se estendeu mais do que antes ou desde então, incluindo o Partia de um jeito, e a Grã-Bretanha de outra maneira que foi então chamado Terraram orbis imperium - O império de toda a terra e aqui esse império é chamado de todo o mundo ( Lucas 2: 1 Lc 2: 1 ), pois quase não havia parte do mundo civilizado, mas o que dependia dele. Agora esta era a época em que o Messias deveria nascer, de acordo com a profecia de Daniel ( Daniel 2:44Daniel 2:44).): Nos dias destes reis, os reis da quarta monarquia, o Deus do céu estabelecerá um reino que jamais será destruído.

 

  1. Ele nasceu quando a Judéia se tornou uma província do império, e tributária a ele como aparece evidentemente por isto, que quando todo o império romano foi taxado, os judeus foram taxados entre os demais. Jerusalém foi tomada por Pompeu, o general romano, cerca de sessenta anos antes disso, que concedeu o governo da igreja a Hircano, mas não o governo do estado por graus foi cada vez mais reduzido, até agora, finalmente, foi bastante subjugado por Judéia foi governada por Cyrenius, o governador romano da Síria ( Lucas 2: 2 Lucas 2: 2 ): os escritores romanos o chamam de Sulpício Quirino. Agora, justamente neste momento, o Messias deveria nascer, pois assim estava morrendo a profecia de Jacó, que Siló deveria vir quando o cetro partisse de Judá, e oGênesis 49:10Legislador de entre seus pés, Gênesis 49:10 . Este foi o primeiro imposto que foi feito na Judéia, o primeiro distintivo de sua servidão, portanto, agora Shiloh deve vir, para estabelecer seu reino.

 

  1. Há outra circunstância, quanto ao tempo, implícita nessa inscrição geral de todos os súbditos do império, ou seja, que agora havia paz universal no império. O templo de Janus estava agora fechado, o que nunca aconteceria se houvesse guerras a pé e agora coubesse ao príncipe da paz nascer, em cujos dias as espadas deviam ser batidas em arados.

 

  1. O lugar onde nosso Senhor Jesus nasceu é muito observável. Ele nasceu em Belém, então foi predito ( Miquéias 5: 2 Miquéias 5: 2Mateus 2: 5 , 6 João 7:42 2 Samuel 5: 7 ), os escribas o entenderam ( Mateus 2: 5,6 ), assim como as pessoas comuns, João 7:42 . O nome do lugar era significativo. Belém significa a casa do pão um lugar apropriado para ele nascer em quem é o Pão da Vida, o Pão que desceu do céu. Mas isso não era tudo que Belém era a cidade de Davi, onde ele nasceu, e, portanto, ele deve nascer e ser o filho de Davi. Sião também foi chamada a cidade de Davi ( 2 Samuel 5: 7), ainda Cristo não nasceu lá para Belém era aquela cidade de David onde ele nasceu na mesquinhez, para ser um pastor e este nosso Salvador, quando ele se humilhou, escolheu para o lugar de seu nascimento não Sião, onde ele governou em poder e prosperidade, que era para ser um tipo da igreja de Cristo, aquela montanha de Sião. Agora, quando a virgem Maria estava grávida e perto do seu tempo, a Providência ordenou que, por ordem do imperador, todos os súbditos do império romano fossem taxados, ou seja, deviam dar seus nomes ao oficiais, e eles deveriam ser registrados e inscritos,de acordo com suas famílias, qual é o significado apropriado da palavra aqui usada, sua taxação era apenas secundária. Supõe-se que eles fizeram profissão de sujeição ao Império Romano, seja por alguma forma definida de palavras, ou pelo menos pelo pagamento de algum pequeno tributo, um centavo supor, em sinal de sua lealdade, como inquilino de um homem se revezando . Assim são os vassalos registrados, e podem agradecer a si mesmos.

 

De acordo com este decreto, os judeus (que agora eram bons em distinguir suas tribos e famílias), desde que em suas matrículas um cuidado especial deve ser tido para preservar a memória deles. Assim, tolamente, eles são solícitos em salvar a sombra, quando perderam a substância.

 

Aquilo que Augusto concebeu foi gratificar seu orgulho em conhecer os números de seu povo e proclamar isso ao mundo, ou ele fez isso em política, para fortalecer seu interesse, e fazer seu governo parecer o mais formidável, mas a Providência teve outro alcance nisso. Todo o mundo terá o trabalho de ser matriculado, só que José e Maria poderão. Isto os elevou de Nazaré na Galiléia a Belém na Judéia, porque eles eram da linhagem e da linhagem de Davi ( Lucas 2: 4,5Lucas 2: 4 , 5e talvez, sendo pobres e baixos, pensassem na realeza de sua extração em vez de um fardo e despesa para eles do que uma questão de orgulho. Porque é difícil supor que todo judeu (tanto mulheres quanto homens) fosse obrigado a se restituir à cidade de que eram seus antepassados, e que houvesse matrimônio agora, numa época em que eles não se mantinham à margem de suas tribos, como antigamente, pode ser oferecido como uma conjectura que esta grande exatidão foi usada somente com a família de Davi, sobre a qual, é provável, o imperador deu ordens particulares, tendo sido a família real, e ainda assim falou de como projetou seja assim, para que ele possa conhecer seu número e força. Mergulhadores termina da Providência foram servidos por isto.

 

  1. Assim, a virgem Maria foi trazida, grande com o filho, para Belém, para ser entregue lá, de acordo com a previsão, enquanto ela tinha projetado para deitar-se em Nazaré. Veja como os propósitos do homem e Deus dispõe e como a Providência ordena todas as coisas para o cumprimento da escritura, e faz uso dos projetos que os homens têm para servir seus próprios propósitos, muito além de sua intenção, para servir aos seus.

 

  1. Por meio disto pareceu que Jesus Cristo era da semente de Davi para o que traz a mãe dele a Belém agora, mas porque ela era da linhagem e da linhagem de Davi? Esta era uma coisa material a ser provada, e exigia uma prova tão autêntica como esta. Justino Mártir e Tertuliano, dois dos primeiros defensores da religião cristã, apelam para esses rolos ou registros do Império Romano, para a prova de que Cristo nasceu da casa de Davi.

 

  1. Por meio disso, pareceu que ele foi feito sob a lei, pois ele se tornou um sujeito do império romano assim que nasceu, um servo de governantes, Isaías 49: 7Isaías 49: 7 . Muitos supõem que, tendo nascido no tempo da tributação, ele estava matriculado, assim como seu pai e sua mãe, para que pudesse parecer que ele não tinha reputação, e assumiu a forma de um servo. Em vez de ter afluentes para ele, quando ele veio ao mundo, ele era um afluente.

 

III As circunstâncias de seu nascimento, que eram muito mesquinhas e sob todas as marcas possíveis de desprezo. Ele era de fato um filho primogênito, mas era uma honra pobre ser o primogênito de uma mulher tão pobre como Maria, que não tinha herança à qual ele poderia ter direito como primogênito, mas o que havia no nascimento.

 

  1. Ele estava sob algumas humilhações em comum com outras crianças, ele estava envolto em panos, como outras crianças são quando são recém-nascidos, como se ele pudesse ser amarrado, ou precisava ser mantido em linha reta. Aquele que faz das trevas um bando para o mar estava envolvido em bandos, Jó 38: 9 Job 38: 9 . O Pai eterno tornou-se um filho do tempo, e os homens disseram àquele cujos acontecimentos foram da antiguidade de sempre. Conhecemos este homem, donde ele é, João 7:27 . O Ancião de dias tornou-se uma criança de um palmo longo.João 7:27

 

  1. Ele estava sob alguns abismos peculiares a si mesmo.

 

(1.) Ele nasceu em uma pousada. Aquele filho de Davi que era a glória da casa de seu pai não tinha herança que ele pudesse comandar, não na cidade de Davi, nem um amigo que acomodasse sua mãe em perigo com alojamentos para serem trazidos para a cama. Nascido em uma pousada, para dizer que ele veio ao mundo, mas para ficar aqui por um tempo, como em uma hospedaria, e nos ensinar a fazer o mesmo. Uma estalagem recebe todos os visitantes, e o mesmo acontece com Cristo. Ele pendura a bandeira do amor por seu sinal, e quem vem a ele, ele não irá de maneira nenhuma expulsar apenas, ao contrário de outras pousadas, ele recebe aqueles que vêm sem dinheiro e sem preço. Tudo está a custo livre.

 

(2) Ele nasceu em um estábulo, então alguns acham que a palavra significa que traduzimos uma manjedoura, um lugar onde o gado pode ser alimentado. Porque não havia espaço na pousada, e por falta de conveniências, não para Por falta de coisas necessárias, ele foi colocado em uma manjedoura, em vez de um berço. A palavra que nós vestimos panos alguns derivam de uma palavra que significa rasgar ou rasgare estes inferem que ele estava tão longe de ter um bom terno de roupa de cama infantil, que seus próprios panos estavam esfarrapados e rasgados. Seu nascimento em um estábulo e colocado em uma manjedoura foi um exemplo, [1.] da pobreza de seus pais. Se eles tivessem sido ricos, o espaço teria sido feito para eles, mas, sendo pobres, eles devem mudar como poderiam. [2] Da corrupção e degeneração dos costumes naquela época que uma mulher em reputação de virtude e honra deve ser usada tão barbaramente. Se houvesse alguma humanidade comum entre eles, eles não teriam transformado uma mulher em trabalho de parto em um estábulo. [3] Foi um exemplo da humilhação de nosso Senhor Jesus. Nós nos tornamos pelo pecado como um infante desamparado, desamparado e desamparado e tal como Cristo foi. Assim, ele responderia ao tipo de Moisés, o grande profeta e legislador do Antigo Testamento, que estava em sua infância lançado em uma arca de juncos, como Cristo em uma manjedoura. Cristo por este meio desprezaria toda a glória mundana e nos ensinaria a desprezá-la. Desde que o seu próprio não o recebeu, não pensemos que é estranho se eles não nos receberem.

 

Versículos 8-20

Anjos aparecem para a visita dos pastores aos pastores para Cristo.

8 E havia no mesmo país pastores que habitavam no campo, vigiando seu rebanho durante a noite. 9 E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor brilhou ao redor deles; e eles ficaram muito amedrontados. 10 E o anjo lhes disse: Não temas, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, a qual será para todo o povo. 11 Pois a ti é nascido hoje na cidade de Davi, Salvador, que é Cristo, o Senhor. 12E isto seráum sinal para você Ye deve encontrar o bebê envolto em panos, deitado em uma manjedoura. 13E, de repente, houve com o anjo uma multidão da milícia celestial louvando a Deus e dizendo: 14Glória a Deus nas maiores e paz na terra, boa vontade para com os homens. 15 E sucedeu que, como os anjos se haviam ido deles ao céu, diziam os pastores uns aos outros: Vamos agora até Belém, e vejamos o que aconteceu, o qual o Senhor tornou conhecido. nos. 16 E foram apressadamente e acharam Maria e José e o menino deitado numa manjedoura. 17 E quando eles tinham visto isso, eles fizeram conhecido no exterior a palavra que lhes foi contada sobre esta criança. 18 E todos os que ouviram istoFicou admirado com aquelas coisas que lhes foram contadas pelos pastores. 19 Maria, porém, guardou todas estas coisas e ponderou -as no seu coração. 20 E os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por todas as coisas que tinham ouvido e visto, como lhes foi dito.

 

As mais mesquinhas circunstâncias da humilhação de Cristo foram acompanhadas com algumas descobertas de sua glória, para equilibrá-las e tirar a ofensa delas, pois mesmo quando se humilhou, Deus de certa forma exaltou-o e deu-lhe votos de sua futura exaltação. Quando o vimos embrulhado em panos e colocado em uma manjedoura, fomos tentados a dizer: "Certamente este não pode ser o Filho de Deus. " Mas veja seu nascimento assistido, como é aqui, com um coro de anjos, e nós dirá: "Certamente este não pode ser o Filho de Deus " . Mas veja o seu nascimento assistido, como é aqui, com um coro de anjos, e diremos: "Certamente não pode ser outro senão o Filho de Deus,acerca de quem foi dito, quando ele foi trazido ao mundo, Que todos os anjos de Deus o adorem, " Hebreus 1: 6Hebreus 1: 6 .

 

Nós tivemos em Mateus um relato do aviso dado da chegada deste embaixador, este príncipe do céu, aos sábios, que eram gentios, por uma estrela aqui nos é dito do aviso dado a ela aos pastores, que estavam Judeus, por um anjo: para cada Deus escolheu falar na língua que eles estavam mais familiarizados.

 

  1. Veja aqui como os pastores foram empregados, eles estavam permanecendo nos campos adjacentes a Belém, e vigiando seus rebanhos durante a noite, Lucas 2: 8Lucas 2: 8 . O anjo não foi enviado aos chefes dos sacerdotes ou aos anciãos (eles não estavam preparados para receber estas novas), mas a uma companhia de pastores pobres, que eram como Jacó, homens comuns habitando em tendas, não como Esaú, caçadores astuciosos.Os patriarcas eram pastores. Moisés e Davi foram especialmente chamados de manter ovelhas para governar o povo de Deus e, por essa instância, Deus mostraria que ainda tinha um favor para aqueles desse emprego inocente. Foram trazidas a Moisés a notícia da libertação de Israel do Egito, quando ele estava mantendo ovelhas, e para estes pastores, os quais, é provável, eram devotos piedosos, as novas foram trazidas de uma salvação maior. Observe, 1. Eles não estavam dormindo em suas camas, quando essas notícias foram trazidas a eles (embora muitos tivessem uma inteligência muito aceitável do céu dormindo na cama ), mas permanecendo nos campos e observando. Aqueles que ouviriam de Deus devemagitar-se. Eles estavam bem acordados e, portanto, não podiam ser enganados pelo que viram e ouviram, assim como aqueles que estão meio adormecidos. 2. Eles estavam empregados agora, não em atos de devoção, mas no negócio de seu chamado eles estavam vigiando o seu rebanho, para protegê-los de ladrões e animais de rapina, sendo provavelmente no verão, quando eles mantiveram suas gado a noite toda, como fazemos agora, e não os abrigamos. Note, não estamos fora do caminho das visitas divinas quando estamos sensatamente empregados em um chamado honesto e permanecemos com Deus nele.

 

  1. Como eles ficaram surpresos com a aparência do anjo ( Lucas 2: 9Lucas 2: 9 ): Eis que um anjo do Senhor veio sobre eles, de repente, epeste - pairou sobre eles muito provavelmente, no ar sobre suas cabeças, como vindo imediatamente do céu. Nós o lemos, o anjo, como se fosse o mesmo que apareceu uma e outra vez no capítulo anterior, o anjo Gabriel, que foi levado a voar rapidamente, mas isso não é certo. O anjo de vir em cima deles sugere que eles pouco pensado em tal coisa, ou espera-se para ele está em uma prevenção de forma que visitas graciosas estão nos fez do céu, nem nunca estamos conscientes.Para que pudessem ter certeza de que era um anjo do céu, eles viram e ouviram a glória do Senhor ao redor deles , como fizeram a noite tão brilhante como o dia, tal glória usada para assistir à aparição de Deus, uma glória celestial ou uma excessivamente grande glória, como eles não podiam suportar o brilho deslumbrante de. Isso os deixou muito amedrontados, colocando-os em grande consternação, por temerem algumas más novas. Enquanto estamos conscientes de tanta culpa, temos motivos para temer que todo expresso do céu seja um mensageiro da ira.

 

III Qual foi a mensagem que o anjo teve que entregar aos pastores, Lucas 2: 10-12 Lucas 2: 10-12 . 1. Ele dá uma superação aos seus medos: " Não temas, pois não temos nada a dizer para você que precise ser um terror para você, você não precisa temer seus inimigos e não deve temer seus amigos". 2. Ele lhes dá abundante matéria de alegria: "Eis que eu te evangelizo com grande alegria . Declaro-a solenemente e tens razão para dar-lhe as boas-vindas, pois trará alegria a todas as pessoas, e não ao povo do mundo." Judeus só que até você nasceu neste dia, neste momento, um Salvador,Lucas 2:11 Isaías 9: 6o Salvador que tem sido esperado há tanto tempo, que é Cristo o Senhor, na cidade de Davi, " Lucas 2:11 . Jesus é o Cristo, o Messias, o Ungido ele é o Senhor, Senhor de tudo o que ele é um soberano príncipe Não, ele é Deus, pois o Senhor, no Antigo Testamento, respostas a Jeová. ele é um Salvador, e ele será um Salvador para apenas aqueles que aceitá-lo para o seu Senhor. "o Salvador nasce, ele é nascido este dia e, uma vez que é motivo de grande alegria para todas as pessoas, não é para ser mantido em segredo, você pode proclamá-lo, pode dizer a quem você quiser. Ele nasceu no lugar onde foi predito que ele deveria nascer, no cidade de Davi e ele nasceu para você para você judeus ele é enviado no primeiro lugar, abençoar você, para você pastores, embora pobre e malvado no mundo. "Isto se refere a Isaías 9: 6 , Até nós uma criança é Nascido, para nós um filho é dado Para você homens, não para nós, anjos Ele não tomou sobre ele a natureza dos anjos Esta é uma questão de alegria para todas as pessoas, grande alegria Longa procura é finalmente chegar o céu e a terra se alegram diante deste Senhor, pois ele vem. 3. Ele lhes dá um sinal para a confirmação de sua fé neste assunto. "Como poderemos descobrir esta criança em Belém, que agora está cheia dos descendentes de Davi?" "Você o encontrará por este sinal: ele está deitado em uma manjedoura, onde certamente nenhum recém-nascido foi colocado antes." Eles esperavam que lhe dissessem: "Vocês o encontrarão, embora seja um bebê, vestido com roupas e deitado na melhor casa da cidade, deitado no estado, com um trem numeroso de atendentes em ricas pinturas." "Não, você vai encontrá-lo envolto em panos, e colocado em uma manjedoura. " Quando Cristo estava aqui na terra, ele se distinguiu , e fez-se notável, por nada mais do que os casos de sua humilhação.

 

  1. A doxologia dos anjos a Deus, e parabéns dos homens, nesta ocasião solene, Lucas 2: 13,14 . A mensagem não foi logo entregue por um anjo (que foi suficiente para expressar) do que de repente havia com esse anjo uma multidão das hostes celestiais suficiente, podemos ter certeza, para fazer um coro, que foi ouvido pelos pastores, louvando Deus e certamente sua canção não foi assim ( Apocalipse 14: 3 ) que nenhum homem poderia aprender, pois foi projetado para que todos nós aprendêssemos. 1. Deixe Deus ter a honra desta obra: Glória a Deus nas alturas.Lucas 2:13 , 14 Apocalipse 14: 3 Apocalipse 5:11 , 12A boa vontade de Deus para com os homens, manifestada no envio do Messias, redunda muito para o seu louvor e anjos nos mais altos céus, embora não se interesse imediatamente por ela própria, celebrará em sua honra, Apocalipse 5: 11,12 . Glória a Deus, cuja bondade e amor projetaram esse favor, e cuja sabedoria o inventou de tal maneira que aquele atributo divino não deveria ser glorificado às custas de outro, mas a honra de todos os efetivamente assegurados e avançados. Outras obras de Deus são para a sua glória, mas a redenção do mundo é para a sua glória nas alturas. 2. Deixe os homens terem a alegria disto: Na terra paz, boa vontade para com os homens. Boa vontade de Deusao enviar o Messias, introduziu a paz neste mundo inferior, matou a inimizade que o pecado havia criado entre Deus e o homem, e reassentou uma correspondência pacífica. Se Deus estiver em paz conosco, toda a paz resulta disso: paz de consciência, paz com os anjos, paz entre judeus e gentios. A paz é colocada aqui para todo o bem, todo o bem que flui para nós da encarnação de Cristo. Todo o bem que temos, ou esperamos, é devido à boa vontade de Deus e, se tivermos o conforto disto, ele deve ter a glória disso. Tampouco qualquer paz, e bem, deve ser esperada de um modo inconsistente com a glória de Deus, portanto, não em qualquer forma de pecado, nem de maneira alguma senão por um Mediador. Aqui estava oa paz proclamava com grande solenidade quem quer que fosse, que eles viessem e tirassem proveito dela. É na paz da terra, para os homens de boa vontade (assim algumas cópias lêem), em antroquistas eudokias para os homens que têm uma boa vontade a Deus, e estão dispostos a se reconciliar ou a homens a quem Deus tem uma boa vontade para, apesar de vasos de sua misericórdia. Veja quão bem afetados são os anjos para o homem, e para seu bem-estar e felicidade quão satisfeitos estavam na encarnação do Filho de Deus, embora ele tenha passado por sua natureza e não deveríamos muito mais ser afetados por ela? Esta é uma palavra fiel, atestada por uma inumerável companhia de anjos, e bemdigno de toda aceitação, que a boa vontade de Deus para com os homens é a glória a Deus nas alturas e a paz na terra.

 

  1. A visita que os pastores fizeram ao recém-nascido Salvador. 1. Eles consultaram sobre isso, Lucas 2:15 Lucas 2:15 . Enquanto os anjos cantavam seu hino, eles só podiam atender a isso, mas quando eles foram embora para o céu (pois os anjos, quando apareciam, nunca demoravam, mas voltavam assim que haviam despachado seus negócios). , disseram os pastores uns aos outros: Vamos até Belém.Lucas 2:16Note: Quando mensagens extraordinárias do mundo superior não são mais esperadas, devemos nos preparar para melhorar as vantagens que temos para a confirmação de nossa fé e para manter nossa comunhão com Deus neste mundo inferior. E não é uma reflexão sobre o testemunho dos anjos, nem sobre o próprio testemunho divino, para obtê-lo corroborado pela observação e experiência. Mas observem: Esses pastores não falam em dúvida: "Vamos ver se é assim ou não", mas com segurança, vamos ver isso que aconteceu, para saber o que sobra de dúvida, quando o Senhor tinha assim feito isso conhecido para eles? A palavra falada pelos anjos era stedfaste inquestionavelmente verdadeiro. 2. Eles imediatamente fizeram a visita, Lucas 2:16 . Eles não perderam tempo, mas vieram com pressa para o lugar, o qual, provavelmente, o anjo os dirigiu para mais particularmente do que está registrado ("Vá para o estábulo de tal hospedaria") e lá eles encontraram Maria e José, e o bebê deitado na manjedoura. A pobreza e mesquinhez em que encontraram o Cristo SenhorNão houve choque em sua fé, que eles mesmos sabiam o que era viver uma vida de confortável comunhão com Deus em circunstâncias muito ruins e mesquinhas. Temos razões para pensar que os pastores contaram a José e Maria a visão dos anjos que tinham visto e o canto dos anjos que haviam ouvido, o que era um grande encorajamento para eles, mais do que se uma visita lhes tivesse sido feita as melhores senhoras da cidade. E é provável que José e Maria tenham contado aos pastores as visões que tiveram em relação à criança e, assim, comunicando suas experiências uns aos outros, fortaleceram muito a fé uns dos outros.

 

  1. O cuidado que os pastores levaram para espalhar o relato disto ( Lucas 2:17 Lucas 2:17 ): Quando eles viram isto, entretanto eles não viram nada na criança que deveria os induzir a acreditar que ele era o Cristo o Deus, contudo as circunstâncias, como quer dizer, independentemente de onde estivessem, concordando com o sinal que o anjo lhes dera, estavam abundantemente satisfeitos e como os leprosos argumentavam ( 2 Reis 12: 9 , sendo este um dia de boas novas, não ousamos nos calar ), então eles fez conhecido no exterior toda a história do que foi dito eles, tanto pelos anjos, e por José e Maria, acerca do menino,2 Reis 12: 9 Lucas 2:18que ele era o Salvador, até mesmo Cristo, o Senhor, que nele há paz na terra e que ele foi concebido pelo poder do Espírito Santo e nasceu de uma virgem. Isso eles disseram a todos os corpos, e concordaram em seu testemunho sobre isso. E agora se, quando ele estiver no mundo, o mundo não o conhecer, é sua própria culpa, pois eles têm uma notificação suficiente dada a eles. Que impressão isso causou nas pessoas? Por que, na verdade, todos os que ouviram se maravilharam com as coisas que lhes foram contadas pelos pastores, Lucas 2:18 . Os pastores eram homens simples, honestos e honestos,e eles não podiam suspeitar que eles eram culpados de qualquer projeto para impor a eles o que eles disseram que, portanto, era provável que fosse verdade, e, se verdade, eles não podiam deixar de pensar, que o Messias deveria nascer em um estábulo e não em um palácio, que os anjos devem trazer a notícia aos pobres pastores e não aos principais sacerdotes. Eles se perguntaram, mas nunca perguntaram mais sobre o Salvador, seu dever para com ele, ou vantagens por ele, mas deixaram a coisa cair como uma maravilha de nove dias. Ó a incrível estupidez dos homens daquela geração! Justamente eram as coisas que pertenciam à sua paz escondida de seus olhos, quando eles intencionalmente fecharam os olhos contra eles.

 

VII. O uso que aqueles fizeram dessas coisas, quem acreditou neles. 1. A virgem Maria fez deles a questão de sua meditação particular. Ela disse pouco, mas manteve todas estas coisas, e ponderou-as em seu coração, Lucas 2:19 Lucas 2:19 . Ela juntou as evidências e as manteve em reserva, para serem comparadas com as descobertas que mais tarde deveriam ser feitas a ela. Como ela havia deixado silenciosamente a Deus para esclarecer sua virtude, quando isso era suspeito, então ela silenciosamente deixou para ele publicar sua honra, agora quando estava velada e é satisfação suficiente para descobrir isso, se ninguém mais toma aviso do nascimento de seu filho, anjos fazem. Note, as verdades de Cristo valem a pena manter e o caminho para mantê-las seguras é ponderar sobre elas.Lucas 2:20A meditação é a melhor ajuda para a memória. 2. Os pastores fizeram deles o assunto de seus louvores mais públicos. Se outros não foram afetados com essas coisas, ainda assim eles foram ( Lucas 2:20 ): Eles retornaram, glorificando e louvando a Deus, em concordância com os santos anjos. Se os outros não considerassem o relato que fizeram a eles, Deus aceitaria as ações de graças que eles lhe ofereceram. Eles louvaram a Deus pelo que eles ouviram do anjo, e pelo que viram, o bebê na manjedoura e , naquele momento, nos panos,quando eles entraram, como havia sido falado para eles. Eles agradeceram a Deus por terem visto a Cristo, embora no fundo de sua humilhação. Como depois, a cruz de Cristo, e agora a sua manjedoura, foi para alguma loucura e escândalo, mas outros viram nela, e admiraram e louvaram a sabedoria de Deus e o poder de Deus.

 

Versículos 21-24

Cristo apresentado no templo.

21 E quando foram cumpridos oito dias para circuncidar a criança, seu nome foi chamado JESUS, que era assim chamado do anjo antes de ser concebido no ventre. 22 E quando foram cumpridos os dias da sua purificação, de acordo com a lei de Moisés, trouxeram-no a Jerusalém, para apresentá- lo ao Senhor 23 (como está escrito na lei do Senhor: Todo macho que abrir o ventre será chamado santo ao Senhor) 24E oferecer um sacrifício segundo o que é dito na lei do Senhor: Um par de rolas ou dois pombinhos.

 

Nosso Senhor Jesus, sendo feito de uma mulher, foi feito sob a lei, Gálatas 4: 4Gálatas 4: 4 . Ele não era apenas, como o filho de uma filha de Adão, feito sob a lei da natureza, mas como o filho de uma filha de Abraão foi feito sob a lei de Moisés, ele colocou o pescoço sob o jugo, embora fosse pesado. jugo e uma sombra de coisas boas que virão. Embora suas instituições fossem elementos miseráveis e rudimentos deste mundo, como o apóstolo os chama, Cristo submeteu-se a ele, para que pudesse, com a melhor graça, cancelá-lo e colocá-lo de lado para nós.

 

Agora, aqui temos dois exemplos de ele sendo feitos sob essa lei, e submetendo-se a ela.

 

  1. Ele foi circuncidado no mesmo dia em que a lei foi designada ( Lucas 2:21 Lucas 2:21 ): Quando oito dias foram cumpridos, naquele dia sete noites em que ele nasceu, eles o circuncidaram . 1. Embora tenha sido uma operação dolorosa ( Certamente um marido sangrento você tem sido, disse Zípora a Moisés, por causa da circuncisão, Êxodo 4:25 ), ainda que Cristo iria sofrer por nós nay, portanto , ele se submeteu a ele, para dar um exemplo de sua obediência inicial, sua obediência ao sangue. Então ele derramou seu sangue por gotas, que depois ele derramou em córregos roxos. 2. Embora supusesse que ele era um estranho,Êxodo 4:25 Romanos 8: 3 Gálatas 5: 3 Hebreus 2:16 Romanos 4:11 que foi por essa cerimônia para ser admitido em aliança com Deus, enquanto ele sempre tinha sido seu amado Filho , embora supusesse que ele era um pecador, que precisava ter sua sujeira tirada, enquanto ele não tinha nenhuma impureza ou superfluidade de maldade para ser cortou, contudo ele submeteu a isto nay, então ele submeteu a isto, porque ele seria feito à semelhança, não só de carne, mas de carne pecadora, Romanos 8: 3 . 3. Embora assim se fez um devedor a toda a lei ( Gálatas 5: 3 ), mas ele apresentou a ele melhor, portanto,ele se submeteu a isso, porque ele tomaria a forma de um servo, embora ele fosse nascido livre. Cristo foi circuncidado, (1.) Para que ele pudesse possuir a semente de Abraão, e daquela nação de quem, como concernente à carne, Cristo veio, e que estava para tomar sobre ele a semente de Abraão, Hebreus 2:16 . (2.) Que ele possa possuir uma garantia pelos nossos pecados e um agente funerário para nossa segurança. A circuncisão (diz o Dr. Goodwin) foi nosso vínculo, pelo qual nos reconhecemos devedores da lei e Cristo, ao ser circuncidado, fez como foi entregue a sua mão, sendo feito pecado por nós.A lei cerimonial consistia muito em sacrifícios que Cristo se obrigava a oferecer, não o sangue de touros e bodes, mas o seu próprio sangue, o qual ninguém que antes fosse circuncidado poderia se comprometer. (3.) Que ele possa justificar e honrar a dedicação da semente infantil da igreja a Deus, pela ordenança que é o selo da aliança instituído, e da justiça que é pela fé, como a circuncisão foi ( Romanos 4:11 ), e o batismo é. E certamente o fato de ele ser circuncidado aos oito dias de idade faz muito mais para a dedicação da semente dos fiéis pelo batismo em sua infância do que ser batizado aos trinta anos por adiá-lo até que cresçam. A mudança da cerimônia não altera a substância.

 

Em sua circuncisão, de acordo com o costume, ele teve seu nome dado a ele que ele foi chamado Jesus ou Josué, pois ele foi assim chamado do anjo para sua mãe Maria antes de ser concebido no ventre ( Lucas 1:31 Lucas 1:31 ), e para seu suposto pai José depois, Mateus 1:21 Mateus 1:21 . [1] Era um nome comum entre os judeus, como João era ( Colossenses 4:11 ), e nisso ele seria feito semelhante a seus irmãos.Colossenses 4:11 Zacarias 6:11 , 13 [2] Era o nome de dois tipos eminentes dele no Antigo Testamento, Josué, o sucesso ou de Moisés, que era o comandante de Israel, e conquistador de Canaã e Josué, o sumo sacerdote, que foi, portanto, coroado propositadamente, para prefigurar a Cristo como sacerdote em seu trono, Zacarias 6: 11,13 . [3] Foi muito significativo do seu empreendimento. Jesus significa um Salvador. Ele seria denominado, não das glórias de sua natureza divina, mas de seus projetos graciosos como Mediador ele traz a salvação.

 

  1. Ele foi apresentado no templo. Isto foi feito com um olho para a lei, e na hora marcada pela lei, quando ele tinha quarenta dias de idade, quando os dias de sua purificação foram cumpridos, Lucas 2:22 Lucas 2:22 . Muitas cópias, e os autênticos, leia auton para autes , os dias da sua purificação, a purificação tanto da mãe e da criança, porque assim foi destinado a ser pela lei e nosso Senhor Jesus, embora ele não tinha nenhuma impureza seja purificado, mas submetido a ele, como ele fez com a circuncisão, porque ele foi feito pecado por nós e que, como pela circuncisão de Cristo podemos ser circuncidados,Colossenses 2:11na virtude de nossa união e comunhão com ele, com uma circuncisão espiritual feita sem mãos ( Colossenses 2:11 ), assim, na purificação de Cristo, podemos ser purificados espiritualmente da imundícia e corrupção que trouxemos ao mundo conosco. Agora, de acordo com a lei,

 

  1. O menino Jesus, sendo primogênito, foi apresentado ao Senhor em uma das cortes do templo. A lei é recitada aqui ( Lucas 2:23 Lucas 2:23 ): Todo homem que abre o útero será chamado santo ao Senhor, porque por um mandado especial de proteção os primogênitos dos egípcios foram mortos pelo anjo destruidor, para que Cristo, como primogênito, era sacerdote por um título mais seguro do que o da casa de Arão. Cristo foi o primogênito entre muitos irmãos, e foi chamado santo ao Senhor, de modo que , como nunca foi outro, foi apresentado ao Senhor como os primogênitos, e não de outra forma. Embora ele tenha acabado de sair do seio do Pai, ainda assim ele eraJeremias 30:21 Números 18:15 Levítico 27: 6 Números 18:16apresentado a ele pelas mãos de um padre, como se ele fosse um estranho, que precisava de um para apresentá-lo. Sua sendo apresentado ao Senhor agora expressava a sua apresentando-se ao Senhor como mediador, quando ele foi causado ao aproximar e abordagem a ele, Jeremias 30:21 . Mas, de acordo com a lei, ele foi redimido, Números 18:15 . O primogênito de muitos te remirás, e cinco siclos é o valor, Levítico 27: 6 ; Números 18:16. Mas, provavelmente, em caso de pobreza, o padre teve permissão para receber menos, ou talvez nada, por nenhuma menção seja feita aqui. Cristo foi apresentado ao Senhor, não para ser trazido de volta, pois seu ouvido estava entediado ao posto da porta de Deus para servi-lo para sempre e embora ele não seja deixado no templo como Samuel era para ministrar lá, mas como ele é dado ao Senhor enquanto ele vive, e ministra a ele no verdadeiro templo não feito com as mãos.

 

  1. A mãe trouxe sua oferta, Lucas 2:24 Lucas 2:24 . Quando ela apresentou aquele seu filho ao Senhor, que seria o grande sacrifício, ela poderia ter sido dispensada de oferecer qualquer outro, mas assim é dito na lei do Senhor, aquela lei que ainda estava em vigor e, portanto, por isso deve ser feito, ela deve oferecer um par de pombas de tartaruga, ou dois pombinhos se tivesse sido de habilidade, ela deve ter trazido um cordeiro para um holocausto, e uma pomba para uma oferta pelo pecado, mas, sendo pobre e não podendo alcançar o preço de um cordeiro, ela traz duas pombas, uma para holocausto e outra para oferta pelo pecado (ver Levítico 12: 6,8Levítico 12: 6 , 8), para nos ensinar em todo discurso a Deus, e particularmente naqueles em ocasiões especiais, tanto para dar graças a Deus por suas misericórdias para conosco e para reconhecer com tristeza e vergonha nossos pecados contra ele em ambos devemos dar glória a ele, nem nunca queremos matéria para ambos. Cristo não foi concebido e nascido em pecado, como os outros são, de modo que não houve ocasião em seu caso que há em outros ainda, porque ele foi feito sob a lei, ele cumpriu com isso. Assim se tornou ele para cumprir toda a justiça. Muito mais se torna o melhor dos homens para se juntar em confissões de pecado para quem pode dizer, eu fiz meu coração limpo?

 

Versículos 25-40

Cristo e Simeão no templo Anna no templo.

25 E eis que havia um homem em Jerusalém, cujo nome era Simeão e o mesmo homem estavajusto e devotado, esperando a consolação de Israel: e o Espírito Santo estava sobre ele. 26 E lhe fora revelado pelo Espírito Santo que ele não morreria antes de ver o Cristo do Senhor. 27 E ele veio pelo Espírito ao templo: e quando os pais trouxeram o menino Jesus, para fazer por ele segundo o costume da lei, 28 Então ele o tomou em seus braços, e abençoou a Deus, e disse, 29 Senhor, permite que o teu servo parta em paz, segundo a tua palavra: 30 Porque os meus olhos têm visto a tua salvação, 31 que preparaste perante a face de todos os povos. 32 Uma luz para aliviar os gentios, e a glória do teu povo Israel . 33 José e sua mãe ficaram maravilhados com as coisas que foram ditas por ele. 34E Simeão os abençoou e disse a Maria, sua mãe: Eis que istoa criança está preparada para a queda e ressurreição de muitos em Israel e para um sinal que será dito contra 35 (Sim, uma espada também perfurará através de sua própria alma), para que os pensamentos de muitos corações sejam revelados. 36 E havia uma Ana, uma profetisa, a filha de Fanuel, da tribo de Aser: era de uma idade avançada e vivera com o marido sete anos depois da sua virgindade. 37 E ela era viúva de oitenta e quatro; anos, que não partiram do templo, mas serviram a Deuscom jejuns e orações noite e dia. 38 E ela, chegando naquele mesmo instante, deu graças a Deus e falou a respeito do menino a todos os que esperavam a redenção de Jerusalém. 39 E, quando cumpriram todas as coisas segundo a lei do Senhor, voltaram para a Galiléia, para a sua cidade de Nazaré. 40 E o menino crescia e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

 

Mesmo quando ele se humilha, ainda assim Cristo tem a honra de fazê-lo para equilibrar a ofensa dele. Para que não pudéssemos nos deparar com a mesquinhez de seu nascimento, anjos o fizeram honrar e agora, para que não ficássemos ofendidos por ele ser apresentado no templo, como outras crianças nascidas em pecado, e sem qualquer tipo de solenidade peculiar a mas silenciosamente, e na multidão de outras crianças, Simeão e Ana agora lhe honram, pela inspiração do Espírito Santo.

 

  1. Um testemunho muito honroso é dado a ele por Simeão, que era ao mesmo tempo uma reputação para a criança e um encorajamento para os pais, e poderia ter sido uma introdução feliz dos sacerdotes a um conhecido do Salvador, se esses vigias não tivessem foi cego. Agora observe aqui

 

  1. O relato que nos é dado sobre este Simeão, ou Simão. Ele morava agora em Jerusalém e era eminente por sua piedade e comunhão com Deus. Alguns homens eruditos, que têm estado familiarizados com os escritores judeus, acham que havia nessa época um Simeão, um homem notável em Jerusalém, o filho de Hilel, e o primeiro a quem deram o título de Rabban, o mais elevado. título que eles deram aos seus médicos, e que nunca foi dado, mas a sete deles. Ele sucedeu seu pai Hillel, como presidente do colégio que seu pai fundou, e do grande Sinédrio. Os judeus dizem que ele era dotado de um proféticoespírito, e que ele foi expulso de seu lugar, porque ele testemunhou contra a opinião comum dos judeus sobre o reino temporal do Messias e eles também observam que não há menção dele em sua Mishna, ou livro de tradições, que sugere que ele não era um patrono dessas tolices. Uma coisa que se opõe a esta conjectura é que nessa época seu pai Hillel estava vivo, e que ele mesmo viveu muitos anos depois disso, como aparece nas histórias judaicas, mas, quanto a isso, ele não é aqui dito ser velho e seu ditado , agora que a tua partida servo dá a entender que ele estava disposto a morrer agora, mas não concluir que, portanto, ele morreu rapidamente. São Paulo viveu muitos anos depois de ter falado de sua morte como próximo, Atos 20:25Atos 20:25 . Outra coisa é que o filho de Simeão era Gamaliel, um fariseu e um inimigo do cristianismo, mas, quanto a isso, não é novidade para um amante fiel de Cristo ter um filho fariseu fanático.

 

O relato dado a ele aqui é: (1) Que ele era justo e devoto, apenas para com os homens e devoto a Deus, esses dois devem sempre ir juntos, e cada um será amigo do outro, mas nenhum expiará o defeito do outro. . (2) Que ele esperou pelo consolo de Israel, isto é, pela vinda do Messias, em quem somente a nação de Israel, que agora estava miseravelmente assediada e oprimida, encontraria consolo. Cristo não é apenas o autor do consolo de seu povo, mas o assunto e fundamento dele, o consolo de Israel. Ele demorou a vir, e os que acreditavam que ele viria continuaram esperando, desejando sua vinda, eEsperava com paciência que eu quase dissera, com algum grau de impaciência esperando até que chegasse. Ele entendia por livros, como Daniel, que o tempo estava próximo e, portanto, era agora mais do que nunca grande com a expectativa disso. Os judeus incrédulos, que ainda esperam o que já veio, usam-no como juramento, ou solene protesto, como sempre espero ver a consolação de Israel, assim e assim é. Nota: O consolo de Israel deve ser esperado, e vale a pena esperar, e será muito bem-vindo para aqueles que esperaram por ele, e continuam esperando. (3) O Espírito Santoestava sobre ele, não apenas como um Espírito de santidade, mas como um Espírito de profecia, ele foi cheio do Espírito Santo e permitiu falar as coisas acima de si mesmo. (4.) Ele fez uma promessa graciosa para que, antes de morrer, ele visse o Messias, Lucas 2:26Lucas 2:26 . Ele estava pesquisando que tipo de tempo o Espírito de Cristo nos profetas do Antigo Testamento significou, e se não estava agora à mão e ele recebeu este oráculo (pois assim a palavra significa), que ele não deveria ver a morte antes que ele tivesse visto o Messias, o Ungido do Senhor. Note, Aqueles, e aqueles somente, podem com coragem ver a morte, e olha-a no rosto sem terror, que teve pela fé uma visão de Cristo.

 

  1. A devida vinda de Simeão ao templo, no tempo em que Cristo foi apresentado lá, Lucas 2:27Lucas 2:27 . Nesse momento, quando José e Maria trouxeram a criança, para registrarem-se como se estivessem no livro da igreja, entre os primogênitos, Simeão veio, por orientação do Espírito, ao templo. O mesmo Espírito que providenciara o apoio de sua esperança agora providenciava o transporte de sua alegria. Foi sussurrado em seu ouvido: "Vá ao templo agora e verá o que ansiava ver". Note, Aqueles que querem ver a Cristo devem ir ao seu templo para lá. O Senhor, a quem vocês procuram, de repente virá ao seu encontro, e lá você deve estar pronto para encontrá-lo.

 

  1. A satisfação abundante com que ele saudou esta visão: Ele tomou-o em seus braços ( Lucas 2:28Lucas 2:28 ), ele abraçou -o com o maior afeto imaginável, colocou-o em seu peito, tão perto de seu coração quanto pôde, que foi tão cheio de alegria quanto poderia aguentar. Ele o tomou em seus braços, para apresentá-lo ao Senhor (assim alguns pensam), para fazer parte dos pais ou parte do padre para os mergulhadores dos antigos dizerem que ele era um sacerdote. Quando recebemos o registro que o evangelho nos dá de Cristo com uma fé viva, e a oferta que nos faz de Cristo com amor e resignação, então tomamos Cristo em nossos braços. Foi prometido a ele que ele deveria ter uma visão de Cristo, mas mais érealizado do que foi prometido: ele tem ele em seus braços.

 

  1. A declaração solene que ele fez a seguir: Ele abençoou a Deus e disse: Senhor, deixa agora o teu servo partir em paz, Lucas 2: 29-32Lucas 2: 29-32 .

 

(1.) Ele tem uma perspectiva agradável em relação a si mesmo, e (o que é uma grande realização) está bem acima do amor da vida e do medo da morte, chega-se a um santo desprezo pela vida e desejo de morte: " Senhor, deixa agora o teu servo partir, pois os meus olhos viram a salvação que me foi prometida antes de morrer. Aqui está, [1.] Um reconhecimento de que Deus tinha sido tão bom quanto a sua palavra não falhou um til das suas boas promessas, como Salomão possui, 1 Reis 8:56 1 Reis 8:56 . Nota: Nunca alguém que esperou na palavra de Deus se envergonhou de sua esperança. [2.] Um agradecimento por isso. Ele abençoou a DeusEclesiastes 1: 8 Deuteronômio 3:24 , 25 Deuteronômio 34: 5 Gênesis 46:30 Filipenses 1:21que ele viu aquela salvação em seus braços que muitos profetas e reis desejavam ver, e talvez não. [3] A confissão de sua fé, que a criança em seus braços foi o salvador, a salvação em si a tua salvação, a salvação da tua designação, a salvação que tu preparaste com muita invenção. E, embora tenha sido assim por muito tempo na vinda, ainda está na preparação. [4] É uma despedida para este mundo: " Agora deixe teu servo partir agora meus olhos foram abençoados com esta visão, que eles sejam fechados, e não vejam mais neste mundo." O olho não está satisfeito em ver ( Eclesiastes 1: 8até que tenha visto a Cristo, e assim é. Que coitado este mundo parece para alguém que tem Cristo em seus braços e salvação em seus olhos! Agora adeus a todos os meus amigos e parentes, todos os meus prazeres e empregos aqui, até o próprio templo. [5] É um bem-vindo à morte: Agora deixe teu servo partir. Note que a morte é uma partida, a saída da alma para fora do corpo, do mundo dos sentidos para o mundo dos espíritos. Não devemos nos afastar até que Deus nos conceda nossa quitação, pois somos seus servos e não devemos deixar seu serviço até que tenhamos cumprido nosso tempo. Foi prometido a Moisés que ele deveria ver Canaã e depois morrer, mas ele orou para que essa palavra fosse alterada, Deuteronômio 3: 24,25.. Simeão é prometido que ele não deve ver a morte até que ele tenha visto a Cristo e ele esteja disposto a interpretar isso além do que foi expresso, como uma sugestão de que, quando ele tivesse visto Cristo, ele deveria morrer: Senhor, seja assim, diz ele, Agora me deixe partir. Veja aqui, Primeiro, Quão confortável é a morte de um homem bom, ele parte como servo de Deus do lugar de seu trabalho para o de seu descanso. Ele parte em paz, paz com Deus, paz com a própria consciência em paz com a morte, bem-conciliada com ela, bem familiarizada com ela. Ele parte de acordo com a palavra de Deus, como Moisés nopalavra do Senhor ( Deuteronômio 34: 5 ): a palavra de preceito, Suba e morra a palavra da promessa, eu voltarei e receberei você para mim mesmo. Em segundo lugar, qual é o fundamento desse conforto? Porque os meus olhos viram a tua salvação. Isto revela mais do que uma grande complacência à vista, como a de Jacó ( Gênesis 46:30 ), Agora deixe-me morrer, desde que eu vi a tua face. Isso indica uma expectativa crente de um estado feliz do outro lado da morte, através desta salvação que ele agora tinha uma visão, que não apenas tira o terror da morte, mas faz com que ela ganhe, Filipenses 1:21 . Note que aqueles que acolheram a Cristo podem acolher a morte.

 

(2) Ele tem uma perspectiva agradável concernente ao mundo e concernente à igreja. Esta salvação será,

 

[1.] Uma bênção para o mundo. Está preparado diante do rosto de todas as pessoas, não para ser escondido em um canto, mas para tornar-se conhecido para ser uma luz para aliviar os gentios que agora se sentam nas trevas: eles terão o conhecimento dele, e de Deus, e outro mundo através dele. Isto se refere a Isaías 49: 6Isaías 49: 6 , eu te darei por uma luz para os gentios, porque Cristo veio a ser a luz do mundo, não uma vela no candelabro judeu, mas o sol da justiça.

 

[2] Uma bênção para a igreja: a glória do teu povo Israel. Foi uma honra para a nação judaica que o Messias tenha nascido de uma de suas tribos, e tenha nascido e vivido e morrido entre eles. E daqueles que eram realmente israelitas do Israel espiritual, ele era de fato a glória, e assim será para a eternidade, Isaías 60:19 Isaías 60:19 . Eles devem se gloriar nele. No Senhor, toda a semente de Israel será justificada e gloriará , Isaías 45:25 . Quando Cristo ordenou aos seus apóstolos que pregassem o evangelho a todas as nações, ele fez para si mesmo uma luz para aliviar os gentios e, quando acrescentou, começando em Jerusalém, ele fez a si mesmo.Isaías 45:25 a glória do seu povo Israel.

 

  1. A previsão sobre esta criança, que ele entregou, com sua bênção, a José e Maria. Eles se admiravam das coisas que ainda estavam cada vez mais plena e claramente falado acerca do menino, Lucas 2:33Lucas 2:33 . E porque eles foram afetados e tiveram sua fé fortalecida por aquilo que lhes foi dito, aqui é mais dito a eles.

 

(1.) Simeão mostra-lhes que razão eles tiveram que se alegrar porque ele os abençoou ( Lucas 2:34Lucas 2:34 ), ele pronunciou-os abençoados que tiveram a honra de ser relacionado a esta criança, e foram encarregados de trazê-lo. Ele orou por eles, para que Deus os abençoasse e ficasse com os outros também. Eles tinham motivo para se alegrar, pois essa criança deveria ser, não apenas um conforto e uma honra para eles, mas uma bênção pública. Ele está preparado para a ressurreição de muitos em Israel, isto é, para a conversão de muitos a Deus que estão mortos e enterrados no pecado, e para a consolação de muitos em Deus que estão afundados e perdidos em tristeza e desespero. Aqueles a quem ele está preparado para a queda depode ser o mesmo com aqueles a quem ele está preparado para a subida de novo. Ele é posto eis ptosin kai anastasin - para a queda deles, a fim de que eles se levantem novamente para humilhar e humilhar, e trazê-los de toda confiança em si mesmos, para que possam ser exaltados confiando em Cristo, ele fere e depois cura, Paul cai e se levanta novamente.

 

(2) Ele os mostra da mesma forma que razão eles tiveram que se alegrar com o tremor, de acordo com o conselho dado antigamente, com referência ao reino do Messias, Salmo 2:11Salmos 2:11 . Para que José, e Maria especialmente, não sejam levantados com a abundância das revelações, aqui está um espinho na carne para eles, um alívio para a alegria deles e é o que às vezes precisamos.

 

[1] É verdade que Cristo será uma bênção para Israel, mas há aqueles em Israel a quem ele está destinado para a queda, cujas corrupções serão provocadas, quem será prejudicado e enfurecido contra ele, e ofendido, e cuja o pecado e a ruína serão agravados pela revelação de Jesus Cristo, muitos dos quais extrairão veneno para si mesmos do bálsamo de Gileade, e dividirão suas almas na Rocha da salvação, a quem essa preciosa pedra da fundação será uma pedra de tropeço. Isso se refere a essa profecia ( Isaías 8: 14,15 ), Ele será um santuário para alguns e ainda assim um laço para os outros, 1 Pedro 2: 7,8Isaías 8:14 , 15 1 Pedro 2: 7 , 8 Lucas 2:35. Note, como é agradável pensar em quantos há a quem Cristo e seu evangelho são um sabor de vida para a vida, por isso é triste pensar quantos há a quem é um sabor de morte até a morte. Ele está preparado para um sinal, para ser admirado por alguns, mas por outros, por muitos, falados contra. Ele tinha muitos olhos sobre ele, durante o tempo de seu ministério público, ele era um sinal, mas ele tinha muitas línguas contra ele, a contradição e o opróbrio dos pecadores, ele era continuamente censurado e abusado e os efeitos disso seriam os pensamentos de muitos corações serão revelados ( Lucas 2:35 ), isto é, nesta ocasião, os homens se mostrarão,vai descobrir, e assim se distinguir. As boas afeições e disposições secretas na mente de alguns serão reveladas ao abraçarem a Cristo, e fechando com ele as corrupções secretas e disposições viciosas de outros, que de outra forma nunca teriam aparecido tão mal, serão reveladas por sua inimizade a Cristo e sua raiva contra ele. Os homens serão julgados pelos pensamentos de seus corações, seus pensamentos concernentes a Cristo são para ele, ou são para seus adversários? A palavra de Deus é um discernidor dos pensamentos e intenções do coração, e por meio dela somos descobertos para nós mesmos e serão julgados daqui em diante.

 

[2] É verdade que Cristo será um consolo para sua mãe, mas não seja orgulhoso demais dela, pois uma espada também passará por sua própria alma. Ele será um Jesus sofredor e, em primeiro lugar: " Sofrerás com ele, por compaixão, mais do que qualquer outro de seus amigos, por causa da proximidade de tua relação e força de afeição a ele". Quando ele foi abusado, era uma espada em seus ossos. Quando ela ficou ao lado de sua cruz, e o viu morrer, podemos bem pensar que sua dor interior era tal que realmente poderia ser dito: Uma espada perfurou sua alma, cortou-a ao coração. Em segundo lugar, sofrerás por ele.Muitos a entendem como uma previsão de seu martírio e alguns dos antigos dizem que ela teve sucesso nisso. Note, no meio de nossas maiores delícias e avanços neste mundo, é bom que saibamos que os laços e aflições nos acompanham.

 

  1. Ele é avisado por uma Anna, ou Ann, uma profetisa, que um de cada sexo pode testemunhar para ele em quem homens e mulheres são convidados a acreditar, que eles podem ser salvos. Observar,

 

  1. O relato aqui dado a esta Anna, quem ela era. Ela era, (1.) Uma profetisa o Espírito de profecia agora começou a reviver, que cessou em Israel acima de trezentos anos. Talvez não mais se queira dizer que ela era alguém que tinha entendimento nas escrituras acima de outras mulheres, e encarregou-se de instruir as mulheres mais jovens nas coisas de Deus. Embora fosse uma era muito degenerada da igreja, ainda assim Deus não deixou a si mesmo sem testemunha. (2.) Ela era a filha de Fanuel nome do seu pai (diz Grotius) é mencionado, para nos lembrar do Fanuel de Jacó , ou Penuel ( Gênesis 32:30Gênesis 32:30), que agora o mistério disto deveria ser revelado, quando em Cristo nós deveríamos ver Deus face a face, e nossas vidas ser preservadas e seu nome significa gracioso. (3) Ela era da tribo de Aser, que estava na Galiléia, alguns pensam, é notado para refutar aqueles que disseram: Da Galiléia não surge profeta, quando tão logo a profecia ressuscitou, mas apareceu da Galiléia. (4.) Ela era de uma grande idade,viúva de cerca de oitenta e quatro anos, alguns acham que ela agora tinha oitenta e quatro anos como viúva, e então ela deve estar consideravelmente acima de cem anos, em vez de supor que uma mulher tão idosa seja capaz de jejuar e orar assim como ela, suponha que ela tivesse apenas oitenta e quatro anos de idade e tivesse sido uma viúva longa. Embora ela fosse uma jovem viúva e tivesse vivido com o marido, mas sete anos, ela nunca se casou novamente, mas continuou viúva até o dia da sua morte, o que é mencionado pelo elogio dela. (5.) Ela era um residente permanente em ou pelo menos atendente emo templo. Alguns acham que ela tinha acomodações nos tribunais do templo, seja em uma casa de esmolas, sendo mantida pelas instituições de caridade do templo ou, como uma profetisa, ela estava alojada lá, como em um lugar apropriado para ser consultado e aconselhado por aqueles que Desejada de conhecer a mente de Deus, os outros acham que ela não está se afastando do templo não significa mais do que estar constantemente presente no momento do serviço divino: quando qualquer bom trabalho estava para ser feito, ela estava pronta para participar. É muito provável que ela tivesse um apartamento próprio entre os edifícios externos do templo e, além de sua presença constante no culto público, abundasse em devoções particulares, pois ela servia a Deus com jejuns e orações dia e noite:não tendo negócios seculares para se empregar, ou para além disso, ela se entregou totalmente às suas devoções, e não apenas jejuou duas vezes na semana, mas sempre viveu uma vida mortificada, e passou esse tempo em exercícios religiosos que outros passaram em comendo, bebendo e dormindo, ela não apenas observou as horas de oração, mas orou noite e dia sempre em um ambiente de oração, viveu uma vida de oração, se entregou à oração, foi freqüente em ejaculações, grande em orações solenes, e muito particular em suas intercessões. E nestes serviu a Deus, foi o que atribuiu valor a eles e uma excelência neles. Os fariseus jejuavam freqüentemente e faziam longas orações,mas eles se serviam, e seu próprio orgulho e cobiça, em seus jejuns e orações, mas esta boa mulher não apenas fez o que era bom, mas fez de um bom princípio, e com um bom fim ela serviu a Deus, e apontou para o seu honra, em jejum e oração. Note, [1.] Devoção é uma coisa que devemos ser constantes em outros deveres estão em temporada de vez em quando, mas devemos orar sempre. [2] É uma visão agradável ver cristãos envelhecidos em abundância em atos de devoção, como aqueles que não estão cansados ​​de fazer o bem, que não se consideram acima desses exercícios, ou do passado.eles, mas isso leva mais e mais prazer neles, e vê mais e mais necessidade deles, até que eles vêm para o céu. [3] Aqueles que são diligentes e fiéis em melhorar a luz e os meios que eles possuem, terão descobertas adicionais feitas a eles. Anna agora é abundantemente recompensada por sua presença há tantos anos no templo.

 

  1. O testemunho que ela deu ao nosso Senhor Jesus ( Lucas 2:38Lucas 2:38 ): Ela chegou naquele instante em que a criança foi apresentada, e Simeão falou a respeito dele que ela, que era tão constante no templo, não podia perder a oportunidade.

 

Agora, (1) Ela deu graças do mesmo modo ao Senhor, assim como Simeão, talvez como ele, desejando agora partir em paz. Nota: Aqueles a quem Cristo é conhecido têm razão suficiente para dar graças ao Senhor por um favor tão grande e devemos ser excitados com esse dever pelos louvores e ações de graças dos outros, por que não devemos nós dar graças da mesma forma, assim como eles ? Anna concordou com Simeão e ajudou a compensar a harmonia. Ela confessou ao Senhor (assim pode ser lido) que ela fez uma profissão aberta de sua fé em relação a essa criança.

 

(2) Ela, como profetisa, instruiu os outros a respeito dele: Ela falou dele a todos os que acreditavam que o Messias viria, e com ele esperou a redenção em Jerusalém. A redenção era a coisa desejada, esperada e desejada pela redenção em Jerusalém, para que a palavra do Senhor fosse adiante, Isaías 2: 3Isaías 2: 3 . Alguns havia em Jerusalém que procuravam redençãoainda assim, mas poucos, para Anna, deveria parecer, tinham conhecido todos aqueles que eram conjuntamente expectantes com ela do Messias, ela sabia onde encontrá-los, ou onde encontrá-la, e ela lhes contava todas as boas novas, que ela tinha visto o Senhor e foi uma ótima notícia, este de seu nascimento agora, como depois de sua ressurreição. Note, aqueles que têm um conhecimento com o próprio Cristo devem fazer tudo o que puderem para trazer outros familiarizados com ele.

 

Por último, aqui está um breve relato da infância e infância de nosso Senhor Jesus.

 

  1. Onde ele passou, Lucas 2:39 Lucas 2:39 . Quando a cerimônia de apresentar a criança e purificar a mãe acabou, eles voltaram para a Galiléia. Lucas não relata mais sobre eles, até que eles voltaram para a Galiléia, mas aparece no evangelho de São Mateus ( Mateus 2: 1-23 ) que de Jerusalém eles retornaram para Belém, onde os sábios do leste os encontraram, e lá eles Continuaram até que foram instruídos a fugir para o Egito, a fim de escapar da malícia e da ira de Herodes e, voltando dali quando Herodes estava morto, foram encaminhados a seus antigos aposentos em Nazaré, de onde talvez estivessem alguns anos ausentes. É aqui chamado de sua própria cidade,Mateus 2: 1-23porque lá eles tinham vivido muito e suas relações estavam lá. Ele recebeu ordens de Jerusalém, porque seu reino e sacerdócio não teriam afinidade com o atual governo da igreja ou estado judaico. Ele é enviado para um lugar de obscuridade e reprovação, pois, como em outras coisas, ele deve se humilhar e não ter reputação.

 

  1. Como ele passou isso, Lucas 2:40 Lucas 2:40 . Em todas as coisas , convinha que ele fosse feito semelhante a seus irmãos e , portanto, ele passou pela infância e pela infância como outras crianças fizeram, ainda que sem pecado, com indicações manifestas de natureza divina nele. Como outras crianças, ele cresceu em estatura de corpo, e o aprimoramento da compreensão em sua alma humana, que seu corpo natural poderia ser uma figura de seu corpo místico , que, embora animado por um espírito perfeito, ainda assim aumenta a si mesmo até vem ao homem perfeito, Efésios 4: 13,16Efésios 4:13 , 16 . Mas, (1.) Considerando que outras crianças são fracas em entendimento e resolução, ele era forte em espírito. Pelo Espírito de Deus, sua alma humana era dotada de vigor extraordinário, e todas as suas faculdades desempenhavam seus ofícios de maneira extraordinária. Ele raciocinou fortemente e seu julgamento foi penetrante. (2) Considerando que outras crianças têm insensatez em seus corações, que aparece naquilo que dizem ou fazem, ele foi cheio de sabedoria, não por nenhuma vantagem de instrução e educação, mas pela operação do Espírito Santo, cada coisa que ele disse e sabiamente foi dito, e sabiamente feito, acima de seus anos. (3) Considerando que outras crianças mostram que a corrupção da natureza está nelas, e que o joio do pecado cresce com otrigo da razão, ele fez parecer que nada além da graça de Deus estava sobre ele (o trigo brotou sem joio), e que, enquanto outras crianças são por natureza filhos da ira, ele era muito amado, e elevado a favor de Deus que Deus o amava e acarinhava, e tomou um cuidado especial com ele.

 

Versos 41-52

Cristo sentado com os médicos.

41 Agora seus pais iam a Jerusalém todos os anos na festa da Páscoa. 42E quando ele tinha doze anos de idade, subiram a Jerusalém, segundo o costume da festa. 43E quando eles tinham cumprido os dias, quando voltaram, o menino Jesus permaneceu em Jerusalém e José e sua mãe não sabiam disso. 44 Mas eles, supondo que ele estivesse na companhia, viajaram um dia e procuraram-no entre os seus companheiros.parentes e conhecidos. 45 E, não o achando, voltaram para Jerusalém em busca dele. 46 E aconteceu que depois de três dias o encontraram no templo, sentados no meio dos médicos, ambos ouvindo-os e fazendo-lhes perguntas. 47 E todos os que o ouviram ficaram atônitos com a sua compreensão e respostas. 48 E, vendo-o eles, maravilharam-se; e sua mãe lhe disse: Filho, por que, pois, nos trataste? eis que teu pai e eu te buscamos tristes. 49 E ele lhes disse: Por que é que me procuráveis? Não sabes que eu devo estar no negócio de meu pai? 50 E eles não entenderam a palavra que lhes falou. 51E desceu com eles e veio a Nazaré, e ficou sujeito a eles; mas sua mãe guardava todas estas palavras em seu coração.

 

Temos aqui a única passagem da história registrada a respeito de nosso abençoado Salvador, desde sua infância até o dia de sua aparição a Israel aos vinte e nove anos de idade, e portanto estamos preocupados em fazer muito disso, pois é em vão desejar nós tivemos mais. Aqui está,

 

  1. Cristo está indo com seus pais para Jerusalém, na festa da Páscoa, Lucas 2: 41,42 . 1. Era prática constante frequentar ali, de acordo com a lei, embora fosse uma longa jornada, e eles eram pobres e talvez não fossem capazes, sem se esforçarem, de arcar com as despesas dela. Note que as ordenanças públicas devem ser freqüentadas, e não devemos abandonar a reunião de nós mesmos, como é a maneira de alguns. Negócios mundanos devem dar lugar a preocupações espirituais. José e Maria tiveram um filho em casa com eles, que foi capaz de ensiná-los melhor do que todo rabino em Jerusalém, mas subiram até lá. Lucas 2:41 , 42 Neemias 8: 2depois do costume da festa. O Senhor ama as portas de Sião mais do que todas as moradas de Jacó, e nós também devemos. Temos razões para supor que José subiu igualmente nas festas de pentecostes e tabernáculos, pois todos os homens deveriam aparecer ali três vezes por ano, mas Maria somente na Páscoa, que era a maior das três festas, e tinha mais evangelho em isto. 2. O menino Jesus, aos doze anos de idade, subiu com eles. Os médicos judeus dizem que aos doze anos as crianças devem começar a jejuar de tempos em tempos, para que possam aprender a jejuar no dia da expiação e que aos treze anos uma criança comece a ser um filho do mandamento,isto é, obrigado aos deveres de membro adulto da igreja, tendo sido desde sua infância, em virtude de sua circuncisão, um filho da aliança. Não é dito que esta foi a primeira vez que Jesus subiu a Jerusalém para adorar na festa: provavelmente ele tinha feito isso por alguns anos antes, tendo espírito e sabedoria acima de seus anos e todos deveriam participar do culto público que pode ouvir com entendimento, Neemias 8: 2. As crianças que são avançadas em outras coisas devem ser apresentadas na religião. É para a honra de Cristo que as crianças devem participar do culto público, e ele está satisfeito com seus hosanas e os filhos que estavam em sua infância dedicados a Deus devem ser chamados, quando forem adultos, para virem à páscoa do evangelho. , a ceia do Senhor, que eles torná-lo seu próprio ato e ação para juntar-se ao Senhor.

 

  1. Cristo está ficando atrás de seus pais em Jerusalém, desconhecido para eles, no qual ele planejou dar um espécime adiantado do que ele estava reservado para.

 

  1. Seus pais não retornaram até que tivessem cumprido os dias em que haviam ficado ali durante todos os sete dias da festa, embora não fosse absolutamente necessário que ficassem mais tempo do que os dois primeiros dias, depois dos quais muitos foram para casa. Note que é bom ficar até a conclusão de uma ordenança, como os que dizem: É bom estar aqui e não nos apressarmos, como se fôssemos como Doeg, detidos perante o Senhor.

 

  1. A criança demorou-se em Jerusalém, não porque ele estava com vontade de ir para casa, ou tímido com a companhia de seus pais, mas porque tinha trabalho a fazer ali, e deixaria seus pais saberem que ele tinha um Pai no céu, a quem ele deveria ser observador de mais do que deles e respeito a ele não deve ser considerado desrespeito a eles. Alguma conjectura que ele permaneceu atrás no templo, pois era o costume dos judeus piedosos, na manhã em que eles deveriam ir para casa, ir primeiro ao templo, para adorar a Deus ali ele ficava para trás,e encontrei entretenimento lá até encontrá-lo novamente. Ou, talvez, ele ficava na casa onde eles se hospedavam, ou na casa de algum outro amigo (e tal criança como ele não podia ser senão o queridinho de todos que o conheciam, e cada um cortejaria sua companhia), e subia para o templo apenas na hora da igreja, mas era assim que ele ficava para trás. É bom ver jovens dispostos a habitar na casa do Senhor , são como Cristo.

 

  1. Seus pais foram a jornada do primeiro dia sem qualquer suspeita de que ele foi deixado para trás, pois eles supunham que ele estivesse na companhia, Lucas 2:44 Lucas 2:44 . Nessas ocasiões, a multidão era muito grande, especialmente a jornada do primeiro dia, e as estradas cheias de pessoas e eles concluíram que ele veio junto com alguns de seus vizinhos, e eles o procuraram entre seus parentes e conhecidos, que estavam na estrada. , descendo. Reze você viu nosso filho? ou, você viu ele? Como a inquirição dos cônjuges, viste a quem a minha alma ama?Lucas 2:45 Jó 23: 8 , 9Esta foi uma jóia que vale a pena procurar depois. Eles sabiam que cada um estaria desejoso de sua companhia, e que ele estaria disposto a fazer o bem entre seus parentes e conhecidos, mas entre eles não o acharam, Lucas 2:45 . Há muitos, muitos, que são nossos parentes e conhecidos, com os quais não podemos evitar conversar, entre os quais encontramos pouco ou nada de Cristo. Quando não conseguiam ouvir falar dele nesta e na outra companhia na estrada, ainda assim esperavam que eles se encontrassem com ele no local onde se alojaram naquela noite, mas ali não puderam aprender notícias sobre ele. Compare isso com Jó 23: 8,9 .

 

  1. Quando não o encontraram à noite, voltaram na manhã seguinte a Jerusalém, procurando-o. Note, Aqueles que encontrariam a Cristo devem procurar até que encontrem, pois ele será achado àqueles que o buscam, e será achado o recompensador abundante deles / delas. Aqueles que perderam seu conforto em Cristo, e as evidências de seu interesse nele, devem se considerar onde, e quando, e como, eles os perderam, e devem voltar para o lugar onde eles os tinham pela última vez devem lembrar-se de onde são caídos, e se arrependem, e fazem suas primeiras obras, e retornam ao seu primeiro amor, Apocalipse 2: 4,5Apocalipse 2: 4 , 5. Aqueles que recuperarem sua familiaridade perdida com Cristo devem ir a Jerusalém, a cidade de nossas solenidades, o lugar que ele escolheu para colocar seu nome ali deve comparecer a ele em suas ordenanças, na páscoa-evangelho, lá eles podem esperar conhecê-lo.

 

  1. O terceiro dia eles o acharam no templo, em alguns dos apartamentos que pertencem ao templo, onde os doutores da lei mantiveram, não as cortes deles / delas, mas as conferências deles / delas antes, ou as escolas deles / delas para disputation e lá eles acharam ele sentando no meio deles ( Lucas 2:46 Lucas 2:46 ), não permanecendo como um catecúmeno a ser examinado ou instruído por eles, pois ele havia descoberto tais medidas de conhecimento e sabedoria que eles admitiram que ele se sentasse entre eles como um companheiro ou membro de seus membros. sociedade. Este é um exemplo, não só que ele estava cheio de sabedoria ( Lucas 2:40Lucas 2:40 Lucas 2:47 Salmo 119: 99 , 100 Atos 7:24 , 25), mas que ele tinha tanto um desejo de aumentá-lo e uma prontidão para comunicá-lo e aqui ele é um exemplo para crianças e jovens, que deveriam aprender de Cristo para deleitar-se na companhia daqueles que podem sentar - se no meio dos médicos e não no meio dos jogadores. Deixe-os começar com doze anos de idade, e mais cedo, para investigar o conhecimento, e associar-se com aqueles que são capazes de instruí-los, é um presságio esperançoso e promissor na juventude estar desejoso de instrução. Muitos jovens da idade de Cristo agora brincavam com as crianças no templo, mas ele estava sentado com os médicos no templo. (1.) Ele os ouviu . Aqueles queaprender deve ser rápido para ouvir. (2) Ele fez-lhes perguntas se, como professor (ele tinha autoridade para perguntar) ou como aprendiz (ele tinha humildade para perguntar) eu não sei, ou como um associado, ou pesquisador conjunto da verdade, que deve ser descoberto por meio de disquisições amigáveis ​​mútuas. (3) Ele retornou respostas para eles, que foram muito surpreendentes e satisfatórios, Lucas 2:47 . E sua sabedoria e compreensão apareciam tanto nas perguntas que ele fazia quanto nas respostas que ele dava, de modo que todos que o ouviam ficavam espantados: nunca ouviram um tão jovem, de fato nenhum de seus maiores médicos, falarem a um ritmo que ele gostava de David, ele tinhamais compreensão do que todos os seus professores, sim, do que os antigos, Salmo 119: 99,100 . Agora, Cristo mostrou alguns raios de sua glória, que foram presentemente atraídos novamente. Ele lhes deu um gosto (diz Calvino) de sua sabedoria e conhecimento divinos. Parece-me que essa aparição pública de Cristo no templo, como professor, era como a primeira tentativa de Moisés de libertar Israel, sobre a qual Estêvão Eduva essa construção, que ele supunha que seus irmãos teriam entendido, por isso, como Deus, por sua mão, os livraria. , At 7: 24,25 . Eles podem ter pegado a dica e foram entregues então, mas eles não entenderam então eles aqui poderiam ter tido Cristo (por qualquer coisa que eu conheço) para entrar em seu trabalho agora, mas eles ficaram apenas surpresos, e não entenderam a indicação e portanto, como Moisés, ele se retirou na obscuridade novamente, e eles não ouviram mais dele por muitos anos depois.

 

  1. Sua mãe conversou com ele em particular sobre isso. Quando a companhia se separou, ela o levou de lado, e o examinou com uma dose de ternura e afeição, Lucas 2:48 Lucas 2:48 . José e Maria ficaram surpresos ao encontrá-lo ali, e constataram que ele tinha tanto respeito que lhe permitia ser internado entre os médicos e ser notado. Seu pai sabia que ele tinha apenas o nome de pai e, portanto, não disse nada. Mas, (1) Sua mãe disse-lhe como eles se sentiram mal: " Filho, por que fizeste assim conosco? Por que nos puseste em tanta susto?" Eles estavam prontos para dizer, como Jacó de José: " Um animal selvagem devorou-oLucas 2:49 Isaías 49: 2 Lucas 2:50ou, Ele caiu nas mãos de algum inimigo mais cruel, que finalmente descobriu que ele era a criança cuja vida Herodes tinha procurado alguns anos atrás. "Mil imaginações, podemos supor, elas tinham a respeito dele, cada uma delas. mais assustador do que outro. "Agora, por que você nos deu ocasião para esses medos? Teu pai e eu te buscamos, sofrendo não somente perturbados que te perdemos, mas também nos irritamos por não termos tomado mais cuidado de ti, para levar-te conosco. ”Nota, Aqueles podem ter que reclamar de suas perdas. que pensam que perderam a Cristo, mas o choro deles não impediu a semeadura, eles não se entristeceram e se sentaram em desespero, mas sofreram e procuraram.Note que, se encontrarmos a Cristo, devemos buscá-lo triste, triste porque o perdemos, que o provocamos a desistir e que o procuramos tão cedo. Os que assim o buscam na tristeza o acharão, por fim, com tanta alegria maior. (2) Ele gentilmente reprovou sua solicitude desordenada sobre ele ( Lucas 2:49 ): " Como é que você me procurou? Você poderia ter dependido disso, eu teria te seguido para casa quando eu tivesse feito o negócio que eu tinha que fazer." não posso estar perdido em Jerusalém. Não sabes que eu devo ser, en tois tou patros mou - na casa de meu pai? por isso alguns lêem "onde mais deve estar o Filho, que permanece na casa para sempre?Eu deveria ser, "[1.]" Sob o cuidado e a proteção de meu Pai e, portanto, você deveria ter cuidado de mim sobre ele, e não ter se sobrecarregado com ele. "Cristo é uma flecha escondida na aljava de seu Pai, Isaías 49: 2 Ele também cuida de sua igreja, e, portanto, nunca nos desesperemos com sua segurança. [2] " No trabalho de meu Pai " (assim o entendemos): "Eu devo tratar dos negócios de meu Pai, e portanto Não poderia ir para casa o mais depressa possível. Você não sabe?Você já não percebeu que, a meu respeito, eu me dediquei ao serviço da religião e, portanto, devo empregar-me nos assuntos dele? "Aqui ele nos deixou um exemplo, pois se torna o filho de Deus, em conformidade com Cristo, para atender os negócios de seu Pai Celestial e para fazer todos os outros negócios darem lugar a Ele. Esta palavra de Cristo nós agora pensamos que entendemos muito bem, pois ele explicou isso no que ele fez e disse. o mundo, e sua carne e bebida no mundo, para fazer a vontade de seu Pai, e terminar sua obra: e ainda naquele tempo seus pais não entenderam essa palavra, Lucas 2:50. Eles não entendiam que negócios ele tinha que fazer no templo por seu pai. Eles acreditavam que ele era o Messias, que deveria ter o trono de seu pai Davi, mas eles achavam que deveriam levá-lo para o palácio real do que para o templo. Eles não entendiam o seu ofício profético e ele estava fazendo muito do seu trabalho nisso.

 

Por último, aqui está o seu regresso a Nazaré. Esse vislumbre de sua glória seria curto. Já estava tudo acabado, e ele não instou seus pais a irem se estabelecer em Jerusalém ou a se estabelecerem ali (embora esse fosse o lugar de melhoria e preferência, e onde ele pudesse ter as melhores oportunidades de mostrar sua sabedoria), mas muito voluntariamente se retirou para a sua obscuridade em Nazaré, onde por muitos anos ele foi, por assim dizer, enterrado vivo. Sem dúvida, ele subiu a Jerusalém, para adorar na festa, três vezes por ano, mas se ele alguma vez entrou no templo, para disputar com os médicos de lá, não nos é dito que não é improvável, mas ele poderia. Mas aqui nos é dito,

 

  1. Que ele estava sujeito a seus pais. Embora uma vez, para mostrar que era mais que um homem, retirou-se de seus pais, para cuidar dos negócios de seu Pai celestial, mas ainda não fazia disso sua prática constante, nem muitos anos depois, mas estava sujeito a isso. para eles, observavam sua ordem, iam e vinham como eles orientavam e, como deveria parecer, trabalhavam com o pai no ofício de um carpinteiro. Nisto ele deu um exemplo para as crianças serem obedientes e obedientes a seus pais no Senhor. Sendo feito de uma mulher, ele foi feito sob a lei do quinto mandamento, para ensinar a sementedos fiéis para assim se aprovar a ele uma semente fiel. Embora seus pais fossem pobres e mesquinhos, embora seu pai fosse apenas seu suposto pai, ainda assim ele estava sujeito a eles, embora fosse forte em espírito e cheio de sabedoria, ainda que fosse o Filho de Deus, mas estava sujeito a seus pais. como então eles responderão àqueles que, embora tolos e fracos, ainda são desobedientes a seus pais?

 

  1. Que sua mãe, embora não entendesse perfeitamente os ditos de seu filho, ainda os guardava em seu coração, esperando que no futuro lhes explicassem, e ela deveria compreendê-los plenamente e saber como usá-los. No entanto, podemos negligenciar os ditos dos homens, porque eles são obscuros ( Si non vis inteligi debes negligi - Se não for inteligível, não é valioso ), ainda não devemos pensar assim das declarações de Deus. Aquilo que a princípio é escuro, de modo que não sabemos o que fazer dele, pode depois tornar-se claro e fácil, devemos, portanto, colocá-lo para o futuro. Veja João 2:22João 2:22 . Podemos encontrar utilidade para aquela outra época que agora não vemos como nos tornar úteis. Um estudiosomantém essas regras gramaticais na memória que no momento ele não entende o uso, porque ele é informado de que elas serão, de agora em diante, úteis para ele, assim devemos fazer pelas declarações de Cristo.

 

  1. Que ele melhorou, e veio, para admiração ( Lucas 2:52Lucas 2:52 ): Ele aumentou em sabedoria e estatura. Nas perfeições de sua natureza divina não poderia haver aumento, mas isso é significado de sua natureza humana, seu corpo aumentou em estatura e volume, ele cresceu na idade crescente e sua alma aumentou em sabedoria, e em todas as dotações de um ser humano alma. Embora a Palavra Eterna estivesse unida à alma humana desde a sua concepção, ainda assim a divindade que habitava nele manifestou-se à sua humanidade por graus, ad modum recipientis - em proporção à sua capacidadeÀ medida que as faculdades de sua alma humana se tornavam cada vez mais capazes, os dons que recebia da natureza divina eram cada vez mais comunicados. E ele aumentou em favor de Deus e do homem, isto é, em todas as graças que o tornaram aceitável a Deus e ao homem. Aqui Cristo acomodou-se a seu estado de humilhação, que, como ele condescendeu a ser um bebê, uma criança, um jovem, então a imagem de Deus brilhava mais nele, quando ele cresceu para ser um jovem, do que o fez, ou poderia, enquanto ele era uma criança e uma criança. Note, os jovens, à medida que crescem em estatura, devem crescer em sabedoria, e então, à medida que crescem em sabedoria, eles crescerão em favor de Deus e do homem.
  2. fonte  notas  coment.Mattew Henris /mauricioberwald.comunidades.net