Translate this Page

Rating: 2.6/5 (288 votos)




ONLINE
5




Partilhe esta Página



 <!-- Go to www.addthis.com/dashboard to customize your tools -->
<script type="text/javascript" src="//s7.addthis.com/js/300/addthis_widget.js#pubid=ra-57f3fb36829d1888"></script>

 

 

  contadores de visitas 

 

Flag Counter


Comentario evangelho de Lucas cap.1 subsidio EBD
Comentario evangelho de Lucas cap.1 subsidio EBD

 

Comentario evangelho de Lucas cap.1 subsidio EBD

MAURICIO BERWALD PROFESSOR ESCRITOR

Comentário  Matthew Henry sobre a Bíblia

LUCAS CAP.1

 Introdução

A narrativa que este evangelista nos dá (ou melhor, Deus por ele) da vida de Cristo começa mais cedo do que Mateus ou Marcos. Temos motivos para agradecer a Deus por todos eles, assim como temos por todos os dons e graças dos ministros de Cristo, que em uma compõem o que falta no outro, enquanto todos juntos formam uma harmonia. Neste capítulo temos, I. O prefácio de Lucas ao seu evangelho, ou sua epístola dedicatória a seu amigo Teófilo, Lucas 1: 1-4 Lucas 1: 1-4Lucas 1: 5-25 Lucas 1: 26-38 Lucas 1: 39-56 Lucas 1: 57-66 Lucas 1: 67-79 Lucas 1:80 . II. A profecia e história da concepção de João Batista, que foi o precursor de Cristo, Lucas 1: 5-25 . A anunciação da virgem Maria, ou o aviso dado a ela que ela deveria ser a mãe do Messias, Lucas 1: 26-38. IV. A entrevista entre Maria, a mãe de Jesus e Elisabeth, a mãe de João, quando ambos eram filhos daqueles nascimentos grávidos, e as profecias que ambos proferiram naquela ocasião, Lucas 1: 39-56 . V. O nascimento e a circuncisão de João Batista, seis meses antes do nascimento de Cristo, Lucas 1: 57-66 . VI. Canção de louvor de Zacarias, em agradecimento pelo nascimento de João e na perspectiva do nascimento de Jesus, Lucas 1: 67-79 . VII. Um breve relato da infância de João Batista, Lucas 1:80 . E estes fazem mais do que nos dar uma narrativa divertida que nos conduzirá à compreensão do mistério da piedade, manifesto de Deus na carne.

 

Versos 1-4

O prefácio do evangelista.

1 Visto que muitos tomaram posse para expor a ordem daquelas coisas que de certeza se crêem entre nós, 2) assim como nos livraram de nós, as quais desde o princípio foram testemunhas oculares e ministros da palavra 3 pareceu-me bem também eu, tendo compreendido perfeitamente desde o princípio todas as coisas, para te escrever em ordem, excelente Teófilo, 4 para que soubesses a certeza daquilo em que foste instruído.

 

Os prefácios e dedicatórias complacentes, a linguagem da lisonja e a comida e o combustível do orgulho, são justamente condenados pelos sábios e bons, mas não se segue, portanto, que os que são úteis e instrutivos devem ser derrotados São Lucas dedica seu evangelho ao seu amigo Teófilo, não como seu patrono, embora ele fosse um homem de honra, para protegê-lo, mas para seu discípulo, para aprendê-lo e retê-lo rapidamente. Não é certo quem este Teófilo era o nome significa um amigo de Deus alguns pensam que não significa qualquer pessoa em particular, mas todo aquele que é um amante de DeusO Dr. Hammond cita alguns dos antigos que o entendem assim: e então nos ensina que aqueles que são verdadeiramente amantes de Deus acolherão de bom grado o evangelho de Cristo, cujo desígnio e tendência são, para nos levar a Deus. Mas é melhor ser entendido de alguma pessoa em particular, provavelmente um magistrado, porque Lucas lhe dá aqui o mesmo título de respeito que São Paulo deu a Festo, o governador kratiste ( Atos 26:25Atos 26:25 ), que ali traduzimos como o mais nobre Festo. , e aqui excelentíssimo Teófilo. Note-se que a religião não destrói a civilidade e as boas maneiras, mas nos ensina, de acordo com os usos de nosso país, a honrar aqueles a quem a honra é devida.

 

Agora observe aqui, I. Por que São Lucas escreveu esse evangelho? É certo que ele foi movido pelo Espírito Santo, não só para a escrita, mas na escrita dele, mas em ambos ele foi movido como uma criatura razoável, e não como uma mera máquina e ele foi levado a considerar,

 

  1. Que as coisas de que ele escreveu eram coisas que eram mais seguramente acreditadas entre todos os cristãos e , portanto, coisas nas quais deviam ser instruídos, para que eles pudessem saber no que acreditavam e coisas que deveriam ser transmitidas à posteridade (que são por mais interessados ​​neles do que nós) e, para isso, estar comprometidos com a escrita, que é o caminho mais seguro de transmissão para as eras vindouras. Ele não escreverá sobre coisas de disputa duvidosa, coisas sobre as quais os cristãos podem diferir com segurança uns dos outros e hesitarem dentro de si mesmos, mas as coisas que são, e devem ser, com toda a certeza cridas , pragmata peplerophoremena - as coisas que foram executadas(assim alguns), o que Cristo e seus apóstolos fizeram, e fizeram com tais circunstâncias que deram uma completa garantia de que eles realmente foram feitos, de modo que eles ganharam um crédito duradouro estabelecido. Note, embora não seja a base da nossa fé, mas é um suporte para ela, que os artigos do nosso credo são coisas que têm sido por muito tempo seguramente acreditadas. A doutrina de Cristo é o que milhares dos mais sábios e melhores homens têm aventurado suas almas com a maior segurança e satisfação.

 

  1. Que era necessário que houvesse uma declaração feita em ordem daquelas coisas que a história da vida de Cristo deveria ser metodizada, e comprometida a escrever, para a maior certeza do transporte. Quando as coisas são colocadas em ordem, sabemos melhor onde encontrá-las para nosso próprio uso e como mantê- las para o benefício dos outros.

 

  1. Que houve muitos que se comprometeram a publicar narrativas da vida de Cristo, muitas pessoas bem-intencionadas, que projetaram bem e fizeram o bem, e o que publicaram foi bom, embora não tenha sido feito por inspiração divina, nem tão bem. feito como poderia ser, nem destinado a perpetuidade. Note, (1) os trabalhos de outros no evangelho de Cristo, se fiéis e honestos, devemos elogiar e encorajar, e não desprezar, embora carregue com muitas deficiências. (2) Os serviços de outros a Cristo não devem ser considerados como superando os nossos, mas sim para os acelerar.

 

  1. Que a verdade das coisas que ele tinha que escrever foi confirmada pelo testemunho concordante daqueles que eram testemunhas competentes e não suscetíveis deles o que já havia sido publicado por escrito, e o que ele estava prestes a publicar, concordou com o que tinha foi entregue de boca em boca repetidas vezes por aqueles que desde o princípio eram testemunhas oculares e ministros da palavra, Luke 1: 2 Lucas 1: 2 . Note, (1.) Os apóstolos eram ministros da palavra de Cristo, que é a Palavra (assim alguns a entendem), ou da doutrina de Cristo eles mesmos, tendo recebido isto, ministrado isto a outros, 1 João 1: 11 John 1: 1 Atos 4:20 Lucas 1: 2 João 2:11 Atos 1:21 Lucas 1: 3 Lucas 1: 2 1 Pedro 1:10. Eles não tinham um evangelho para fazer como mestres, mas um evangelho para pregar como ministros. (2) Os ministros da palavra foram testemunhas oculares das coisas que eles pregaram, e, que também está incluído, testemunhas oculares. Eles mesmos ouviram a doutrina de Cristo, e viram seus milagres, e não os tiveram por notícia, em segunda mão e, portanto, não podiam deixar de falar, com a maior certeza, as coisas que tinham visto e ouvido, Atos 4:20. . (3) Eles eram assim desde o início do ministério de Cristo, Lucas 1: 2 . Ele teve seus discípulos com ele quando ele fez o seu primeiro milagre, João 2:11. Eles acompanhavam-no todo o tempo que entrava e saía entre eles ( Atos 1:21 ), de modo que eles não apenas ouviram e viram tudo o que era suficiente para confirmar sua fé, mas, se houvesse alguma coisa para chocá-la. , eles tiveram oportunidade de descobrir isso. (4) O evangelho escrito , que temos até hoje, concorda exatamente com o evangelho que foi pregado nos primeiros dias da igreja. (5.) Que ele mesmo tinha uma compreensão perfeita das coisas de que ele escreveu, desde o princípio, Lucas 1: 3. Alguns pensam que aqui está uma reflexão tácita sobre aqueles que escreveram antes dele, que eles não tinham um perfeito entendimento do que eles escreveram e, portanto, aqui estou eu, envie-me (--facit indignatio versum - minha ira impele minha caneta ) ou melhor, sem refletir sobre eles, ele afirma sua própria capacidade para este empreendimento: "Pareceu-me bem, ter atingido o conhecimento exato de todas as coisas, afora - de cima ", então acho que deveria ser traduzido por se ele quis dizer o mesmo desde o começo ( Lucas 1: 2 ), como nossa tradução sugere, ele teria usado a mesma palavra. [1] Ele diligentemente procurou nestas coisas, teve seguiu depois deles (assim a palavra é), como se diz que os profetas do Antigo Testamento inquiriram e procuraram diligentemente, 1 Pedro 1:10 . Ele não tinha tomado as coisas tão fácil e superficialmente como os outros que haviam escrito antes dele, mas fez questão de informar-se sobre os detalhes. [2] Ele havia recebido sua inteligência, não apenas pela tradição, como outros haviam feito, mas por revelação, confirmando essa tradição e assegurando-o de qualquer erro ou erro na gravação dela. Ele a buscou de cima (assim a palavra sugere), e de lá ele a teve assim, como Eliú, ele buscou seu conhecimento de longe. Ele escreveu sua história como Moisés escreveu, de coisas relatadaspela tradição, mas ratificado pela inspiração. [3] Ele poderia, portanto, dizer que ele tinha uma perfeita compreensão dessas coisas. Ele os conhecia, akribos - exatamente, exatamente. "Agora, tendo recebido isto de cima, pareceu-me bom comunicá-lo" para tal talento como este não deveria ser enterrado.

 

  1. Observe por que ele enviou a Teófilo: "Escrevi-te estas coisas em ordem, não para que possas dar reputação à obra, mas para que sejais edificadas por ela ( Lucas 1: 4 Lucas 1: 4 ) para que possas saber a certeza daquelas coisas nas quais você foi instruído ” . 1. Está implícito que ele havia sido instruído nessas coisas antes de seu batismo, ou desde, ou ambos, de acordo com a regra, Mateus 28: 19,20 . Provavelmente, Lucas o havia batizado, e sabia quão bem instruído ele era peri hon katechethes - sobre o qual você foi catequizadoMateus 28:19 , 20então a palavra é que os cristãos mais conhecedores começaram a ser catequizados. Teófilo era uma pessoa de qualidade, talvez de nascimento nobre e tanto mais dores deveriam ser dadas quando eram jovens, para ensinar-lhes os princípios dos oráculos de Deus, para que fossem fortalecidos contra as tentações e mobilizados para o oportunidades, de uma condição elevada no mundo. 2. Pretendia-se que ele conhecesse a certeza dessas coisas, entendesse-as mais claramente e acreditasse mais firmemente. Há uma certeza no evangelho de Cristo, há aquilo em que podemos nos basear e aqueles que foram bem instruídos nas coisas de Deus quando eram jovens devem depois diligenciar para saber a certeza.dessas coisas, para saber não apenas o que acreditamos, mas por que acreditamos nisso, que podemos ser capazes de dar uma razão de esperança que está em nós.

 

Versículos 5-25

A Aparição de um Anjo a Zacarias O Nascimento de João Predisse a Incredulidade de Zacarias.

5 Houve nos dias de Herodes, rei da Judéia, um sacerdote chamado Zacarias, do curso de Abia; e sua mulher era das filhas de Arão, e seu nome era Isabel. 6 E ambos eram justos diante de Deus, andando em todos os mandamentos e preceitos do Senhor, irrepreensíveis. 7 E eles não tiveram filhos, porque Isabel era estéril, e ambos agorabem atingido em anos. 8 E aconteceu que, enquanto executava o sacerdócio diante de Deus na ordem de seu curso, 9 Segundo o costume do sacerdócio, a sua sorte era queimar incenso ao entrar no templo do Senhor. 10 E toda a multidão do povo estava orando sem no tempo do incenso. 11 E apareceu-lhe um anjo do Senhor em pé à direita do altar do incenso. 12 E quando Zacarias o viu ,ele estava perturbado e o medo caiu sobre ele. 13 Mas o anjo lhe disse: Não temas, Zacarias, porque a tua oração é ouvida, e tua mulher Isabel te dará um filho, e chamarás o seu nome João. 14 E terás alegria e alegria e muitos se regozijarão com o seu nascimento. 15 Porque ele será grande à vista do Senhor, e não beberá vinho nem bebida forte, e ele será cheio do Espírito Santo, desde o ventre de sua mãe. 16 E muitos dos filhos de Israel se converterão ao Senhor seu Deus. 17 E ele irá adiante dele no espírito e poder de Elias, para converter o coração dos pais aos filhos, e os desobedientes à sabedoria dos justos para preparar um povo preparado para o Senhor. 18 E Zacarias disse ao anjo: Onde irei saber isso? porque eu sou um homem velho e minha esposa bem ferida em anos. 19 E o anjo respondendo, disse-lhe: Eu sou Gabriel, que está na presença de Deus e enviado para falar a ti, e para te mostrar estas boas novas. 20 E eis que ficarás mudo e não poderás falar até o dia em que estas coisas se cumpram, porque não credes minhas palavras, as quais cumprir-se-ão no seu tempo. 21 E o povo esperou por Zacarias, e admirou-se de ter demorado tanto tempo no templo. 22E quando ele saiu, não pôde falar com eles; e eles perceberam que ele tinha visto uma visão no templo: pois ele chamou-os e permaneceu mudo. 23 E aconteceu que, logo que os dias de seu ministério se cumpriram, ele partiu para sua casa. 24 E depois daqueles dias sua esposa Elisabeth concebeu,eu, para tirar o meu opróbrio entre os homens.

 

Os dois evangelistas anteriores haviam concordado em iniciar o evangelho com o batismo de João e seu ministério, que começou cerca de seis meses antes do ministério público de nosso Salvador (e agora, as coisas estão perto de uma crise, seis meses foi um tempo, que antes era mas um pouco), e, portanto, este evangelista, planejando dar um relato mais particular do que havia sido dado da concepção e nascimento de nosso Salvador, determina fazê-lo de João Batista, que em ambos era seu precursor e precursor, a estrela da manhã para o Sol de justiça. O evangelista determina assim, não só porque é comum considerar uma satisfação e entretenimento saber algo da extração original e dos primeiros dias daqueles que depois provam grandes homens, mas porque no começo destes havia muitas coisas milagrosas, e presságios de o que eles depois provaram. Nestes versos nosso historiador inspirado começa logo na concepção de João Batista. Agora observe aqui

 

  1. O relato dado de seus pais ( Lucas 1: 5 Lucas 1: 5 ): Eles viviam nos dias do rei Herodes, que era um estrangeiro, e um deputado para os romanos, que recentemente fizeram da Judéia uma província do império. Isto é levado em conta para mostrar que o cetro foi bastante distanciado de Judá e, portanto, que agora era a hora de Shilo vir, de acordo com a profecia de Jacó, Gênesis 49:10 . A família de Davi estava agora afundada, quando se levantaria e floresceria novamente no Messias. Note que ninguém deve se desesperar com o renascimento e o florescimento da religião, mesmo quando as liberdades civis são perdidas. Israel escravizado, mas depois vem a glória de Israel.Gênesis 49:10

 

Ora, o pai de João Batista era sacerdote, filho de Arão, seu nome Zacarias. Nenhuma família no mundo foi tão honrada por Deus como as de Aarão e Davi com uma delas foi feita a aliança do sacerdócio, com a outra a da realeza que ambas perderam a honra, mas o evangelho novamente atribui honra a ambos em sua última dias, sobre a de Arão em João Batista, sobre a de Davi em Cristo, e então ambos foram extintos e perdidos. Cristo era da casa de Davi, seu precursor de Arão, por seu arbítrio e influência sacerdotal, abrindo o caminho para sua autoridade e dignidade real. Este Zacarias foi do curso de Abia.Quando, no tempo de Davi, a família de Arão se multiplicou, dividiu-os em vinte e quatro cursos, para os desempenhos mais regulares de seu ofício, que jamais poderia ser negligenciado por falta de mãos ou absorto por poucos. O oitavo deles era o de Abia ( 1 Crônicas 24:10 1 Crônicas 24:10 ), que era descendente de Eleazar, o filho mais velho de Arão, mas o Dr. Lightfoot sugere que muitas das famílias dos sacerdotes estavam perdidas no cativeiro, de modo que após seu retorno elas recolheu os de outras famílias, mantendo os nomes dos chefes dos respectivos cursos. A esposa deste Zacarias era também das filhas de Arão, e o nome dela era Elisabete, o mesmo nome com Eliseba.Êxodo 6:23a esposa de Arão, Êxodo 6:23 . Os sacerdotes (Josephus saith) foi muito cuidadoso em se casar dentro de sua própria família, para que eles pudessem manter a dignidade do sacerdócio e mantê-lo sem mistura.

 

Agora, o que é observado sobre Zacarias e Isabel é,

 

  1. Que eles eram um casal muito religioso ( Lucas 1: 6 Lucas 1: 6 ): Eles eram ambos justos diante de Deus, eles eram tão à sua vista, cujo julgamento, temos a certeza, é de acordo com a verdade que eles eram sincera e realmente assim. Eles são justos, de fato, que são assim diante de Deus, como Noé em sua geração, Gênesis 7: 1 . Eles se aprovaram para ele, e ele foi graciosamente satisfeito em aceitá-los. É uma coisa feliz quando aqueles que estão unidos um ao outro em casamento estão ambos unidos ao Senhor e é especialmente necessário que os sacerdotes, os ministros do Senhor, devem, com seus companheiros de jugo, ser justos diante de Deus,Gênesis 7: 1para que possam ser exemplos para o rebanho e alegrar seus corações. Eles andaram em todos os mandamentos e ordenanças do Senhor, irrepreensíveis. (1) Eles sendo justos diante de Deus foram evidenciados pelo curso e pela prática de suas conversas, eles mostraram isso, não por suas palavras, mas por suas obras pela maneira como eles entraram e pelas regras pelas quais eles passaram. (2) Eles eram parte de si mesmos por suas devoções e suas conversas concordadas. Eles andaram não apenas nas ordenanças do Senhor, relacionadas com o culto divino, mas nos mandamentosdo Senhor, que se referem a todas as instâncias de uma boa conversa, e devem ser consideradas. (3) Eles eram universais em sua obediência, não que nunca tivessem feito nada menos que seu dever, mas era seu constante cuidado e esforço para chegar a ela. (4) Nisto, embora eles não fossem sem pecado, ainda assim eles eram irrepreensíveis, ninguém poderia acusá-los de qualquer pecado escandaloso que eles viveram honestamente e inofensivamente, como ministros e suas famílias estão de uma maneira especial preocupada em fazer, que o ministério não seja. culpou sua culpa.

 

  1. Que eles tinham sido longos sem filhos, Lucas 1: 7 Lucas 1: 7 . As crianças são uma herança do Senhor. Mas há muitos de seus herdeiros em um estado de casados, que ainda assim são negados essa herança de que são valiosas e desejáveis ​​bênçãos, ainda que muitos sejam justos diante de Deus e, se tivessem filhos, os criassem em seu temor, que todavia não são assim abençoados, enquanto os homens deste mundo estão cheios de filhos ( Salmos 17:14 ), e enviam seus pequeninos como um rebanho, Jó 21:11 . Elisabeth era estéril, e eles começaram a se desesperar de ter filhos, pois ambos eram agoraSalmo 17:14 Jó 21:11 Bem atingido em anos, quando as mulheres que têm sido mais frutíferas deixam de suportar. Muitas pessoas eminentes nasceram de mães que tinham sido longas sem filhos, como Isaque, Jacó, José, Sansão, Samuel e, portanto, aqui João Batista, para tornar seu nascimento mais notável e sua bênção mais valiosa para seus pais, e para mostrar que quando Deus mantém seu povo esperando há muito tempo por misericórdia, às vezes ele tem o prazer de recompensá-lo por sua paciência, dobrando o valor dele quando chega.

 

  1. O aparecimento de um anjo a seu pai Zacarias, como ele estava ministrando no templo, Lucas 1: 8-11Lucas 1: 8-11 . Zacarias, o profeta, foi o último do Antigo Testamento que estava familiarizado com os anjos, e Zacarias, o sacerdote, o primeiro no Novo Testamento. Observar,

 

  1. Como Zacarias foi empregado no serviço de Deus ( Lucas 1: 8 Lucas 1: 8 ): Ele executou o ofício do sacerdote, diante de Deus, na ordem de seu curso , era sua semana de espera, e ele estava de serviço. Apesar de sua família não ter sido construída, ou criada para crescer, ele mesmo fez a consciência de fazer o trabalho do seu próprio dia e lugar. Embora não tenhamos desejado misericórdia, ainda assim devemos nos manter próximos dos serviços solicitados e, em nosso diligente e constante comparecimento a eles, podemos esperar que a misericórdia e o consolo cheguem finalmente. Agora cabia ao lote de Zacarias queimar incenso de manhã e à noite naquela semana de sua espera, enquanto outros serviços caíam para outros sacerdotes por sorte.Lucas 1:11 Lucas 1: 9 Lucas 1:10 Números 6: 1-27 Juízes 13: 1-25 Da mesma forma. Os serviços eram dirigidos por sorte, para que alguns não os recusassem e outros os ocupassem, e que, se a disposição do lote fosse do Senhor, eles poderiam ter a satisfação de um chamado divino para o trabalho. Este não era o sumo sacerdote queimando incenso no dia da expiação, como alguns têm imaginado com carinho, que pensaram nisso para descobrir o tempo do nascimento de nosso Salvador, mas está claro que foi a queima do incenso diário no altar de incenso ( Lucas 1:11 ), que estava no templo ( Lucas 1: 9), não no lugar mais sagrado, no qual o sumo sacerdote entrava. Os judeus dizem que um mesmo sacerdote não queimou incenso duas vezes em todos os seus dias (havia tantos deles), pelo menos nunca mais de uma semana. É muito provável que isso acontecesse no dia de sábado, porque havia uma multidão de pessoas assistindo ( Lucas 1:10 ), que normalmente não era em um dia de semana e, portanto, Deus geralmente coloca honra em seu próprio dia.E então, se o Dr. Lightfoot calcular, com a ajuda dos calendários judaicos, que este curso de Abia caiu no décimo sétimo dia do terceiro mês, o mês de Sivan, respondendo a parte de maio e parte de junho, vale a pena observar que as partes da lei e os profetas que foram lidos hoje em sinagogas eram muito agradáveis ​​àquilo que estava acontecendo no templo, a saber, a lei dos nazaritas ( Números 6: 1-27 ), e a concepção de Sansão, Juízes 13 : 1-25

 

Enquanto Zacarias estava queimando incenso no templo, toda a multidão do povo estava orando sem, Lucas 1:10 Lucas 1:10 . O Dr. Lightfoot diz que no templo havia sempre, na hora da oração, os sacerdotes do curso que então servia e, se fosse no dia de sábado, aqueles daquele curso que também estiveram na espera na semana anterior, e os levitas que serviam sob os sacerdotes, e os homens da estação, como os rabinos chamam, que eram os representantes do povo, colocando as mãos sobre a cabeça dos sacrifícios, e muitos além, que, movidos pela devoção , deixaram seus empregos, por aquele tempo, para estarem presentes ao serviço de Deus e aqueles comporiam uma grande multidão,Salmos 141: 2 Apocalipse 8: 1 , 3 , 4especialmente nos sábados e dias de festa: agora todos se dirigiam às suas devoções (em oração mental, porque a voz deles não era ouvida), quando pelo tilintar de um sino notavam que o sacerdote tinha ido embora para queimar incenso. Agora observe aqui, (1) Que o verdadeiro Israel de Deus sempre foram um orando pessoas e oração é o grande e principal peça de serviço pelo qual damos honra a Deus, buscar favores dele, e manter nossa comunhão com ele . (2) Que então, quando as nomeações rituais e cerimoniais estavam em pleno vigor, como esta de queimar incenso, ainda deveres morais e espirituais eram requeridos para ir junto com eles, e eram principalmente encarados. Davi sabia que, quando ele estivesse a uma certa distância do altar, sua oração poderia ser ouvidasem incenso, pois pode ser dirigido diante de Deus como incenso, Salmos 141: 2 . Mas, quando ele estava observando o altar, o incenso não podia ser aceito sem oração, mais do que a concha sem o núcleo. (3) Isso não é suficiente para estarmos onde Deus é adorado, se nossos corações não se juntarem à adoração, e seguirem com o ministro, em todas as partes dele. Se ele queima o incenso tão bem, na oração mais pertinente, judiciosa e viva, se não estivermos orando ao mesmo tempo em concordância com ele, o que nos valerá? (4) Todas as orações que oferecemos a Deus aqui em suas cortes são aceitáveis ​​e bem-sucedidas apenas em virtude do incenso da intercessão de Cristo no templo de Deus acima. Para este uso no serviço do templo parece haver uma alusão ( Apocalipse 8: 1,3,4 ), onde encontramos que houve silêncio no céu, como havia no templo, por meia hora, enquanto as pessoas foram silenciosamente levantando o coração a Deus em oração e que havia um anjo, o anjo da aliança, que ofereceu muito incenso com as orações de todos os santos diante do trono. Não podemos esperar um interesse na intercessão de Cristo se não ore e ore com nossos espíritos e continue em oração. Nem podemos esperar que a melhor das nossas orações deve ganhar aceitação e trazer uma resposta de paz, mas através da mediação de Cristo, que sempre vive, fazendo intercessão.

 

  1. Como, quando ele estava assim empregado, ele foi honrado com um mensageiro, um mensageiro especial enviado do céu para ele ( Lucas 1:11 Lucas 1:11 ): apareceu-lhe um anjo do Senhor. Alguns observam, que nunca lemos sobre um anjo aparecendo no templo, com uma mensagem de Deus, mas somente este para Zacarias, porque ali Deus tinha outras maneiras de tornar conhecida sua mente, como o Urim e Tumim, e por um alambique. uma pequena voz entre os querubins, mas a arca e o oráculo estavam faltando no segundo templo, e, portanto, quando um expresso deveria ser enviado a um sacerdote no templo, um anjo deveria ser empregado nele, e assim o evangelho era para ser introduzido, para isso, como a lei,Zacarias 3: 1A princípio foi dado muito pelo ministério dos anjos, cuja aparência frequentemente lemos nos Evangelhos e nos Atos, embora o desígnio tanto da lei quanto do evangelho, quando levado à perfeição, fosse estabelecer uma outra maneira de correspondência, mais espiritual, entre Deus e o homem. Este anjo estava do lado direito do altar de incenso, o lado norte dele, diz Dr. Lightfoot, na mão direita de Zacarias, compare isso com Zacarias 3: 1 , onde Satanás está à direita de Josué, o sacerdote, para resistir ele, mas Zacarias tinha um bom anjo em pé à sua direita, para encorajá-lo. Alguns pensam que este anjo apareceu vindofora do lugar mais sagrado, o que o levou a ficar no lado direito do altar.

 

  1. Que impressão isso causou em Zacarias ( Lucas 1:12 Lucas 1:12 ): Quando Zacarias o viu, foi uma surpresa para ele, até mesmo para um grau de terror, pois ele estava perturbado, e o medo caiu sobre ele, Lucas 1:12 . Embora ele fosse justo diante de Deus, e irrepreensível em sua conversa, ainda assim ele não poderia ficar sem algumas apreensões ao ver alguém cuja aparência e brilho próximo o tornavam mais que humano. Desde que o homem pecou, ​​sua mente tem sido incapaz de suportar a glória de tais revelações e sua consciência tem medo de más notícias trazidas por eles, mesmo o próprio Daniel não poderia suportá-lo, Daniel 10: 8Lucas 1:12 Daniel 10: 8 . E por essa razão Deus escolhe falar conosco por homens como nós, cujo terror não nos deixará com medo.

 

III A mensagem que o anjo teve que entregar a ele, Lucas 1:13Lucas 1:13 . Ele começou sua mensagem, como os anjos geralmente faziam, com medo , não. Talvez nunca tenha sido o lote de Zacarias que queimou incenso antes e, sendo um homem consciencioso muito sério, podemos supor que ele está cheio de cuidado para fazê-lo bem, e talvez quando viu o anjo ele estava com medo de que ele fosse repreendê-lo por algum erro ou aborto espontâneo "Não", diz o anjo, " não temais que não tenho notícias ruins para trazer-te do céu. Não temais , mas te componha, para que possas com um astral e até espírito receber a mensagem que tenho para te livrar. " Vamos ver o que é isso.

 

  1. As orações que ele freqüentemente fez agora receberão uma resposta de paz: Não temas, Zacarias, porque a tua oração é ouvida. (1) Se ele quer dizer a sua oração particular para que um filho construa sua família, devem ser as orações que ele havia feito anteriormente por essa misericórdia, quando era provável que ele tivesse filhos, mas podemos supor, agora que ele e sua esposa Ambos foram bem atingidos em anos, como haviam feito esperando, então eles tinham feito orando por isso: como Moisés, é suficiente, e eles não falam mais a Deus sobre esse assunto, Deuteronômio 3:26 Deuteronômio 3:26.. Mas Deus, agora, ao dar esta misericórdia, olhará um grande caminho de volta para as orações que ele fez há muito tempo por e com sua esposa, como Isaque por e com o seu, Gênesis 25:21 Gênesis 25:21 . Note, orações de fé são arquivadas no céu, e não são esquecidas, embora a coisa pela qual oram não seja presentemente dada . Orações feitas quando éramos jovens e viemos ao mundo podem ser respondidas quando estamos velhos e saindo do mundo. . Mas, (2) Se ele quer dizer as orações que ele estava fazendo agora,Atos 10:30 , 31e oferecendo-se com seu incenso, podemos supor que aqueles estavam de acordo com o dever de seu lugar, para o Israel de Deus e seu bem-estar, e o cumprimento das promessas feitas a eles com relação ao Messias e à vinda de seu reino: " Esta tua oração é agora ouvida: pois a tua mulher conceberá em breve aquele que é o precursor do Messias. " Alguns dos próprios escritores judeus dizem que o sacerdote, quando queimava incenso, orou pela salvação de todo o mundo e agora que a oração deve ser ouvida. Ou, (3) Em geral, "As orações que tu fazes agora , e todas as tuas orações, são aceitas por Deus, e sobe para um memorial diante dele" (como o anjo disse a Cornélio, quando ele o visitou em oração, Atos 10: 30,31 ) "e este será o sinal de que tu és aceito por Deus, Isabel te dará um filho. " Nota, é muito confortável para orar as pessoas para saberem que suas orações são ouvidas e essas misericórdias são duplamente doce que é dado em resposta à oração.

 

  1. Ele deve ter um filho em sua velhice, por Elisabeth sua esposa, que tinha sido há muito tempo estéril, que pelo seu nascimento, que era ao lado de milagroso, as pessoas poderiam estar preparadas para receber e acreditar em uma virgem de um filho, que foi perfeitamente milagroso. Ele é dirigido que nome dar a seu filho: Chame-o de João, em hebraico Johanan, um nome que muitas vezes encontramos no Antigo Testamento: significa gracioso. Os sacerdotes devem implorar a Deus que ele seja misericordioso ( Malaquias 1: 9 Malaquias 1: 9 ), e deve abençoar o povo, Números 6:25.Números 6:25 Isaías 30:18 , 19 . Zacarias estava agora orando assim, e o anjo diz a ele que sua oração é ouvida, e ele terá um filho, a quem, em sinal de resposta a sua oração, ele chamará Gracioso, ou, o Senhor será misericordioso, Isaías 30 : 18,19 .

 

  1. Este filho será a alegria de sua família e de todas as suas relações, Lucas 1:14 Lucas 1:14 . Ele será outro Isaque, teu riso e alguns pensam que é em parte pretendido em seu nome, João. Ele será uma criança bem - vinda. Tu, por tua parte, terás alegria e alegria. Note, Misericórdias que foram esperadas por muito tempo, quando finalmente chegam, são as mais aceitáveis. "Ele será um filho tal como você terá motivos para se alegrar em muitos pais, se eles pudessem prever o que seus filhos provariam, em vez de regozijar-se com seu nascimento, gostariam que nunca tivessem sidoLucas 1:58 mas vou dizer-te que o teu filho será, e então tu não precisa se alegrar com tremor no seu nascimento, como o melhor deve fazer, mas possas regozijar-se com triunfo para ele." Não, e muitos se alegrarão com o seu nascimento todos as relações da família se regozijarão nela, e todos os seus benquerentes, porque é para a honra e o conforto da família, Lucas 1:58 . Todas as pessoas boas se regozijarão que um casal tão religioso como Zacarias e Isabel tenham um filho, porque eles vão dar-lhe uma boa educação, como, se pode esperar, vai torná-lo uma bênção pública para sua geração. Sim, e talvez muitos se regozijem com um instinto inexplicável, como um presságio dos dias alegres do evangelho Vai introduzir.

 

  1. Este filho será um favorito distinto do Céu, e uma distinta bênção para a terra. A honra de ter um filho não é nada para a honra de ter tal filho.

 

(1) Ele será grande aos olhos do Senhor, os que são grandes na vista de Deus, não aqueles que são assim nos olhos de um mundo vão e carnal. Deus o colocará diante de sua face continuamente, o empregará em sua obra e o enviará a seus recados e isso o tornará verdadeiramente grande e honrado. Ele será um profeta, sim , mais do que um profeta e , por causa disso, todos os que nasceram de mulheres, Mateus 11:11Mateus 11:11 . Ele viverá muito aposentado do mundo, fora da visão dos homens, e, quando ele fizer uma aparição pública, será muito mau, mas ele será muito,ele será grande, aos olhos do Senhor.

 

(2) Ele será nazireu, separado de Deus de tudo o que é poluidor na medida em que, segundo a lei da nazireus, não beberá vinho nem bebida forte - ou melhor, nem vinho velho. nem é novidade para a maioria pensar que a palavra aqui traduzida como bebida forte significa algum tipo de vinho, talvez aqueles que chamamos de vinhos feitos, ou qualquer coisa que seja intoxicante. Ele será, como Sansão foi pelo preceito divino ( Juízes 13: 7 Juízes 13: 7 ), e Samuel pelo voto de sua mãe ( 1 Samuel 1:11 1 Samuel 1:11 ), um nazireu para a vida. É falado como um grande exemplo do favor de Deus para o seu povo que eleAmós 2:11criados de seus filhos para os profetas, e seus jovens para nazaritas ( Amós 2:11 ), como se aqueles que foram projetados para profetas foram treinados sob a disciplina dos nazaritas Samuel e João Batista foram que sugere que aqueles que seriam Eminentes servos de Deus, e empregados em serviços eminentes , devem aprender a viver uma vida de abnegação e mortificação, devem estar mortos para os prazeres dos sentidos e manter suas mentes de tudo o que lhes escurece e perturba.

 

(3) Ele será abundantemente provido e qualificado para aqueles grandes e eminentes serviços aos quais ele será chamado no devido tempo: Ele será cheio do Espírito Santo, mesmo do ventre de sua mãe, e assim que for possível ele parece ter sido assim. Observar, [1] Aqueles que seria preenchido com o Espírito Santo deve ser sóbrio e moderado, e muito moderado no uso de vinho e de bebida forte para que é que ele se encaixa para isso. Não seja embriagado com vinho, mas seja cheio do Espírito, com o qual isso não é consistente, Efésios 5:18 Efésios 5:18 . [2] É possível que as crianças sejam lavradas pelo Espírito Santo, até mesmo do ventre de sua mãe.Isaías 44: 3 Lucas 1: 4 , 5 Atos 10:47João Batista já estava cheio do Espírito Santo, que se apossou de seu coração e um dos primeiros espécimes foi dado, quando ele pulou no ventre de sua mãe de alegria, na aproximação do Salvador e depois apareceu muito cedo. que ele foi santificado. Deus havia prometido derramar o seu Espírito sobre a semente dos crentes ( Isaías 44: 3 ), e o seu primeiro surgimento em uma dedicação de si mesmo com Deus é o fruto disso, Lucas 1: 4,5. Quem, então, pode proibir a água, para que não sejam batizados, pois, por qualquer coisa que conheçamos (e podemos dizer que não mais do adulto, testemunha Simão Magus), recebemos o Espírito Santo tão bem quanto nós e temos as sementes da graça semeadas. seus corações? Atos 10:47 .

 

(4) Ele será o instrumento para a conversão de muitas almas a Deus, e a preparação delas para receber e alimentar o evangelho de Cristo, Lucas 1: 16,17 .Lucas 1:16 , 17

 

[1] Ele será enviado para os filhos de Israel, para a nação dos judeus, para quem o Messias também foi enviado pela primeira vez , e não para os gentios de toda a nação, e não a família dos sacerdotes apenas, com que, apesar de ele próprio ser da mesma família, não achamos que ele tivesse alguma intimidade ou influência em particular.

 

[2] Ele deve ir diante do Senhor seu Deus, isto é, diante do Messias, a quem eles devem esperar ser, não seu rei, no sentido em que eles comumente o tomam, um príncipe temporal para sua nação, mas seu Senhor e seu Deus, para governar e defender, e servi-los de maneira espiritual por sua influência em seus corações. Tomé sabia disso, quando disse a Cristo, meu Senhor e meu Deus, melhor do que Natanael, quando disse: Rabi, tu és o rei de Israel. João deve ir antes dele, um pouco antes dele, para dar aviso de sua abordagem, e para preparar as pessoas para recebê-lo.

 

[3] Ele irá no espírito e poder de Elias. Isto é, Primeiro, Ele deve ser um homem como Elias, e fazer o trabalho que Elias fez, - como ele, pregar a necessidade de arrependimento e reforma a uma época muito corrupta e degenerada - será, como seja ousado e zeloso em reprovar o pecado e testemunhar contra ele mesmo no maior, e ser odiado e perseguido por ele por Herodes e seus Herodias, como Elias foi por Acabe e sua Jezabel. Ele será levado em sua obra, como Elias, por um espírito e poder divino , que coroará seu ministério com êxito maravilhoso. Como Elias foi antes dos profetas escritores do Antigo Testamento, e fez como se fosseintroduzindo naquele período de sinal da dispensação do Antigo Testamento por meio de uma pequena escrita sua ( 2 Crônicas 21:12 2 Crônicas 21:12 ), assim João Batista foi antes de Cristo e seus apóstolos, e introduziu a dispensação do evangelho pregando a substância da doutrina do evangelho e dever, Arrependa-se, com um olho para o reino dos céus. Em segundo lugar, Ele será aquela mesma pessoa que foi profetizada por Malaquias sob o nome de Elias ( Malaquias 4: 5 ), que deve ser enviada antes da vinda do dia do Senhor. Eis que te envio um profeta, Elias,Malaquias 4: 5 não Elias, o tibita (como a LXX o leu de forma corrupta, para favorecer as tradições dos judeus), mas um profeta no espírito e poder de Elias, como o anjo aqui expõe.

 

[4] Ele deve converter muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus, deve inclinar seus corações para receber o Messias, e lhe oferecer boas vindas, despertando-os para um senso de pecado e um desejo de justiça. O que quer que tenha a tendência de nos desviar da iniqüidade, como a pregação eo batismo de João, nos converterá a Cristo como nosso Senhor e nosso Deus, para aqueles que pela graça são forçados a livrar-se do jugo do pecado, isto é, o domínio do pecado. o mundo e a carne logo serão persuadidos a tomar sobre eles o jugo do Senhor Jesus.

 

[5.] Por meio dele ele deve converter os corações dos pais aos filhos, isto é, dos judeus para os gentios ajudará a conquistar os preconceitos enraizados que os judeus têm contra os gentios, o que foi feito pelo evangelho, até onde como prevaleceu, e foi começado a ser feito por John Baptist, que veio para uma testemunha, que através dele poderia acreditar, quem batizou e ensinou soldados romanos assim como fariseus judeus, e quem curou o orgulho e a confiança daqueles judeus que glorificado em ter Abraão a seu pai, e disse-lhes que Deus das pedras levantaria filhos para Abraão ( Mateus 3: 9Mateus 3: 9 ), o que tenderia a curarsua inimizade aos gentios. Dr. Lightfoot observa: É o uso constante dos profetas falar da igreja dos gentios como crianças para a igreja judaica, lx. 4,9 lxii. 5 lxvi. 12. Quando os judeus que abraçaram a fé de Cristo foram levados a se unir em comunhão com os gentios que o fizeram também, então o coração dos pais foi voltado para os filhos. E ele converterá o desobediente à sabedoria dos justos, isto é, introduzirá o evangelho, pelo qual os gentios, que agora são desobedientes, serão transformados, não tanto para seus pais, os judeus, mas para a fé de Cristo, aqui chamado a sabedoria dos justos, em comunhão com os judeus crentes ou assim, Ele deveTransformar os corações dos pais aos filhos, isto é, os corações dos velhos e dos jovens, será fundamental para que alguns de cada idade sejam religiosos, trabalhem uma grande reforma na nação judaica, para tirá-los de um ritual. a religião tradicional na qual ela descansou, e trazê-los à piedade substancial e séria : e o efeito disto será, que as inimizades serão mortas e as discórdias feitas para cessar e elas estão em desacordo, estando unidas em seu batismo, serão melhor conciliado um ao outro. Isto concorda com o relato de Josefo de João Batista, Antiq.18. 117-118. "Que ele era um homem bom, e ensinou aos judeus o exercício da virtude, em piedade para com Deus, e justos uns para com os outros, e que eles deveriam se reunir e se unir no batismo." E ele disse: "O povo reuniu-se após ele e ficou extremamente satisfeito com sua doutrina". Assim, ele converteu os corações de pais e filhos a Deus e uns aos outros, transformando os desobedientes na sabedoria dos justos. Observe, Primeiro, a verdadeira religião é a sabedoria dos homens justos, em distinção da sabedoria do mundo. É tanto nossa sabedoria quanto nosso dever ser religioso há tanto eqüidade e prudência nela. Em segundo lugar, não é possível, mas aqueles que foram incrédulos e desobediente pode ser voltado para a sabedoria da graça divina justa pode conquistar a maior ignorância e preconceito. Em terceiro lugar, o grande desígnio do evangelho é trazer as pessoas para casa, para Deus, e aproximá-las umas das outras, e nesta missão João Batista é enviado. Na menção que é feita duas vezes de seu povo que gira , parece haver uma alusão ao nome do Tishbite, que é dado a Elias, que, alguns pensam, não denota o país ou cidade que ele era, mas tem um significação apelativa, e, portanto, o tornar Elijah o conversor, um que foi muito empregado e muito bem sucedido, em conversão de trabalho. O Elias do Novo Testamento é, portanto, dito para transformar ou converter muitos para o Senhor seu Deus.

 

[6] Com isso ele deve preparar um povo preparado para o Senhor, deve dispor as mentes das pessoas para receber a doutrina de Cristo, para que assim eles possam estar preparados para o conforto de sua vinda. Nota: Primeiro, tudo o que deve ser dedicado ao Senhor e feito feliz nele, deve primeiro ser preparado e preparado para ele. Devemos estar preparados pela graça neste mundo para a glória no outro, pelos terrores da lei para o conforto do evangelho, pelo espírito de escravidão pelo Espírito de adoção. Em segundo lugar,Nada tem uma tendência mais direta de preparar as pessoas para Cristo do que a doutrina do arrependimento recebida e submetida. Quando o pecado é assim doloroso, Cristo se tornará muito precioso.

 

  1. A incredulidade de Zacarias da predição do anjo, e a repreensão a que ele foi submetido por essa incredulidade. Ele ouviu tudo o que o anjo tinha a dizer, e deveria ter abaixado a cabeça e adorado ao Senhor, dizendo: Seja ao teu servo segundo a palavra que disseste, mas não foi assim. Nós somos aqui contados,

 

  1. O que sua incredulidade falou, Lucas 1:18 Lucas 1:18 . Ele disse ao anjo: Por onde eu saberei isto? Esta não foi uma petição humilde para a confirmação de sua fé, mas uma objeção irreverente contra o que foi dito a ele como completamente incrível, como se ele dissesse: "Eu nunca posso ser levado a acreditar nisso". Ele não podia deixar de perceber que era um anjo que falava com ele a mensagem entregue, tendo referência às profecias do Antigo Testamento, carregava muitas de suas próprias evidências junto com ele. Há muitos casos no Antigo Testamento daqueles que tinham filhos quando eram velhos, mas ele não pode acreditar que ele terá este filho da promessa: " Porque eu sou um homem velho, e minha esposa não somente tem sido todos os seus dias estéril , mas agora está bemRomanos 4:19 , 20atingido em anos, e não é provável que alguma vez tenha filhos. "Portanto, ele deve ter um sinal dado a ele, ou ele não acreditará. Embora a aparência de um anjo, que há muito tempo estava em desuso na igreja, fosse sinal suficiente, embora ele tivesse este aviso dado a ele no templo, o lugar dos oráculos de Deus, onde ele tinha razão para pensar que nenhum anjo mau seria permitido vir, embora tenha sido dado a ele quando ele estava orando, e queimando incenso, e apesar de uma firme crença daquele grande princípio de religião de que Deus tem um poder todo-poderoso, e com ele nada é impossível, o que não devemos apenas saber, mas ensinar aos outros, foi o suficiente para silenciar todas as objeções - ainda, considerando seu próprio corpo e sua esposa é demais, ao contrário de um filho de Abraão, eledesconcertado com a promessa, Romanos 4: 19,20 .

 

  1. Como sua incredulidade foi silenciada, e ele silenciou por isso.

 

(1.) O anjo pára sua boca, por afirmar sua autoridade. Ele pergunta: Por que eu saberei disso? Que ele saiba disso, eu sou Gabriel, Lucas 1:19 Lucas 1:19 . Ele coloca seu nome em sua profecia, como se fosse assiná-lo com sua própria mão, teste meipso - tome minha palavra para isso. Anjos algumas vezes se recusaram a dizer seus nomes, como Manoá e sua esposa, mas seu anjo prontamente diz: Eu sou Gabriel, que significa o poder de Deus, ou o poderoso de Deus,Daniel 8:16 , 9 : Ester 1:14insinuando que o Deus que o disse diga isto pôde fazer isto bom. Ele também se faz conhecido por esse nome para lembrá-lo dos avisos da vinda do Messias enviados a Daniel pelo homem Gabriel, Daniel 8: 16,9: 21 . " Eu sou o mesmo que foi enviado então, e sou enviado agora em busca da mesma intenção." Ele é Gabriel, que está na presença de Deus, um assistente imediato no trono de Deus. Os primeiros ministros de estado no tribunal persa são descritos por isso, que eles viram a face do rei, Ester 1:14 . "Embora agora eu esteja falando contigo aqui, ainda estou na presença de Deus. Eu sei que o olho dele está em cima de mim, e não me atrevo a dizer mais do que tenho a garantia de dizer. Mas eu declaro que sou enviado para falar contigo, enviado de propósito para te mostrar estas boas novas, as quais, sendo tão bem merecedor de toda aceitação, deves ter recebido alegremente.

 

(2.) O anjo para a boca dele realmente, exercendo o poder dele: "Para que você não objeta mais, eis que você será mudo, Lucas 1:20 Luke 1:20 . Se você tiver um sinal para o apoio de thy fé, seja tal homem que será a punição de tua incredulidade, não poderás falar até o dia em que estas coisas se cumpram . " Lucas 1:20 . Tu serás ambos mudo e surdo a mesma palavra significa ambos, e é claro que ele perdeu a audição dele assim como o seu discurso, para os amigos dele fez sinais para ele ( Luke 1:62 ), como também ele para eles, Luke 1:22Lucas 1:20 Lucas 1:62 Lucas 1:22. Agora, ao golpeá-lo mudo, [1.] Deus lidou justamente com ele, porque ele havia objetado contra a palavra de Deus. Por isso podemos aproveitar a ocasião para admirar a paciência de Deus e sua tolerância para com nós, que nós, que freqüentemente falamos à sua desonra, não ficamos mudo, como Zacarias foi, e como havíamos sido se Deus tivesse lidado conosco segundo aos nossos pecados. [2] Deus tratou gentilmente com ele, e muito terna e graciosamente. Pois, Primeiro, Ele impediu que ele falasse mais palavras desconfiadas e desconfiadas. Se ele pensou mal e não colocou as mãos sobre a boca, nem o manteve como um freio, Deus o fará. É melhor não falar nada do que falar maliciosamente. Em segundo lugar, assim ele confirmou sua fé e, por ser incapacitado de falar, ele está habilitado a pensar melhor. Se pelas repreensões estamos por nossos pecados, somos levados a dar mais crédito à palavra de Deus, não temos razão para nos queixar deles. Em terceiro lugar, Assim , ele foi impedido de divulgar a visão e gabar-se dela, o que de outro modo teria sido capaz de fazer, ao passo que ela foi projetada para o presente ser apresentada como um segredo para ele. Em quarto lugar, foi uma grande misericórdia que as palavras de Deus fossem cumpridas em sua época, apesar de sua desconfiança pecaminosa. A incredulidade do homem não fará as promessas de Deus sem efeito,eles devem ser cumpridas a seu tempo, e ele não permanecerá para sempre mudo, mas somente até o dia em que estas coisas devem ser realizadas, e, em seguida, os teus lábios devem ser abertos, para que a tua boca pode manifestar o louvor de Deus. Assim, embora Deus castigue a iniqüidade de seu povo com a vara, mas sua bondade amorosa ele não irá tirar.

 

  1. O retorno de Zacarias ao povo, e finalmente à sua família, e a concepção deste filho prometido, o filho de sua velhice.

 

  1. O povo estava calado, esperando que Zacarias saísse do templo, porque ele deveria pronunciar a bênção sobre eles em nome do Senhor e, embora ele tenha ficado além do tempo normal, ainda assim eles não o fizeram, como é muito comum em Congregações cristãs, se apressam sem a bênção, mas esperaram por ele, maravilhados por ele ter demorado tanto tempo no templo, e temerem que algo estivesse errado, Lucas 1:21Lucas 1:21 .

 

  1. Quando ele saiu, ficou sem palavras, Lucas 1:22Lucas 1:22 . Ele agora deveria ter dispensado a congregação com uma bênção, mas era mudo e incapaz de fazê-lo, para que as pessoas pudessem esperar o Messias, que pode comandar a bênção, que de fato abençoa e em quem todas as nações a terra é abençoada. Sacerdócio de Aaron está agora prestes a ser silenciada e posta de lado, para abrir caminho para o trazer em de uma melhor esperança.

 

  1. Ele fez uma mudança para dar-lhes a entender que ele tinha visto uma visão, por alguns sinais terríveis que ele fez, pois ele acenou para eles, e permaneceu mudo, Lucas 1:22Lucas 1:22 . Isso representa para nós a fraqueza e a deficiência do sacerdócio levítico, em comparação com o sacerdócio de Cristo e a dispensação do evangelho. O Antigo Testamento fala por sinais, nos dá algumas sugestões de coisas divinas e celestiais, mas imperfeito e incerto, acena para nós, mas permanece sem palavras. É o evangelho que nos fala articuladamente, e nos dá uma visão clara daquilo que o Antigo Testamento foi visto através de um vidro sombriamente.

 

  1. Ele aguentou os dias de sua ministração , pois sua sorte era queimar incenso, ele podia fazer isso, embora ele fosse burro e surdo. Quando não podemos realizar o serviço de Deus tão bem como, no entanto, se o fizermos da melhor maneira possível, Deus aceitará a nós nele.

 

Versos 26-38

O nascimento de Cristo predito.

26 E no sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, 27 a uma virgem desposada com um homem cujo nome era José, da casa de Davi, e o nome da virgem era Maria. 28 E o anjo veio a ela e disse: Salve, tu que é altamente favorecido, o Senhor é contigo: bendita és tu entre as mulheres. 29 E quando ela o viu ,ela estava preocupada com o que ele dizia, e imaginou que tipo de saudação deveria ser. 30 E o anjo lhe disse: Não temas, Maria, porque achaste graça diante de Deus. 31 E eis que tu conceberás em teu ventre, e dar à luz um filho, e chamarás o seu nome JESUS. 32Ele será grande e será chamado o Filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; 33e reinará sobre a casa de Jacó para sempre, e do seu reino não terá fim. . 34Então disse Maria ao anjo: Como será isso, visto que não conheço homem algum? 35 E o anjo respondeu e disse-lhe: O Espírito Santo virá sobre ti, e o poder do Altíssimo fará sombra sobre ti; por isso também aquele santo que há de nascer de ti será chamado Filho de Deus. 36 E, eis que tua prima Elisabeth também concebeu um filho em sua velhice; e este é o sexto mês com ela, que era chamada estéril. 37 Pois para Deus nada será impossível. 38 E Maria disse: Eis que a serva do Senhor seja-me para mim segundo a tua palavra. E o anjo se apartou dela.

 

Nós temos aqui um aviso dado a nós de tudo o que é adequado que devemos saber sobre a encarnação e concepção de nosso abençoado Salvador, seis meses após a concepção de João. O mesmo anjo, Gabriel, que foi empregado em dar a conhecer a Zacarias o propósito de Deus concernente ao seu filho, é empregado nisto também por isto, a mesma gloriosa obra de redenção, que foi iniciada naquilo , é levada adiante. Como os anjos maus não são nenhum dos redimidos, tão bons anjos não são nenhum dos redentores, mas são empregados pelo Redentor como mensageiros, e vão alegremente em suas missões, porque são humildes servos de seu Pai, e os amigos e amigos de seus filhos bem intencionados.

 

  1. Temos aqui um relato sobre a mãe de nosso Senhor, de quem ele nasceria, a quem, embora não devamos orar, devemos louvar a Deus.

 

  1. Seu nome era Maria, o mesmo nome com Miriã, a irmã de Moisés e Arão, o nome significa exaltado, e uma grande elevação era para ela, de fato, ser assim favorecida acima de todas as filhas da casa de Davi.

 

  1. Ela era filha da família real, descendia diretamente de Davi, e ela mesma e todas as suas amigas sabiam disso, pois ela se enquadrava no título e caráter da casa de Davi, embora fosse pobre e pobre no mundo e ela foi capacitada pela providência de Deus e pelos cuidados dos judeus, para preservar suas genealogias, para torná-la visível, e enquanto a promessa do Messias fosse cumprida, valeria a pena ser mantida apenas para aqueles que agora são abatidos. no mundo, ter descido de pessoas de honra, não vale a pena mencionar.

 

  1. Ela era uma virgem, pura, sem espinhas, mas adotada como uma das ações da realeza, como ela, no entanto, de baixa renda, de modo que, em ambos os casos, havia (como deveria estar) uma igualdade entre eles. seu nome era José, e ele também era da casa de Davi, Mateus 1:20Mateus 1:20 . A mãe de Cristo era virgem, porque ele não nasceria de geração ordinária, mas milagrosamente era necessário que ele fosse assim, embora ele devesse participar da natureza do homem, mas não da corrupção dessa natureza; ele nasceu de uma virgem desposada,feito para se casar, e contraído, para honrar o estado de casado, para que isso não fosse levado ao desprezo (que era uma ordenança na inocência) pelo nascimento do Redentor de uma virgem.

 

  1. Ela morava em Nazaré, uma cidade da Galiléia, um canto remoto do país, e sem reputação de religião ou erudição, mas que beirava os gentios e, portanto, era chamada de Galiléia dos Gentios. Cristo, tendo suas relações ali residentes, sugere favor em reserva para o mundo gentio. E o Dr. Lightfoot observa que Jonas era de nascimento um galileu, e Elias e Eliseu eram muito versados ​​na Galiléia, que eram todos profetas famosos dos gentios. O anjo foi enviado para ela de Nazaré. Nota: Nenhuma distância ou desvantagem de lugar será um prejuízo àqueles para quem Deus tem favorecido. O anjo Gabriel leva sua mensagem tão alegremente a Maria e Nazaré na Galiléia quanto a Zacarias no templo em Jerusalém.

 

  1. O endereço do anjo para ela, Lucas 1:28Lucas 1:28 . Não nos é dito o que ela estava fazendo, ou como empregada, quando o anjo veio até ela, mas ele a surpreendeu com esta saudação, Salve, você é altamente favorecida. Isto pretendia elevar nela, 1. Um valor para ela e, embora seja muito raro que qualquer necessidade de ter alguma faísca acertasse em seu peito com tal desígnio, contudo em alguns, que gostam de Mary pore só em seu estado baixo, há ocasião para isso. 2. Uma expectativa de grandes novidades, não do exterior, mas de cima. O céu projeta, sem dúvida, favores incomuns para alguém a quem um anjo faz tribunal com tanto respeito, Salve tu, chapeie -Regozija-te tu era a forma usual de saudação expressa uma estima dela, e boa vontade para ela e sua prosperidade.

 

(1) Ela é digna: "Tu és altamente favorecida. Deus, em sua escolha de ti para ser a mãe do Messias, colocou uma honra sobre ti própria para ti, acima daquela de Eva, que era a mãe de todos vivendo. "o Latin vulgar traduz esta gratia plena - cheia de graça, e daí reúne que ela tinha mais das graças inerentes do Espírito do que nunca qualquer teve enquanto é certo que este evidencia nenhum outro do que a favor singular feito ela em preferindo-a a conceber e levar nosso abençoado Senhor, uma honra que, uma vez que ele era a semente da mulher, alguma mulher deve ter, não por mérito pessoal, mas puramente por amor da graça livre, e ela é lançada.Mesmo assim, Pai, porque pareceu bem para ti.

 

(2) Ela tem a presença de Deus com ela: " O Senhor é contigo, embora pobre e mau, e talvez agora prevendo como conseguir sustento e manter uma família no estado de casado". O anjo com esta palavra elevou a fé de Gideão ( Juízes 6:12 Juízes 6:12 ): O Senhor é contigo. Nada é para ser desesperado, não o desempenho de qualquer serviço, não a obtenção de qualquer favor, embora sempre tão grande, se tivermos Deus conosco. Esta palavra pode colocá-la em mente do Emanuel, Deus conosco, que uma virgem conceberá e dará ( Isaías 7:14 ), e por que não ela?Isaías 7:14

 

(3) Ela tem a bênção de Deus sobre ela: " Bem-aventurada és tu entre as mulheres, não somente serás explicada pelos homens, mas serás assim. Tu que é tão altamente favorecido neste caso, pode esperar em outras coisas seja abençoada. "Ela mesma explica isso ( Lucas 1:48 Lucas 1:48 ), Todas as gerações me chamarão abençoado. Compare-o com o que Débora disse de Jael, outro que foi a glória de seu sexo ( Juízes 5:24 ), Bendita seja ela acima das mulheres na tenda.Juízes 5:24

 

III A consternação em que ela estava, neste endereço ( Lucas 1:29Lucas 1:29 ). Quando ela o viu, e as glórias com as quais ele estava cercado, ela ficou perturbada com a visão dele, e muito mais com suas palavras. Se ela fosse uma jovem orgulhosa e ambiciosa, que visasse alto e se lisonjeasse com a expectativa de grandes coisas no mundo, teria ficado satisfeita com o que ele dissera, teria ficado satisfeita com isso e (já que temos motivos para acho que ela era uma mulher jovem de muito bom senso) teria uma resposta pronta, significando tanto: mas, ao invés disso, ela está confusa com isso, como não consciente de si mesma de qualquer coisa que seja merecida ou prometia coisas tão maravilhosas e ela imaginou que tipo de saudação deveria ser. Foi do céu ou dos homens? Foi para diverti-la? foi para enlaçá-la? foi para brincar com ela? ou havia algo substancial e pesado nisso? Mas, de todos os pensamentos que ela tinha a respeito de que tipo de saudação deveria ser, creio que ela não tinha a menor idéia de ser alguma vez pretendida ou usada para uma oração, como é, e tem sido, por muitas eras, as idades corruptas, degeneradas e anti-cristãs da igreja, e dez vezes repetidas para a oração do Senhor uma vez que é na igreja de Roma. Mas sua consideração nesta ocasião dá uma sugestão muito útil aos jovens de seu sexo, quando lhes são endereçados, para considerar eem suas mentes, que tipo de saudações são, de onde vêm e qual é sua tendência, para que possam recebê-las de acordo e sempre ficar de guarda.

 

  1. A mensagem em si que o anjo tinha que entregar a ela. Algum tempo o anjo lhe dá uma pausa , mas, observando que isso apenas aumentou sua perplexidade, ele continuou com sua missão, Lucas 1:30Lucas 1:30 . Ao que ele disse que ela não respondeu, ele confirma: " Não tema, Maria, não tenho outra intenção senão assegurar-te de que encontraste graça diante de Deus mais do que tu pensas, pois há muitos que pensam que são mais favorecido com Deus do que realmente são. " Note que aqueles que encontraram favor com Deus não devem dar lugar a medos desconfiados e inquietantes. Deus te favorece? Não temais, embora o mundo desaprove em ti. Ele é para ti? Não importa quem seja contra ti.

 

  1. Embora ela é uma virgem, ela terá a honra de ser uma mãe: " tu conceberás em teu ventre e dar à luz um filho, e terás um a nomeação dele ás o nome de Jesus, " Lucas 1:31 Lucas 1 : 31 . Era a sentença sobre Eva, que, embora ela devesse ter a honra de ser a mãe de todos os viventes, ainda assim essa mortificação será um alívio para essa honra, que seu desejo será para seu marido, e ele a governará, Gênesis 3:16 . Mas Maria tem a honra sem o allay.Gênesis 3:16

 

  1. Embora ela viva na pobreza e obscuridade, ainda assim ela terá a honra de ser a mãe do Messias, seu filho será nomeado Jesus - um Salvador, tal como o mundo precisa, ao invés de um como os judeus esperam .

 

(1.) Ele estará muito próximo do mundo superior. Ele será grande, verdadeiramente grande, incontestavelmente grande, porque será chamado o Filho do Altíssimo, o Filho de Deus que é o mais elevado da mesma natureza, como o filho é da mesma natureza com o pai e muito querido por ele. como o filho é para o pai. Ele será chamado, e não será erroneamente chamado, o Filho do Altíssimo, pois ele mesmo é Deus sobre todos, abençoado para sempre, Romanos 9: 5 Romanos 9: 5 . Note, Aqueles que são os filhos de Deus, embora apenas por adoção e regeneração, são verdadeiramente grandes,1 João 3: 1 , 2e, portanto, estão preocupados em ser muito bom, 1 João 3: 1,2 .

 

(2) Ele será muito altamente preferido no mundo inferior porque, embora nascido sob as circunstâncias mais desvantajosas possíveis, e aparecendo na forma de um servo, ainda assim o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi, Lucas 1:32 Lucas. 1:32 . Ele coloca em mente que ela era da casa de David e que, portanto, uma vez que nem a lei Salique, nem o direito de primogenitura, ocorreu no âmbito do seu trono, não era impossível, mas que ela poderia trazer um herdeiro para isso, e, portanto, poderia mais facilmente acreditar quando lhe foi dito por um anjo do céu que ela deveriaProvérbios 27:24fazê-lo, que após o cetro havia sido partiu daquela família antiga e honrosa deve agora no retorno comprimento a ele novamente, para permanecer nele, não por sucessão, mas na mesma mão para a eternidade. Seu povo não lhe dará esse trono, não reconhecerá seu direito de governá-lo, mas o Senhor Deus lhe dará o direito de governá-lo e colocá-lo como seu rei no santo monte de Sião. Ele garante a ela, [1.] Que o seu reino será espiritual: ele reinará sobre a casa de Jacó, não Israel de acordo com a carne,pois eles não entraram em seus interesses nem continuaram por muito tempo um povo, portanto, deve ser um reino espiritual , a casa de Israel de acordo com a promessa, que ele deve governar. [2] Para que seja eterno: reinará para todo o sempre, e para o seu reino não haverá fim, como houve muito tempo desde o reinado temporal da casa de Davi, e em breve pertenceria ao estado de Israel. Outras coroas perduram não a cada geração, mas a de Cristo, Provérbios 27:24 . O evangelho é a última dispensação, não devemos procurar outro.

 

  1. A informação adicional dada a ela, após a sua investigação sobre o nascimento deste príncipe.

 

  1. É uma indagação justa que ela faz: " Como será isto? Lucas 1:34Lucas 1:34 . Como posso agora conceber uma criança agora" (pois assim o anjo quis dizer) "quando eu não conheço um homem , portanto, deve ser de outra forma do que por geração comum? Se sim, deixe-me agora como? "Ela sabia que o Messias deve nascer de uma virgem e, se ela deve ser sua mãe, ela deseja saber como. Esta não era a linguagem da sua desconfiança, ou qualquer dúvida do que o anjo disse, mas do desejo de ser mais instruído.

 

  1. É uma resposta satisfatória que é dada a ele, Lucas 1:35Lucas 1:35 . (1) Ela deve conceber pelo poder do Espírito Santo, cuja devida obra e ofício é santificar e , portanto, santificar a virgem para este propósito. O Espírito Santo é chamado de poder do Altíssimo. Ela pergunta como isso será? Isso é o suficiente para ajudá-la a superar todas as dificuldades que nela aparecem, pois um poder divino a empreenderá, não o poder de um anjo empregado nela, como em outras obras de admiração, mas o poder do próprio Espírito Santo .

 

(2.) Ela deve não faz perguntas sobre a forma ea maneira como ele deve ser feito para o Espírito Santo, como o poder do Altíssimo, deve ofuscar a ela, como a nuvem cobriu o tabernáculo, quando a glória de Deus tomou posse dela , para escondê-lo daqueles que curiosamente observariam os movimentos dele e se intrometeriam no mistério dele. A formação de todo bebê no ventre, e a entrada do espírito de vida nele, é um mistério na natureza, ninguém conhece o caminho do espírito, nem como os ossos são formados no ventre dela que está grávida, Eclesiastes 11: 5 Eclesiastes 11: 5 . Fomos feitos em segredo, Salmo 139: 15,16Salmo 139: 15 , 16 1 Timóteo 3:16 Jeremias 31:22 . Muito mais foi a formação do menino Jesus um mistério sem controvérsia, grande era o mistério da piedade, Deus manifesto na carne, 1 Timóteo 3:16 . É uma coisa nova criada na terra ( Jeremias 31:22 ), sobre a qual não devemos desejar ser sábios acima do que está escrito.

 

(3) A criança ela conceberá é uma coisa santa e , portanto, não deve ser concebida por geração ordinária, porque ele não deve compartilhar da corrupção comum e poluição da natureza humana. Ele é falado enfaticamente, Que Coisa Sagrada, como nunca foi e ele será chamado o Filho de Deus, como o Filho do Pai pela geração eterna, como uma indicação de que ele será agora formado pelo Espírito Santo no presente concepção. Sua natureza humana deve ser produzida dessa maneira, como deveria ser o que deveria ser levado em união com a natureza divina.

 

  1. Foi um encorajamento adicional para sua fé ser informada de que sua prima Elisabeth, embora atingida em anos, estava grávida, Lucas 1:36 Lucas 1:36 . Aqui está uma era de maravilhas começando e, portanto, não se surpreenda: aqui está uma entre suas próprias relações verdadeiramente grande, embora não tão grande quanto isso, é comum que Deus avance em maravilhas operantes. Obras maiores do que estas fareis. Embora Isabel fosse, do lado paterno, das filhas de Arão ( Lc 1: 5 ), ainda que do lado materno ela pudesse ser da casa de Davi, pois aquelas duas famílias freqüentemente se casavam, como um serio da união dos filhos. realeza e do sacerdócio do Messias.Lucas 1: 5 Lucas 1:37 Romanos 4:20 , 21Este é o sexto mês com ela que foi chamado de estéril. Isso sugere, como o Dr. Lightfoot pensa, que todas as ocorrências no Antigo Testamento de crianças que tinham sido estéreis por muito tempo, que estavam acima da natureza, foram projetadas para preparar o mundo para a crença de uma virgem portadora de um filho. contra a natureza. E, portanto, mesmo no nascimento de Isaque, Abraão viu o dia de Cristo, previu tal milagre no nascimento de Cristo. O anjo assegura Maria disso, para encorajar sua fé, e conclui com essa grande verdade, de certeza indubitável e uso universal, pois para Deus nada será impossível ( Lucas 1:37).), e, se nada, então não isso. Abraão, portanto, não cambaleou com a crença da promessa divina, porque ele era forte em sua crença no poder divino, Romanos 4: 20,21 . Nenhuma palavra de Deus deve ser incrível para nós, desde que nenhuma obra de Deus seja impossível para ele.

 

  1. Sua aquiescência na vontade de Deus a respeito dela, Lucas 1:38Lucas 1:38 . Ela é dona de si mesma: 1. Uma pessoa crente sujeita à autoridade divina: " Eis a serva do Senhor. Senhor, eu estou a vosso serviço, à tua disposição, para fazer o que me ordenas." Ela não objeta o perigo de estragar seu casamento e manchar sua reputação, mas deixa a questão com Deus e se submete inteiramente à sua vontade. 2. Um expectante crente do favor divino. Ela não está apenas contente de que assim seja, mas humildemente deseja que assim seja: seja para mim segundo a tua palavra. Como um favor como este, não era para ela se insultar, ou ser indiferente ae pelo que Deus prometeu, ele será procurado atépela oração devemos colocar nosso amém, ou assim seja, à promessa. Lembra-te, e faz a tua palavra ao teu servo, sobre o qual me fizeste esperar. Devemos, como Mary aqui, guiar nossos desejos pela palavra de Deus, e moído nossas esperanças sobre ele. Seja para mim segundo a tua palavra , e não o contrário.

 

Então, o anjo partiu dela depois de ter completado o recado que ele foi enviado, ele retornou, para dar conta disso, e receber novas instruções. O inverso com os anjos sempre foi uma coisa passageira, e logo será constante e permanente no futuro. Geralmente se supõe que neste exato momento a virgem concebeu, pelo poder ofuscante do Espírito Santo: mas, sendo a escritura silenciosa em relação a ela, não nos torna curiosos, e muito menos positivos.

 

Versículos 39-56

A Entrevista de Maria e Elisabeth A Canção de Maria.

39 E naqueles dias Maria se levantou e foi apressadamente à região montanhosa, a uma cidade de Judá 40 E entrou em casa de Zacarias, e saudou a Isabel. 41 E sucedeu que, quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criancinha saltou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42E ela falou em alta voz, dizendo: Bendita és tu entre as mulheres, e bem - aventurado é o fruto do teu ventre. 43 E de onde vem isto para mim que a mãe do meu Senhor venha a mim? 44 Pois eis que, desde que a voz da tua saudação soou aos meus ouvidos, a criancinha saltou de alegria no meu ventre. 45 E abençoado éela que acreditou: para lá será um desempenho daquelas coisas que foram ditas a ela do Senhor. 46 E Maria disse: A minha alma engrandece ao Senhor, 47 e o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador. 48 Pois ele tem considerado o baixo estado de sua serva: pois eis que daqui por diante todas as gerações me chamarão bem-aventurada. 49 Porque o que é poderoso, me fez grandes coisas e santo é o seu nome. 50 E a sua misericórdia é sobre aqueles que o temem de geração em geração. 51Ele mostrou força com o braço, ele espalhou os orgulhosos na imaginação de seus corações. 52De derrubou os poderosos de seusassentos, e exaltou-os de baixo grau. 53Ele encheu o faminto de coisas boas e os ricos ele enviou vazios. 54Ele holpenou a Israel, seu servo, em lembrança da sua misericórdia 55 Como falou a nossos pais, a Abraão e à sua descendência para sempre. 56 E Maria ficou com ela cerca de três meses e voltou para sua casa.

 

Temos aqui uma entrevista entre as duas mães felizes, Elisabeth e Mary: o anjo, dando a Maria o favor dado a sua prima Elisabeth ( Lucas 1:36Lucas 1:36 ), deu ocasião para isso e às vezes pode ser um melhor serviço. que pensamos em reunir pessoas boas, comparar notas. Aqui está,

 

  1. A visita que Maria fez a Elisabeth. Maria era a mais nova e mais nova com a criança e, portanto, se eles deveriam se reunir, era melhor que Maria fizesse a viagem, não insistindo na preferência que a maior dignidade de sua concepção lhe dava, Lucas 1:39 Lucas 1:39 . Ela se levantou e deixou seus assuntos para atender a essa questão maior: naqueles dias, naquele tempo (como é comumente explicado, Jeremias 33: 15,50: 4 ), em um dia ou dois depois que o anjo a visitava, Levando algum tempo primeiro, como se supõe, por sua devoção, ou melhor, apressando-se até a casa da prima, onde ela teria mais lazer e melhor ajuda, na família de um padre. Ela foi, meta spoudesJeremias 33:15 , 50 : Josué 21:10 , 11- com cuidado, diligência e expedição, não quando os jovens costumam ir para o exterior e visitar seus amigos, para se divertir , mas para se informar : ela foi para uma cidade de Judá na região montanhosa que não tem nome, mas comparando a descrição disto aqui com Josué 21: 10,11 , parece ser Hebron, para o que é dito que está na região montanhosa de Judá, e pertencer aos sacerdotes, os filhos de Arão para lá Maria se apressou, embora Foi uma longa jornada, algumas dezenas de quilômetros.

 

  1. O Dr. Lightfoot oferece uma conjectura de que ela deveria conceber o nosso Salvador lá em Hebron, e talvez tenha-lhe sido tão intimada pelo anjo, ou de algum outro modo e, portanto, ela fez tanta pressa para lá. Ele acha provável que Shiloh, da tribo de Judá, e a semente de Davi, devam ser concebidosem uma cidade de Judá e de Davi, como ele nasceu em Belém, outra cidade que lhes pertencia. Em Hebron a promessa foi dada a Isaque, a circuncisão foi instituída. Aqui (diz ele) Abraão teve sua primeira terra, e Davi sua primeira coroa: aqui estavam enterrados os três casais, Abraão e Sara, Isaque e Rebeca, Jacó e Lia e, como antigüidade, Adão e Eva. Ele pensa, portanto, que se encaixa singularmente com a harmonia e o consentimento que Deus usa em suas obras para que a promessa comece a acontecer pela concepção do Messias, mesmo entre aqueles patriarcas a quem foi dada. Não vejo nenhuma improbabilidade na conjectura, mas acrescente isto para o apoio dela, que Elisabeth disse ( Lucas 1:45Lucas 1:45 ), Haverá uma performance como se ainda não tivesse sido realizado, mas deveria ser realizado lá.

 

  1. É geralmente suposto que ela foi para lá para a confirmação de sua fé pelo sinal que o anjo lhe deu, seu primo está grávida e para se alegrar com sua irmã favorita. E, além disso, ela foi lá, talvez, para que ela pudesse ser mais aposentada da empresa, ou então poderia ter uma companhia mais agradável do que ela poderia ter em Nazaré. Podemos supor que ela não familiarizou nenhum de seus vizinhos em Nazaré com a mensagem que recebeu do céu, mas ansiava por falar sobre algo que ela tinha mil vezes pensada, e não conhecia ninguém no mundo com quem pudesse livremente Converse sobre isso, mas sua prima Elisabeth, e, portanto, ela correu para ela. Note, é muito benéfico e confortável para aqueles que têm uma boa obra de graça iniciada em suas almas, e Cristo na formação lá, para consultar aqueles que estão no mesmo caso, para que eles possam comunicar experiências uns com os outros e eles irão descubra que, como na face da água as respostas para o rosto, assim também o coração do homem para o homem, do cristão para o cristão.

 

  1. O encontro entre Maria e Isabel. Maria entrou na casa de Zacarias, mas ele, sendo mudo e surdo, manteve sua câmara, é provável, e não viu companhia e, portanto, ela saudou Isabel ( Lucas 1:40Lucas 1:40 ), disse a ela que ela veio visitá-la, para conhecer seu estado e regozijar-se com ela em sua alegria.

 

Agora, em sua primeira vinda juntos, para a confirmação da fé de ambos, havia algo muito extraordinário. Maria sabia que Elisabeth estava grávida, mas não parece que Elisabeth tenha sido informada de que alguma coisa de sua prima Maria tenha sido designada para a mãe do Messias e, portanto, que conhecimento ela parece ter tido por causa de uma revelação, o que seria um grande encorajamento para Maria.

 

  1. O bebê pulou em seu ventre, Lucas 1:41 Lucas 1:41 . É muito provável que ela tenha sido rápida por várias semanas (pois ela tinha seis meses de ausência), e que muitas vezes sentiu a criança se mexer, mas esse era um movimento mais do que comum da criança, o que a alarmou para esperar algo muito extraordinário. eskirtese . É a mesma palavra que é usada pela LXX. ( Gênesis 25:22 ) para a luta de Jacó e Esaú no ventre de Rebeca, e as montanhas saltando, Salmos 114: 4 . O bebê saltou como se fosse dar um sinal para sua mãe que eleGênesis 25:22 Salmo 114: 4 Lucas 1:15 João 3:29 Estava agora em cujo precursor ele seria, cerca de seis meses no ministério, como ele estava sendo, ou era o efeito de alguma forte impressão feita sobre a mãe. Agora começou a ser cumprido o que o anjo disse a seu pai ( Lucas 1:15 ), que ele deveria ser cheio do Espírito Santo, mesmo do útero de sua mãe e talvez ele mesmo tivesse alguma referência a isto, quando ele disse ( João 3 : 29 ), O amigo do noivo se regozija muito, por causa da voz do noivo, ouvido, embora não por ele, mas por sua mãe.

 

  1. Elisabeth era ela mesma cheia do Espírito Santo, ou um Espírito de profecia, pelo qual, assim como pelas sugestões particulares do Espírito Santo, ela foi preenchida, ela foi dada a entender que o Messias estava próximo, em quem a profecia deve ser revivida, e por quem o Espírito Santo deve ser mais abundantemente derramado do que nunca, de acordo com as expectativas daqueles que esperaram a consolação de Israel. O movimento incomum do bebê em seu ventre era um sinal de emoção extraordinária de seu espírito sob um impulso divino. Note, Aqueles a quem Cristo graciosamente visita podem saber por eles serem cheios do Espírito Santo , pois se alguém não tem o Espírito de Cristo, ele não é dele.

 

III As boas vindas que Elisabeth, pelo Espírito de profecia, deu a Maria, a mãe de nosso Senhor, não quanto a um amigo comum fazendo uma visita comum, mas a um dos quais o Messias deveria nascer.

 

  1. Ela a parabeniza por sua honra e, embora talvez só soubesse disso até agora, ela a reconhece com a maior segurança e satisfação. Ela falou em voz alta, o que não intimou (como alguns pensam) que havia um piso ou uma parede entre eles, mas que ela estava em um transporte ou exultação de alegria, e disse que não se importava com quem sabia. Ela disse: Bendita és tu entre as mulheres, a mesma palavra que os anjos disseram ( Lucas 1:28 Lucas 1:28 ) pois assim esta vontade de Deus, concernente a honrar o Filho, deve ser feita na terra como é feita no céu. Mas Elisabeth acrescenta uma razão, Portanto bendita és tu porqueJoão 1:27abençoada é o fruto do teu ventre, daí que ela derivou esta dignidade excelente. Elisabeth era a esposa de um padre, e em anos, ela ainda não ressente que sua parente, que era muitos anos mais nova do que ela, e de todas as formas inferiores, tenha a honra de conceber em sua virgindade, e ser a mãe do Messias, enquanto a honra que lhe foi colocada era muito menos, ela se alegra com isso, e está bem satisfeito, como seu filho foi depois, que quem vem depois dela é preferido antes dela, João 1:27 . Nota: Embora não possamos deixar de reconhecer que somos mais favorecidos por Deus do que merecemos, não devemos de modo algum invejar que os outros sejam mais altamente favorecido do que nós somos.

 

  1. Ela reconhece sua condescendência ao fazer essa visita a ela ( Lucas 1:43 Lucas 1:43 ): De onde vem isso para mim, para que a mãe do meu Senhor venha a mim? Observe, (1) Ela chama a virgem Maria, a mãe de seu Senhor (como Davi em espírito, chamado de Messias Senhor, seu Senhor ), pois ela sabia que ele era o Senhor de todos. (2) Ela não só dá as boas-vindas à sua casa, embora talvez tenha vindo em circunstâncias ruins, mas considera esta visita um grande favor, do qual ela se julgava indigna. De onde é isso para mim? É na realidade, e não em elogio, que ela diz: "Este foi um favor maior do que eu poderia esperar". Note que aqueles que estão cheios do Espírito SantoMateus 3:14baixos pensamentos de seus próprios méritos e altos pensamentos dos favores de Deus. Seu filho Batista falou com o mesmo significado com isso, quando ele disse: Você vem a mim? Mateus 03:14 .

 

  1. Ela a familiariza com a concordância do bebê em seu ventre, neste bem-vindo a ela ( Lucas 1:44 Lucas 1:44 ): "Você certamente traz algumas novidades extraordinárias, alguma extraordinária bênção, contigo para tão logo a voz de tua saudação soou em meus ouvidos, não apenas meu coração pulou de alegria, embora eu não soubesse imediatamente por que ou por que, mas o bebê em meu ventre, que não era capaz de saber, também o fez . Ele pulou como se fosse de alegriaSalmo 98: 8 , 9que o Messias, cujo precursor ele seria, viria logo depois dele. Isto serviria muito para fortalecer a fé da virgem, que havia garantias como estas dadas a outros e que seria em parte a realização do que tantas vezes havia sido predito, que deveria haver alegria universal diante do Senhor, quando ele vem, Salmo 98: 8,9 .

 

  1. Ela elogia sua fé e a encoraja ( Lucas 1:45Lucas 1:45 ): Bendita é aquela que acreditou. Acreditando almas são almas abençoadas, e será encontrado tão finalmente esta bem-aventurança vem através da fé, mesmo a bem-aventurança de estar relacionado com Cristo, e tê-lo formado na alma. Eles são abençoados que crêem na palavra de Deus, pois essa Palavra não lhes faltará , sem dúvida, será uma execução daquelas coisas que lhe são ditas pelo Senhor.Note, A certeza inviolável da promessa é a felicidade inquestionável daqueles que constroem sobre ela e esperam tudo de si. A fidelidade de Deus é a bem-aventurança da fé dos santos. Aqueles que experimentaram a realização das próprias promessas de Deus devem encorajar outros a esperar que ele seja tão bom quanto a sua palavra a eles também: Eu lhes direi o que Deus fez por minha alma.

 

  1. Canção de louvor de Maria, nesta ocasião. A profecia de Elisabeth era um eco para a saudação da Virgem Maria, e esta canção é ainda um eco mais forte para aquela profecia, e mostra que ela não é menos cheia do Espírito Santo do que Elisabete. Podemos supor que a abençoada virgem venha, muito fatigada com sua jornada, mas ela se esquece disso, e é inspirada com nova vida, vigor e alegria, com a confirmação que ela encontra aqui de sua fé e desde então, pelo súbito Inspiração e transporte, ela acha que isso foi projetado para ser sua missão aqui, cansada como ela é, como serva de Abraão, ela não iria comer nem beber até que ela tivesse dito sua missão.

 

  1. Aqui estão as expressões de alegria e louvor, e somente Deus é o objeto do louvor e centro da alegria. Alguns comparam essa canção com a que Miriam, a irmã de Moisés, cantou em nome dela, após a partida triunfal de Israel para fora do Egito, e sua passagem triunfante pelo Mar Vermelho, outros pensam que é melhor comparada com a canção de Hannah, sobre o nascimento de Samuel, que, assim, passa de uma misericórdia familiar para uma pública e geral. Isto começa assim : Meu coração se regozija no Senhor, 1 Samuel 2: 11 Samuel 2: 1 . Observe como Maria aqui fala de Deus.

 

(1) Com grande reverência a ele, como o Senhor: " Minha alma engrandece o Senhor, eu nunca o vi tão grande como agora eu o acho tão bom. " Note, Aqueles, e aqueles somente, são avançados em misericórdia, que são assim levados a pensar o mais altamente e honrosamente de Deus enquanto há aqueles cuja prosperidade e preferência os fazem dizer: O que é o Todo-Poderoso, que devemos servi-lo? Quanto mais honra Deus tiver colocado sobre nós, maior será a honra que devemos estudar para dar a ele e só então seremos aceitos ao magnificar o Senhor, quando nossas almas o magnificarem, etudo o que está dentro de nós. Louvar o trabalho deve ser trabalho da alma.

 

(2) Com grande complacência nele como seu Salvador: Meu espírito se regozija em Deus meu Salvador. Isto parece ter referência ao Messias, de quem ela seria a mãe. Ela o chama de Deus seu Salvador porque o anjo lhe havia dito que ele deveria ser o Filho do Altíssimo, e que seu nome deveria ser Jesus, um Salvador ao qual ela se apegou, com aplicação a si mesma: Ele é Deus meu Salvador.Até mesmo a mãe de nosso Senhor tinha necessidade de um interesse por ele como seu Salvador, e teria sido desfeita sem ela: e ela se gloria mais naquela felicidade que tinha em comum com todos os crentes do que em ser sua mãe, o que era uma honra. peculiar a si mesma, e isto concorda com a preferência que Cristo tem aos crentes obedientes acima de sua mãe e irmãos, ver Mateus 12:50 Mateus 12:50 ; Lucas 11: 27,28 . Note que aqueles que têm Cristo como seu Deus e Salvador têm muita razão para se regozijar, para se alegrarem em espírito, o que é alegria como Cristo fez ( Lucas 10:21 ), com alegria espiritual.Lucas 11:27 , 28 Lucas 10:21

 

  1. Aqui estão apenas as causas atribuídas a esta alegria e louvor.

 

(1.) Por sua conta, Lucas 1: 48,49 . [1] Seu espírito se alegrava no Senhor, por causa das coisas gentis que ele havia feito por ela: sua condescendência e compaixão por ela. Ele atentou na baixeza de sua serva que é, ele olhou sobre ela com pena, por isso a palavra é comumente usado. "Ele me escolheu para essa honra, apesar de minha grande maldade, pobreza e obscuridade." Não, a expressão parece intimar, não apenas (para aludir ao de Gideão, Juízes 6:15 ) que sua família era pobre em Judá, mas que ela eraLucas 1:48 , 49 Juízes 6:15 Gênesis 29:31 1 Samuel 1:19pelo menos na casa de seu pai, como se ela estivesse sob algum desprezo particular e desgraçada entre suas relações, fosse injustamente negligenciada, e os excluídos da família, e Deus colocasse essa honra sobre ela, para equilibrar abundantemente o desprezo. Eu sugiro isso, pois encontramos algo em relação a essa honra que isso impõe aos outros, à mesma consideração. Porque Deus viu que Leah era odiada, ele abriu seu ventre, Gênesis 29:31 . Como Ana foi provocada e insultada por Penina, Deus lhe deu um filho, 1 Samuel 1:19 . A quem os homens erroneamente deprimem e desprezam Deus às vezes, em compaixão a eles, especialmente se eles o suportarem pacientemente, prefiram e avancem, veja Juízes 11: 7 Juízes 11: 7. Então, no caso de Mary. E, se Deus considera seu estado baixo, ele não apenas dá um exemplo de seu favor a toda a raça humana, a quem ele se lembra em seu estado baixo, como o salmista fala ( Salmo 136: 23 ), mas assegura uma honra duradoura. para ela (para tal honra é que Deus concede, honra que não se desvanece): " De agora em diante todas as gerações me chamarão abençoado, me considerará uma mulher feliz e altamente avançada." Todos os que abraçam a Cristo e seu evangelho dirão: “ Bendito o ventre que o gerou e os papos que ele sugou, Lucas 11:27 . Elizabeth tinha chamado uma e outra vez ela abençoada:Salmo 136: 23 Lucas 11:27 Lucas 1:49 1 Samuel 2: 2 "Mas isso não é tudo", diz ela, "todas as gerações de gentios, assim como os judeus, me chamarão assim". [2] Sua alma magnifica o Senhor, por causa das coisas maravilhosas que ele tinha feito por ela ( Lucas 1:49 ): Aquele que é poderoso fez-me grandes coisas. Uma grande coisa, de fato, que uma virgem deve conceber. Uma grande coisa, de fato, que o Messias, que havia sido prometido há tanto tempo à igreja, e tão esperado pela igreja, deveria nascer por fim. É o poder do Altíssimo que aparece nisto. Ela acrescenta, e santo é o nome dele para que Hannah diga sua canção, Não há santo como o Senhor, o qual ela explica nas próximas palavras, pois não há nenhum além de ti, 1 Samuel 2: 2 . Deus é um Ser por si mesmo, e ele se manifesta assim, especialmente no trabalho de nossa redenção. Aquele que é poderoso, até mesmo ele , cujo nome é santo, já me fez grandes coisas. Coisas gloriosas podem ser esperadas dele que é ao mesmo tempo poderoso e santo que pode fazer tudo, e fará tudo bem e para o melhor.

 

(2.) Por conta de outros. A virgem Maria, como a mãe do Messias, é tornar-se uma espécie de pessoa pública, usa um caráter público, e é, portanto, imediatamente dotado de outro espírito, um espírito mais pública do que antes ela tinha, e, portanto, parece estrangeiro, parece com ela , olha diante dela e toma conhecimento das várias relações de Deus com os filhos dos homens ( Lucas 1:50 Lucas 1:50 , etc.), como Ana ( 1 Samuel 2: 31 Samuel 2: 3 , etc.). Nisto ela tem especialmente um olho para a vinda do Redentor e Deus se manifestando nele.

 

[1] É uma verdade certa que Deus tem misericórdia em reserva, misericórdia de reserva, para todos os que têm uma reverência por sua majestade, e uma devida consideração à sua soberania e autoridade. Mas nunca se este aparecer assim como ao enviar o seu Filho ao mundo para nós (salvar Lucas 1:50Lucas 1:50 ): Sua misericórdia é sobre os que o temem que sempre foi assim que ele já olhou para eles com um olho de favor peculiar que olhei para ele com olhos de medo filial. Mas ele tem manifestado esta misericórdia, assim como nunca antes, em enviar seu Filho para trazer uma justiça eterna, e realizar uma salvação eterna, para aqueles que o temem, e estede geração em geração, pois há privilégios evangélicos transmitidos por causa e destinados à perpetuidade. Aqueles que temem a Deus, como seu Criador e Juiz, são encorajados a esperança de misericórdia nele, através de seu Mediador e Advogado e nele misericórdia é liquidada sobre tudo o que temer a Deus, clemente misericórdia, a misericórdia de cura, aceitando a misericórdia, coroando a misericórdia, a partir de geração a geração, enquanto o mundo permanece. Em Cristo, ele mantém a misericórdia por milhares.

 

[2] Tem sido uma observação comum que Deus em sua providência coloca desprezo sobre o arrogante e honra sobre os humildes e isso ele fez notavelmente em toda a economia da obra da redenção do homem. Como Deus, com sua misericórdia para com ela, mostrou-se poderoso também ( Lucas 1: 48,49 ), assim ele, com sua misericórdia sobre aqueles que o temem, mostrou a mesma força de seu braço. Em primeiro lugar, no curso de sua providência, é seu método usual para cruzar as expectativas dos homens, e proceder de maneira diferente do que prometem a si mesmos. Homens orgulhososLucas 1:48 , 49 1 Samuel 2: 4-7 espere levar tudo diante deles, ter seu caminho e sua vontade, mas ele os espalha na imaginação de seus corações, quebra suas medidas, explode seus projetos, ou melhor, e os traz para baixo, e os derruba, por aqueles mesmos conselhos com que eles pensaram para avançar e se estabelecer. Os poderosos pensam em se assegurar pelo poder em seus assentos, mas ele os coloca para baixo e derruba seus assentos enquanto, por outro lado, os de baixo grau, que se desesperam em se antecipar, e não pensam em nada além de estarem sempre baixo, são maravilhosamente exaltados. Esta observação sobre honraO mesmo se aplica às riquezas que muitos que eram tão pobres que não tinham pão para si e suas famílias, por alguma surpreendente virada da Providência em favor deles, vieram a ser cheios de coisas boas , enquanto, por outro lado, aqueles que eram ricos, e pensaram que ninguém amanhã deveria ser como hoje, que a montanha deles era forte e nunca deveria ser movida, são estranhamente empobrecidos e mandados embora vazios. Agora, esta é a mesma observação que Ana fez e ampliou em sua canção, com aplicação ao caso dela mesma e de seu adversário ( 1 Samuel 2: 4-7 ), que muito ilustra isso aqui. E compare também e Eccl. ix. 11. Deus tem prazer em desapontarsuas expectativas, que prometem a si mesmas grandes coisas no mundo, e ao superar as expectativas daqueles que prometem a si mesmos, mas um pouco como um Deus justo , é sua glória abater aqueles que se exaltam , e atacam o terror com a segurança e, como um bom Deus, é sua glória exaltar aqueles que se humilham e falam consolo aos que temem diante dele. Em segundo lugar, isso aparece especialmente nos métodos da graça do evangelho.

 

  1. Nas honras espirituais ela dispensa. Quando os fariseus orgulhosos foram rejeitados, e publicanos e pecadores foram para o reino dos céus antes deles, - quando os judeus, que seguiram a lei da justiça, não a alcançaram, e os gentios, que nunca pensaram nisso, alcançaram para a justiça ( Romanos 9: 30,31 ), - quando Deus não escolheu os homens sábios segundo a carne, nem os poderosos, nem os nobres, para pregar o evangelho e plantar cristianismo no mundo, mas as coisas tolas e fracas do mundo, e coisas que foram desprezadas ( 1 Coríntios 1: 26,27 ) - então eleRomanos 9:30 , 31 1 Coríntios 1:26 , 27espalharam os orgulhosos e abateram os poderosos, mas os exaltaram de baixo grau. Quando a tirania dos principais sacerdotes e anciãos foi derrubada, que por muito tempo dominara a herança de Deus, e esperava sempre fazê-lo, e os discípulos de Cristo, uma companhia de pobres pescadores desprezados, pelo poder com que estavam vestidos, foram feitos para sentar-se em tronos, para julgar as doze tribos de Israel, - quando o poder das quatro monarquias foi quebrado, eo reino do Messias, que pedra cortada da montanha sem mãos, é feita para encher a terra, - então os orgulhosos estão dispersos, e os de baixo grauexaltado.

 

  1. Nas riquezas espirituais que dispensa, Lucas 1:53Lucas 1:53 . (1.) Aqueles que vêem a sua necessidade de Cristo, e são importuna desejosos de justiça e vida nele, ele preenche com coisas boas, com as melhores coisas que ele dá liberalmente para eles, e eles são abundantemente satisfeito com as bênçãos que ele dá. Aqueles que estão cansados ​​e sobrecarregados encontrarão descanso com Cristo, e aqueles que têm sede são chamados para vir a ele e beber, pois só sabem valorizar seus dons. Para a alma faminta todo amargo é doce, maná é alimento dos anjos e para a água justa e sedentamel fora da rocha. (2) Aqueles que são ricos, que não estão com fome, que, como Laodicéia, pensam que não precisam de nada, estão cheios de si mesmos e de sua própria justiça, e pensam que eles têm uma suficiência em si mesmos, aqueles que ele envia de sua porta, eles não são bem vindos para ele, ele os envia vazios , eles vêm cheios de si mesmos, e são enviados embora vazios de Cristo. Ele os envia aos deuses a quem eles serviram, à sua própria justiça e força na qual eles confiavam.

 

[3] Sempre se esperou que o Messias deveria ser, de maneira especial, a força e a glória de seu povo Israel, e assim ele é de uma maneira peculiar ( Lucas 1:54Lucas 1:54 ): Ele ajudou seu servo Israel, antelabeto . Ele os tomou pela mão e os ajudou os que estavam caídos e não puderam se ajudar. Aqueles que foram afundados sob as cargas de uma aliança quebrada de inocência são ajudados pelas bênçãos de uma renovada aliança da graça. O envio do Messias, a quem ajuda foi colocado para os pobres pecadores, foi o maior bondade que poderia ser feito, a maior ajuda que poderia ser fornecido para o seu povo Israel, e que amplia o que for,

 

Primeiro, que é em lembrança de sua misericórdia, a misericórdia de sua natureza, a misericórdia que ele tem reservado para seu servo Israel. Enquanto essa bênção foi adiada, seu povo, que esperou por ela, estava sempre pronto para perguntar: Deus esqueceu de ser gracioso? Mas agora ele fez parecer que ele não tinha esquecido, mas lembrou, sua misericórdia. Lembrou-se de sua antiga misericórdia e repetiu isso para eles em bênçãos espirituais que ele fizera anteriormente a eles em favores temporais . Ele se lembrava dos velhos tempos. Onde está aquele que os tirou do mar, do Egito? Isaías 63:11Isaías 63:11. Ele fará o mesmo, o que foi um tipo de.

 

Em segundo lugar, que é no desempenho de sua promessa. É uma misericórdia não apenas projetada, mas declarada ( Lucas 1:55Lucas 1:55 ), foi o que ele falou aos nossos pais, que a Semente da mulher deveria quebrar a cabeça da serpente que Deus deveria habitar nas tendas de Shem e particularmente a Abraão, que em sua semente todas as famílias da terra serão abençoadas, com as melhores bênçãos, com as bênçãos que estão para sempre, e com a semente que será para sempre, sua semente espiritual , para sua semente carnal foram cortadosum pouco depois disso. Note que o que Deus falou, ele realizará o que ele falou aos pais, será realizado à sua semente, à semente de sua semente, em bênçãos que durarão para sempre.

 

Por fim, o retorno de Maria a Nazaré ( Lucas 1:56Lucas 1:56 ), depois de ela ter continuado com Elisabeth cerca de três meses, a ponto de ficar plenamente satisfeita com relação a si mesma de estar grávida, e de ser confirmada por sua prima Elisabeth. Alguns pensam, embora seu retorno seja mencionado aqui antes de Elisabeth ser entregue, porque o evangelista terminaria essa passagem a respeito de Maria antes de prosseguir com a história de Elisabeth, ainda que Maria se calou até que sua prima fosse (como dizemos) para baixo e para cima novamentepara que ela pudesse comparecer a ela, e estar com ela em sua mentira, e ter sua própria fé confirmada pelo pleno cumprimento da promessa de Deus a respeito de Isabel. Mas a maioria se liga à ordem da história, e pensa que ela retornou novamente quando Elisabeth estava perto de seu tempo, porque ela ainda afetava a aposentadoria e, portanto, não estaria lá quando o nascimento dessa criança prometesse atrair muito. de empresa para a casa. Aqueles em cujos corações Cristo é formado têm mais prazer do que costumavam fazer sentados sozinhos e mantendo silêncio.

 

Versículos 57-66

O nascimento de João Batista

57 Chegou Elisabeth em tempo integral para que ela fosse libertada e deu à luz um filho. 58 E seus vizinhos e primos ouviram como o Senhor havia mostrado grande misericórdia a ela e se alegraram com ela. 59 E aconteceu que no oitavo dia eles chegaram a circuncidar o menino e o chamaram Zacarias, segundo o nome de seu pai. 60 E sua mãe respondeu e disse: Não é assim, mas ele será chamado João. 61 E disseram-lhe: Ninguém há da tua parentela que se chame por esse nome. 62E eles fizeram sinais para seu pai, como ele o chamaria. 63E ele pediu uma mesa de escrever e escreveu, dizendo: O nome dele é João. E eles se maravilharam todos. 64E sua boca foi aberta imediatamente e sua língua foi solta,e ele falou e louvou a Deus. 65 E veio temor sobre todos os que habitam ao redor deles: e todas estas palavras foram emitidas no exterior em toda a região montanhosa da Judéia a. 66 E todos os que a ouviram deles colocou -os em seus corações, dizendo: Que tipo de criança deve ser isso! E a mão do Senhor estava com ele.

 

Nestes versos, temos,

 

  1. O nascimento de João Batista, Lucas 1:57Lucas 1:57 . Embora ele tenha sido concebido no ventre por milagre, ele continuou no útero de acordo com o curso normal da natureza (assim fez nosso Salvador): Elisabeth chegou o tempo todo, para que ela fosse libertada, e então deu à luz um filho. Espera-se que as misericórdias prometidas cheguem a todo o tempo , e não antes.

 

  1. A grande alegria que estava entre todas as relações da família, nesta ocasião extraordinária ( Lucas 1:58Lucas 1:58 ): Seus vizinhos e seus primos ouviram falar dela, pois ela estaria na boca de todo corpo, como próxima a milagrosa. O Dr. Lightfoot observa que Hebron era habitada por sacerdotes da família de Arão, e que esses eram os primos de que se fala, mas os campos e as aldeias próximas, pelos filhos de Judá, e que esses eram os vizinhos. Agora estes aqui descobertos, 1. Um devoto respeito a Deus. Eles reconheceram que o Senhor ampliara sua misericórdia para ela, então a palavra é. Foi uma pena ter sua reprovação tirada, uma misericórdia para ter sua família construída, e quanto mais ser uma família desacerdotes, dedicados a Deus e empregados para ele. Muitas coisas coincidiam em tornar a misericórdia grande - que ela tinha sido há muito estéril, agora era velha, mas especialmente que a criança deveria ser grande aos olhos do Senhor. 2. Uma consideração amigável para Elisabeth. Quando ela se alegrou, eles se alegraram com ela. Devemos ter prazer na prosperidade de nossos vizinhos e amigos, e sermos gratos a Deus pelo conforto deles e pelo nosso próprio bem.

 

III A disputa que estava entre eles sobre o nome dele ( Lucas 1:59Lucas 1:59 ): No oitavo dia, como Deus indicou, eles se uniram, para circuncidar a criança que estava aqui, em Hebron, que a circuncisão foi instituída pela primeira vez e Isaac, quem, como João Batista, nasceu da promessa, foi um dos primeiros que se submeteu a ele, pelo menos o chefe dos olhos na instituição do mesmo. Os que se alegraram no nascimento do menino se uniram para circuncidá-lo. Note, o maior conforto que podemos ter em nossos filhos é entregá-los a Deus,e reconhecendo sua relação de aliança com ele. O batismo de nossos filhos deve ser mais nossa alegria do que seu nascimento.

 

Agora era costume, quando circuncidavam seus filhos, nomear-lhes, porque, quando Abrão foi circuncidado, Deus lhe deu um novo nome, e o chamou de Abraão e não é impróprio que eles sejam deixados sem nome até que sejam nomeados, até Deus. Agora,

 

  1. Alguns propunham que ele deveria ser chamado pelo nome de seu pai, Zacarias. Não temos nenhum exemplo na escritura de que a criança deve ter o nome do pai, mas talvez tenha sido ultimamente usado entre os judeus, pois é conosco, e eles pretendiam fazer honra ao pai, que não era propenso a fazê-lo. ter outro filho.

 

  1. A mãe se opôs a isso, e teria chamado João de ter aprendido, seja por inspiração do Espírito Santo (como é mais provável), ou por informação escrita do marido dela, que Deus designou isto para ser o seu nome ( Lucas 1:60Lucas 1). : 60 ) Ele deve ser chamado Johanan - Gracioso, porque ele deve introduzir o evangelho de Cristo, onde a graça de Deus brilha mais intensamente do que nunca.

 

  1. As relações objetadas contra isso ( Lucas 1:61Lucas 1:61 ): " Não há nenhum da tua parentela, nenhuma das relações da tua família, que é chamado por esse nome e, portanto, se ele não pode ter o nome de seu pai, ainda deixa ele tem o nome de alguns de seus parentes, que considerará como uma questão de ter tal filho de maravilhas como este nome deles. " Note-se, como aqueles que têm amigos devem mostrar-se amigável, para aqueles que têm relações devem ser obrigados a eles em todos os aspectos usuais que são pagos aos afins.

 

  1. Eles apelaram para o pai, e tentariam se eles pudessem conhecer sua mente, pois era seu escritório para nomear a criança, Lucas 1:62 Lucas 1:62 . Eles fizeram sinais para ele, pelo que parece que ele era surdo , assim como um estúpido , deveria parecer, sem pensar em qualquer coisa, senão alguém pensaria que eles deveriam primeiro ter desejado que ele escrevesse o nome de seu filho, se ele tivesse já comunicou qualquer coisa escrevendo desde que ele foi atingido. No entanto, eles levariam o assunto o mais longe que pudessem, e, portanto, deu-lhe a entender o que a disputa era que ele só poderia determinar, após o que ele fez sinais para lhes dar umLucas 1:63livro de mesa, tal como eles usaram então, e com o lápis ele escreveu estas palavras, o nome dele é John, Luke 1:63 . Note, "será assim", ou "eu gostaria que sim", mas "é assim". O assunto já está determinado, o anjo lhe deu esse nome. Observe, quando Zacarias não pôde falar, ele escreveu. Quando os ministros têm suas bocas paradas, não podem pregar, mas podem estar fazendo o bem, desde que não estejam com as mãos amarradas, que não possam escrever. Muitos dos mártires na prisão escreveram cartas para seus amigos, que foram de grande utilidade abençoadas pelo próprio Paulo. Zacarias está lançando o mesmo nome que Elisabeth tinha escolhido foi uma grande surpresa para a empresa:pois eles não sabiam disso, embora, por causa de sua surdez e mudez, não pudessem conversar juntos, mas ambos eram guiados por um e mesmo Espírito: ou talvez admirassem-se de que ele escrevesse tão distinta e inteligentemente, sendo um pouco parecido com uma paralisia) ele não tinha feito antes.

 

  1. Ele então recuperou o uso de seu discurso ( Lucas 1:64 Lucas 1:64 ): Sua boca foi aberta imediatamente. O tempo prefixado para ele ser silenciado era até o dia em que essas coisas abençoadas fossem cumpridas ( Lucas 1:20 ), nem todas as coisas anteriores a respeito do ministério de João, mas aquelas relacionadas ao seu nascimento e nome ( Lucas 1:13 ). Esse tempo foi expirado, e então a restrição foi retirada, e Deus deu a ele a abertura da boca novamente, como fez com Ezequiel, Ezequiel 3:27 . O Dr. Lightfoot compara esse caso de Zacarias com o de Moisés, Êxodo 4: 24-26.Lucas 1:20 Lucas 1:13 Ezequiel 3:27 Êxodo 4: 24-26. Moisés, por desconfiança, está em perigo de vida, como Zacarias, pela mesma falha, fica mudo , mas, com a circuncisão de seu filho, e a recuperação de sua fé, ali, como aqui, o perigo é removido. A infidelidade fechou a boca, e agora acreditando abre de novo ele acredita, pois ele fala. Davi ficou sob a culpa desde a concepção de seu filho, até que alguns dias depois de seu nascimento o Senhor tira seu pecado: após seu arrependimento, ele não morrerá. Então aqui ele não será mais mudo sua boca foi aberta, e ele falou, e louvou a Deus. Note, Quando Deus abre nossos lábios, nossas bocas devem mostrar seu louvor. Tão bom estar sem o nosso discurso como não usá-lo em louvar a Deuspois então nossa língua é mais nossa glória quando é empregada para a glória de Deus.

 

  1. Essas coisas foram contadas por todo o país, para grande surpresa de todos os que as ouviram, Lucas 1: 65,66 . Os sentimentos do povo não devem ser menosprezados, mas notados. Aqui nos é dito, (1) Que estas palavras eram discursadas, e eram as conversas comuns sobre a região montanhosa da Judéia. É uma pena, mas uma narrativa deles foi elaborada e publicada no mundo imediatamente. (2) A maioria das pessoas que ouviram falar dessas coisas foi posta em consternação por elas: O medo veio sobre todos os que moram ao redor de lá. Se não tivermos uma boa esperança, como devemos, construída sobre o evangelho, podemos esperar que as novas nos encham de medo.Lucas 1:65 , 66Eles acreditavam e tremiam, ao passo que deveriam ter acreditado e triunfado. (3) Levantou as expectativas das pessoas em relação a esta criança, e obrigou-os a ter seus olhos sobre ele, para ver o que ele iria vir. Eles colocaram esses presságios em seus corações, estimando-os na mente e na memória, como prevendo que eles devem ter a oportunidade de recordá- los. Note, o que ouvimos, que pode ser útil para nós, devemos entesourar , para que possamos ser capazes de trazer, para o benefício dos outros, coisas novas e antigas, e, quando as coisas chegam à perfeição, pode ser capaz olhar para os presságios e dizer: "Era o que poderíamos esperar". Eles disseram dentro de si e disseramentre eles: " Que criança será esta? Qual será o fruto quando estes são os botões, ou melhor, quando a raiz está fora de tal terra seca? " Nota: Quando as crianças nascem no mundo, é muito Não temos certeza do que eles provarão, mas às vezes há indicações antecipadas de algo grande, como no nascimento de Moisés, Sansão, Samuel e João. E nós temos razão para pensar que havia alguns daqueles que viviam na época em que João começou seu ministério público que podia, e se lembrava dessas coisas, e as relacionava com outras, que contribuíam tanto quanto qualquer coisa para os grandes que ali se reuniam. estava atrás dele.

 

Por último, é dito: A mão do Senhor estava com ele, isto é, ele foi levado sob a proteção especial do Todo-Poderoso, desde o seu nascimento, como alguém designado para algo grande e considerável, e havia muitos exemplos disso. Pareceu igualmente que o Espírito estava trabalhando em sua alma muito cedo. Assim que ele começou a falar ou ir, você pode perceber algo nele muito extraordinário. Note, Deus tem maneiras de operar sobre crianças em sua infância, as quais não podemos explicar. Deus nunca fez uma alma, mas ele sabia santificá-la.

 

Versículos 67-80

A canção de Zacarias

67 E Zacarias, seu pai, encheu-se do Espírito Santo e profetizou, dizendo: 68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, pois visitou e remiu o seu povo; 69 e suscitou o poder da salvação para nós, em sua casa. servo Davi 70 Como falou pela boca dos seus santos profetas, desde o princípio do mundo: 71 Para nos livrar dos nossos inimigos e da mão de todos os que nos odeiam 72Para realizar a misericórdia prometidaaos nossos pais e para lembrar-se do seu santo pacto 73 O juramento que jurou ao nosso pai Abraão; 74 que ele nos concederia que, sendo libertos das mãos de nossos inimigos, o servíssemos sem temor; 75 em santidade e justiça diante de nós; ele, todos os dias da nossa vida. 76 E tu, criança, serás chamado o profeta do Altíssimo: pois irás à frente do Senhor para preparar os seus caminhos 77 Para dar conhecimento da salvação ao seu povo, mediante a remissão dos seus pecados, 78 Pela terna misericórdia do nosso Deus, através do qual nos de cima nos de cima nos de cima, 79 Para dar luz aos que estão nas trevas e nosa sombra da morte, para guiar nossos pés no caminho da paz. 80 E o menino crescia e se fortalecia em espírito, e estava nos desertos até o dia da sua revelação a Israel.

 

Temos aqui o cântico com o qual Zacarias louvou a Deus quando sua boca foi aberta em que se diz que ele profetiza ( Lucas 1:67Lucas 1:67 ), e assim ele fez no sentido mais estrito de profetizar, pois ele predisse coisas futuras concernentes ao reino do Messias. , ao qual todos os profetas dão testemunho. Observar,

 

  1. Como ele estava qualificado para isto: Ele estava cheio do Espírito Santo, estava dotado de mais do que medidas ordinárias e graus dele, para esse propósito ele foi divinamente inspirado. Deus não apenas o perdoou por sua incredulidade e desconfiança (o que foi significado ao dispensá-lo da punição), mas, como um espécime da abundância de graça para os crentes, ele o encheu do Espírito Santo e colocou essa honra sobre ele. , para empregá-lo para sua honra.

 

  1. Qual foi o problema de sua música? Aqui não é dito nada sobre as preocupações particulares de sua própria família, o rompimento da censura e a colocação de uma reputação sobre ela, pelo nascimento desta criança, embora, sem dúvida, ele tenha encontrado um tempo para dar graças a Deus. para isto, com a família dele mas nesta canção ele é totalmente levado para cima com o reino do Messias, e as bênçãos públicas para ser introduzida por isto. Ele poderia ter pouco prazer neste fecundidade da sua videira, e a esperança de sua oliveira planta, se aqui ele não tinha previsto a prosperidade de Jerusalém, paz sobre Israel, e bênçãos tanto de Sião, Salmo 128: 3,5 6Salmo 128: 3 , 5 , 6. As profecias do Antigo Testamento são freqüentemente expressas em louvores e novas canções, assim é o início da profecia do Novo Testamento: Bendito seja o Senhor Deus de Israel. O Deus de toda a terra será chamado ainda Zacarias, falando da obra da redenção, chamou-lhe o Senhor Deus de Israel, porque para Israel as profecias, promessas e tipos da redenção tinham sido dadas até agora, e para eles as primeiras ofertas e propostas eram agora feitas. Israel, como um povo escolhido, era um tipo dos eleitos de Deus de todas as nações, a quem Deus tinha um olho particular, ao enviar o Salvador e, portanto, ele é chamado de Senhor Deus de Israel.

 

Agora Zacarias aqui abençoa a Deus

 

  1. Para a obra da salvação que deveria ser operada pelo próprio Messias, Lucas 1: 68-75Lucas 1: 68-75 . É isso que o enche quando é cheio do Espírito Santo, e é disso que todos os que têm o Espírito de Cristo estão cheios.

 

(1) Ao enviar o Messias, Deus fez uma graciosa visita ao seu povo, a quem, por muitas eras, ele parecia ter negligenciado, e se afastou do fato de tê-los visitado como amigo, para tomar conhecimento de seu caso. Diz-se que Deus visitou seu povo em cativeiro quando ele os entregou ( Êxodo 3: 16,4: 31 ), para ter visitado seu povo em fome quando ele lhes deu pão, Rute 1: 6 . Ele freqüentemente lhes enviara por seus profetas, e ainda mantinha uma correspondência com eles, mas agora ele próprio os fizera uma visita.Êxodo 3:16 , 4 : Rute 1: 6

 

(2) Ele realizou a redenção para eles: Ele redimiu seu povo. Esta foi a incumbência na qual Cristo veio ao mundo, para redimir aqueles que foram vendidos pelo pecado e vendidos sob o pecado, mesmo o próprio povo de Deus, seu Israel, seu filho, seu primogênito, seus nascidos livres, precisam ser redimidos , e são desfeitas se não ser. Cristo os redime pelo preço das mãos da justiça de Deus, e os redime pelo poder das mãos da tirania de Satanás, como Israel fora do Egito.

 

(3) Ele cumpriu o pacto da realeza feito com o mais famoso príncipe do Antigo Testamento, isto é, Davi. Coisas gloriosas tinham sido ditas sobre sua família, que sobre ele, como um poderoso, deveria ser posto auxílio , que seu chifre fosse exaltado e sua semente perpetuada, Salmos 89: 19,20,24,29 . Mas aquela família havia sido longa de maneira rejeitada e abominada, Salmo 89:38 . Agora aqui está glorificado, que, de acordo com a promessa, o chifre de Davi deve ser novamente criado , Salmos 132: 17 , eleSalmo 89:19 , 20 , 24 , 29 Salmo 89:38 Salmo 132: 17 Lucas 1:69 Ele levantou um chifre de salvação para nós na casa de seu servo David ( Lucas 1:69 ), lá, onde foi prometido e esperado para surgir. Davi é chamado servo de Deus , não apenas como um homem bom, mas como um rei que governou por Deus e ele foi um instrumento da salvação de Israel, sendo empregado no governo de Israel, então Cristo é o autor da eterna redenção para aqueles só isso lhe obedece. Há em Cristo, e somente nele, salvação para nós, e é um chifre de salvação para [1.] É uma salvação honrosa . É levantadoacima de todas as outras salvações, nenhuma das quais deve ser comparada com ela: nela a glória do Redentor e dos remidos é avançada, e seu chifre exaltado com honra. [2] É uma salvação abundante. É uma cornucópia - um chifre da abundância, uma salvação na qual somos abençoados com bênçãos espirituais , em coisas celestiais, abundantemente. [3] É uma salvação poderosa: a força da besta está em seu chifre. Ele levantou tal salvação que derrubará nossos inimigos espirituais e nos protegerá deles. Nos carros destesalvação o Redentor partirá, e continuará, conquistando e conquistando.

 

(4) Ele cumpriu todas as preciosas promessas feitas à igreja pelos mais famosos profetas do Antigo Testamento ( Lucas 1:70 Lucas 1:70 ): Como ele falou pela boca de seus santos profetas. Sua doutrina da salvação pelo Messias é confirmada por um apelo aos profetas, e a grandeza e importância dessa salvação, assim evidenciada e ampliada, é a mesma de que eles falaram, o que, portanto, deve ser esperado e bem-vindo, é o que eles perguntaram. e procurou diligentemente após ( 1 Pedro 1: 10,11 ), que, portanto, não deve ser menosprezado ou pensado de forma negativa. Deus está agora fazendo aquilo de que há muito tempo falou e, portanto,1 Pedro 1:10 , 11fica em silêncio, ó toda carne, diante dele, e cuida dele. Veja, [1.] Quão sagradas são as profecias desta salvação. Os profetas que os libertaram eram santos profetas, que não ousavam enganar e que pretendiam promover a santidade entre os homens e foi o próprio Deus santo que falou por eles. [2] Como eles eram antigos : desde o começo do mundo. Deus prometeu, quando o mundo começou, que a Semente da mulher deveria quebrar a cabeça da serpente, essa promessa foi repetida quando Adão chamou o nome de sua esposa Eva-Vida, por causa daquela Semente dela quando Eva chamou seu primeiro filho Caim,dizendo: Eu recebi um homem do Senhor, e outro filho, Seth, estabeleceu-se quando Noé foi chamado descanso, e predisse que Deus deveria habitar nas tendas de Shem. E não demorou muito para que o novo mundo começasse em Noé que a promessa feita a Abraão de que em sua Semente as nações da terra deveriam ser abençoadas. [3] Que maravilhosa harmonia e concerto nós percebemos entre eles. Deus falou a mesma coisa por todos eles e, portanto, diz-se que é estomatos dia , não pela boca, mas pela boca dos profetas, pois todos falam de Cristo como se fosse comuma boca.

 

Agora, o que é essa salvação da qual foi profetizado?

 

Primeiro, é um resgate da malícia de nossos inimigos , é o Exmohonista Soteriano - uma salvação de nossos inimigos, dentre eles, e do poder dos que nos odeiam ( Lucas 1:71 Lucas 1:71 ), é um salvação do pecado e domínio de Satanás sobre nós, tanto pelas corrupções internas quanto pelas tentações externas. Os judeus carnais esperavam ser libertos de debaixo do jugo romano, mas a intimação foi feita, dado que deveria ser uma redenção de outra natureza. Ele salvará o seu povo dos pecados deles, para que eles não tenham domínio sobre eles, Mateus 1:21 .Mateus 1:21

 

Em segundo lugar, é uma restauração ao favor de Deus é realizar a misericórdia prometida aos nossos antepassados, Lucas 1:72 Lucas 1:72 . O Redentor não só quebrará a cabeça da serpente que foi o autor da nossa ruína, mas ele nos restabelecerá na misericórdia de Deus e nos restabelecerá em sua aliança, ele nos trará como se fosse um paraíso novamente , que foi significado pelas promessas feitas aos patriarcas, e a santa aliança feita com eles, o juramento que jurou ao nosso pai Abraão, Lucas 1:73Lucas 1:73 Levítico 26:42 . Observe, 1. Aquilo que foi prometido aos pais, e é realizado para nós, é misericórdia, pura misericórdia, nada nele é devido ao nosso mérito (nós merecemos a ira e a maldição), mas tudo para a misericórdia de Deus, que projetou nos graça e vida: ex mero motu - do seu próprio prazer, ele nos amou porque nos amaria. 2. Deus tinha aqui um olho para o seu pacto, o seu santo pacto, aquele pacto com Abraão: Eu serei um Deus para ti e para a tua descendência. Esta sua semente tinha realmente perdido por suas transgressões isso ele parecia ter esquecidonas calamidades trazidas sobre eles, mas ele agora se lembrará disto, fará parecer que ele se lembra dele, pois sobre aquilo estão fundamentados todos os seus retornos de misericórdia: Levítico 26:42 , então me lembrarei do meu pacto.

 

Em terceiro lugar, é uma qualificação e um encorajamento para o serviço de Deus. Assim foi o juramento que jurou ao nosso Pai Abraão, de que nos daria poder e graça para servi-lo, de maneira aceitável para ele e de maneira confortável para nós mesmos, Lucas 1: 74,75 . Aqui parece ser uma alusão à libertação de Israel do Egito, que, Deus diz a Moisés, estava em cumprimento da aliança que ele fez com Abraão ( Êxodo 3: 6-8 ), e que este era o desígnio de trazê-los do Egito, para que sirvam a Deus sobre este monte, Êxodo 3:12Lucas 1:74 , 75 Êxodo 3: 6-8 Êxodo 3:12 Salmo 116: 16 Salmo 50:14 . Note que o grande desígnio da graça do evangelho não é nos libertar, mas nos engajar e encorajar-nos no serviço de Deus. Sob essa noção, o cristianismo sempre deveria ser encarado, como pretendido para nos tornar verdadeiramente religiosos, para nos admitir ao serviço de Deus, para nos ligar a ele e para nos estimular nele. Somos, portanto, libertos do jugo de ferro do pecado, para que os nossos pescoços sejam postos sob o jugo suave e suave do Senhor Jesus. Os próprios laços que ele soltou nos prendem mais rapidamente a ele, Salmos 116: 16 . Nós estamos habilitados, 1. Para servir a Deus sem medo - aphobos . Somos, portanto, colocados em um estado de segurança sagrada para que possamos servir a Deus com umsagrada segurança e serenidade da mente, como aqueles que estão quietos dos medos do mal. Deus deve ser servido com um temor filial, um temor obediente reverente, um despertar que desperta medo, mas não com um medo servil, como o do servo preguiçoso, que o representava para si mesmo como um mestre duro, e não razoável com aquele medo tem tormento e assombro não com o medo de um espírito legal um espírito de escravidão, mas com a ousadia de um espírito evangélico, um espírito de adoção. 2. Para servi-lo em santidade e justiçaque inclui todo o dever do homem para com Deus e nosso próximo. É tanto a intenção como a tendência direta do evangelho para renovar sobre nós aquela imagem de Deus em que o homem foi inicialmente criado, que consistia em justiça e verdadeira santidade, Salmos 50:14 . 3. Servir-lhe, antes dele, os deveres de seu culto imediato , em que nos apresentamos diante do Senhor, para servi-lo como aqueles que têm um olho sempre sobre ele, e ver seus olhos sempre sobre nós, sobre nosso homem interior. isso é servi-lo antes dele. 4. Para servi-lo todos os dias da nossa vida.O desígnio do evangelho é nos engajar em constância e perseverança no serviço de Deus, mostrando-nos o quanto depende de não nos afastarmos, e mostrando-nos como Cristo nos amou até o fim e , assim, nos empenhamos para amá-lo. até o fim.

 

  1. Ele abençoou a Deus pelo trabalho de preparação para esta salvação, que deveria ser feito por João Batista ( Lucas 1:76 Lucas 1:76 ): Tu filho, embora agora seja uma criança de oito dias de idade, será chamado o profeta do Maior. Jesus Cristo é o Altíssimo, pois é Deus sobre todos, abençoado para sempre ( Romanos 9: 5 ), igual ao Pai. João Batista era seu profeta, como Arão foi o profeta de Moisés ( Êxodo 7: 1 ) o que ele disse foi como sua boca, o que ele fez foi como seu precursor. A profecia havia cessado há muito tempo, mas em João ela reviveu,Romanos 9: 5 Êxodo 7: 1como tinha feito em Samuel, que nasceu de uma mãe idosa, como John, após uma longa cessação. O negócio de John era,

 

(1) Preparar as pessoas para a salvação, pregando o arrependimento e a reforma como grandes deveres do evangelho: Irás à frente do Senhor e um pouco antes dele, para preparar seus caminhos, para chamar as pessoas a dar lugar a ele, e prepare-se para o seu entretenimento. Que todas as coisas que possam obstruir seu progresso, ou constrangê-lo, ou impedir que as pessoas venham até ele, sejam levadas embora: ver Isaías 40: 3,4 . Deixe os vales se encherem e as colinas serem abatidas .Isaías 40: 3 , 4

 

(2.) Dar às pessoas uma idéia geral da salvação, para que possam saber não apenas o que fazer, mas o que esperar da doutrina que ele pregou era que o reino dos céus está próximo. Há duas coisas em que você deve saber que esta salvação consiste:

 

[1.] O perdão do que fizemos errado. É a salvação pela remissão dos pecados, aqueles pecados que estão no caminho da salvação, e pelos quais todos nós estamos sujeitos à ruína e condenação, Lucas 1:77Lucas 1:77 . João Batista deu às pessoas a entender que, embora o caso fosse triste, por causa do pecado, não era desesperador, pois o perdão poderia ser obtido através da terna misericórdia de nosso Deus (as entranhas da misericórdia, então a palavra é): nada em nós, a não ser um caso lamentável para nos recomendar a compaixão divina.

 

[2.] Direção para fazer melhor o tempo que virá. A salvação do evangelho não apenas nos encoraja a esperar que as obras das trevas sejam perdoadas, mas estabeleça uma luz clara e verdadeira, pela qual podemos ordenar nossos passos corretamente. Nela a primavera do dia nos visitou do alto ( Lucas 1:78 Lucas 1:78 ) e isto também é devido à terna misericórdia do nosso Deus. Cristo é anatole - a luz da manhã, o Sol nascente, Malaquias 4: 2 . O evangelho traz luz com isso ( João 3:19Malaquias 4: 2 João 3:19 Lucas 1:79 Atos 26:18 Isaías 61: 1 Salmo 119: 105 Romanos 3:17 ), nos deixa não vagar na escuridão da ignorância pagã, ou no luar dos tipos ou figuras do Antigo Testamento, mas nela o dia amanhece em João Batista e começa a se romper, mas aumenta rapidamente, e brilha cada vez mais para o dia perfeito. Temos tantas razões para acolher o dia do evangelho que gostam dele, como aqueles que têm que dar as boas-vindas à manhã que há muito esperavam por ele. Primeiro, o evangelho está descobrindo que nos mostra aquilo que, antes de estarmos totalmente no escuro ( Lucas 1:79 ), é dar luz àqueles que estão nas trevas, à luz do conhecimento da glória de Deus na face. de Jesus Cristo o dia-primavera visitou este mundo escuro parailumine os gentios, Atos 26:18 . Em segundo lugar, é reviver que traz luz para aqueles que se sentam à sombra da morte, condenados como prisioneiros na masmorra, para trazer-lhes a notícia de um perdão, pelo menos de um indulto e oportunidade de obter um perdão que proclama a abertura de a prisão ( Isaías 61: 1 ) traz a luz da vida. Quão agradável é essa luz! Em terceiro lugar, é direcionar isto é guiar nossos pés no caminho da paz, para aquele caminho que nos trará finalmente a paz. Não é apenas uma luzpara os nossos olhos, mas uma luz para os nossos pés ( Salmo 119: 105 ) nos guia no caminho de fazer a paz com Deus, de manter uma comunhão confortável, aquele caminho de paz do qual nós pecadores perambulamos e que não conhecemos ( Romanos 3:17 ), nem jamais poderia saber de nós mesmos.

 

No Lucas 1:801:80 de Luke , nós temos a conta curta dos anos mais novos de John Baptist. Embora ele fosse filho de um sacerdote, ele não, como Samuel, subiu, quando era criança, para ministrar diante do Senhor, pois ele deveria preparar o caminho para um sacerdócio melhor. Mas nos é dito aqui,

 

  1. De sua eminência quanto ao homem interior: A criança cresceu nas capacidades de sua mente, muito mais do que outras crianças, de modo que ele se fortaleceu no espírito teve um forte julgamento e uma forte resolução. Razão e consciência (ambas as quais são a vela do Senhor) eram tão fortes nele que ele tinha as faculdades inferiores de apetite e paixão em completa sujeição. Por isso, parecia que ele estava cheio do Espírito Santo, pois aqueles que são fortes no Senhor são fortes em espírito.

 

  1. De sua obscuridade quanto ao homem exterior: Ele estava nos desertos não que ele viveu um eremita cortado da sociedade dos homens. Não, nós temos razão para pensar que ele subiu a Jerusalém nas festas,e freqüentava as sinagogas no dia de sábado, mas sua residência constante era em algumas daquelas casas dispersas que estavam no deserto de Zuph ou Maon, das quais lemos na história de Davi. Lá ele passou a maior parte de seu tempo, em contemplação e devoção, e não teve sua educação nas escolas, ou aos pés do rabino. Note-se que muitos são qualificados para uma grande utilidade, que ainda é enterrado vivo e muitos estão enterrados há tanto tempo que são projetados e, portanto, estão aptos para uma utilidade muito maior, por fim, como João Batista, que estava apenas no deserto . até o dia de sua exibição a Israel, quando ele estava no trigésimo ano de sua idade. Note, Há um tempo fixo para a exibição daqueles favores a Israel que são reservados a visão deles é por um tempo determinado, e no final falará, e não mentirá.
  2. FONTE BIBLIOGRAFIAQ COMENT. MATTEW HENRIS /MAURICIOBERWALD.COMUNIDADES.NET