Translate this Page

Rating: 2.5/5 (261 votos)




ONLINE
3




Partilhe esta Página



 <!-- Go to www.addthis.com/dashboard to customize your tools -->
<script type="text/javascript" src="//s7.addthis.com/js/300/addthis_widget.js#pubid=ra-57f3fb36829d1888"></script>

 

 

  contadores de visitas 

 

Flag Counter


Comentario biblico Mateus cap.19 subsidio EBD
Comentario biblico Mateus cap.19 subsidio EBD

        Comentario evangelho de Lucas cap. subsidio EBD

MAURICIO BERWALD PROFESSOR ESCRITOR

               Comentário  Matthew Henry sobre a Bíblia

 

Introdução

Neste capítulo temos, I. A conversão de Zaqueu, o publicano, em Jericó, Lucas 19: 1-10 . II. A parábola das libras que o rei confiou a seus servos e a seus cidadãos rebeldes, Lucas 19: 11-27 . III Cristo cavalgou em triunfo (tal triunfo como foi) em Jerusalém e sua lamentação em perspectiva da ruína daquela cidade, Lucas 19: 28-44 . IV. Seu ensinamento no templo e expulsando os compradores e vendedores, Lucas 19: 45-48 .

 

Versos 1-10

A conversão de Zaqueu.

1 E Jesus entrou e passou por Jericó. 2 E eis que havia um homem chamado Zacaque, que era o principal entre os publicanos, e ele era rico. 3E ele procurou ver Jesus quem ele era e não podia para a imprensa, porque ele era de pequena estatura. 4E ele correu antes e subiu em uma árvore de sicômor para vê-lo, pois ele deveria passar por aquele caminho. 5 E quando Jesus chegou ao lugar, olhou para cima, e viu a ele, e disse-lhe: Zacarias nos apressa-te, e descemos para hoje devo permanecer em tua casa. 6 E ele se apressou, e desceu, e o recebeu com alegria. 7 E quando eles viram isto,todos eles murmuraram, dizendo: Ele foi se hospedar com um homem que é pecador. 8 E Zacuque se pôs em pé, e disse ao Senhor: Eis que a metade dos meus bens dou aos pobres, e se pela vara do homem eu me apoderar de alguma coisa falsa, faço -o por quatro vezes. 9 E Jesus disse-lhe: Hoje veio a salvação a esta casa, porquanto ele também é filho de Abraão. 10 Porque o Filho do homem vem buscar e salvar o que se perdeu.

 

Muitos, sem dúvida, foram convertidos à fé de Cristo, da qual não se mantém relato nos evangelhos, mas a conversão de alguns, cujo caso tinha algo extraordinário, é registrada, como esta de Zaqueu. Cristo passou por Jericó, Lucas 19: 1 . Esta cidade foi construída sob uma maldição, mas Cristo honrou com a sua presença, pois o evangelho tira a maldição. Embora não devesse ter sido construído, ainda assim não era pecado viver nela quando foi construído. Cristo estava indo agora do outro lado do Jordão para Betânia, perto de Jerusalém, para ressuscitar Lázaro para a vida quando ele ia fazer um bom trabalho que ele planejou fazer muitos pelo caminho. Ele fez bem tanto para as almas como para os corposde pessoas que temos aqui uma instância do primeiro. Observar,

 

  1. Quem e o que esse Zaqueu era? Seu nome indica um judeu. Zaccai era um nome comum entre os judeus que eles tinham um rabino famoso, muito sobre esse tempo, desse nome. Observe, 1. Seu chamado, e o cargo em que ele se encontrava: Ele era o principal entre os publicanos, receptores gerais, outros publicanos eram oficiais sob ele, ele era, como alguns pensam, agricultor dos costumes. Muitas vezes lemos sobre publicanos vindo a Cristo, mas aqui estava um que era chefe dos publicanos, estava em autoridade, que perguntou por ele. Deus tem seu remanescente entre todos os tipos. Cristo veio para salvar até mesmo o chefe dos publicanos. 2. Suas circunstâncias no mundo eram muito consideráveis: ele era rico.Os publicanos inferiores eram comumente homens de fortunas quebradas, e baixos no mundo, mas aquele que era o chefe dos publicanos havia levantado uma boa propriedade. Cristo havia mostrado ultimamente como é difícil para as pessoas ricas entrar no reino de Deus, mas atualmente produz um exemplo sobre um homem rico que havia sido perdido e foi encontrado, e que não como o pródigo por ser reduzido a querer.

 

  1. Como ele veio no caminho de Cristo e qual era a ocasião em que ele se relacionava com ele. 1. Ele teve uma grande curiosidade de ver Jesus, que tipo de homem ele era, tendo ouvido uma grande conversa sobre ele, Lucas 19: 3Lucas 19: 3 . É natural para nós vermos, se pudermos, daqueles cuja fama encheu nossos ouvidos, como sendo capazes de imaginar que há algo extraordinário em seus semblantes, pelo menos, seremos capazes de dizer daqui em diante que vimos tais e esses grandes homens. Mas o olho não está satisfeito em ver. Nós devemos agora procurar ver Jesus com um olho de fé, para ver quem ele é nós devemos nos dirigir em santas ordenanças com isto em nossos olhos, Nós veríamos Jesus. 2. Ele não podia ter sua curiosidade gratificada neste assunto porque ele era pequeno e a multidão era ótima. Cristo não estudou para mostrar-se, não foi levado sobre os ombros dos homens (como o papa está em procissão), para que todos os homens pudessem vê-lo nem ele nem seu reino vieram com a observação. Ele não andava em uma carruagem aberta, como príncipes fazem, mas, como um de nós, ele estava perdido em uma multidão, pois esse era o dia de sua humilhação. Zaqueu era de baixa estatura,e encimado por todos sobre ele, de modo que ele não podia ver Jesus. Muitos que são de pequena estatura têm grandes almas e são vivos em espírito. Quem não preferiria ser um Zaqueu a um Saul, embora ele fosse mais alto de cabeça e ombros do que todo sobre ele? Não deixe aqueles com pouca estatura pensarem em acrescentar côvados a ele. 3. Por não decepcionar sua curiosidade, ele se esqueceu de sua gravidade, como chefe dos publicanos, e correu antes, como um menino, e subiu em um plátano, para vê-lo.Note, Aqueles que desejam sinceramente uma visão de Cristo usarão os meios apropriados para obtê-lo uma visão, e irão romper uma porção de dificuldade e oposição, e estarão dispostos a se esforçar para vê-lo. Aqueles que se acham pequenos devem ter todas as vantagens que podem obter para se elevar a uma visão de Cristo, e não se envergonhar de possuir que precisam deles, e tudo o pouco suficiente. Não deixe o desespero do anão, com boa ajuda, apontando alto para alcançar alto.

 

III O aviso que Cristo tomou dele, o chamado que ele deu a um outro conhecimento ( Lucas 19: 5 Lucas 19: 5Lucas 19: 6 ), e a eficácia desse chamado, Lucas 19: 6 . 1. Cristo convidou-se para a casa de Zaqueu, não duvidando de sua calorosa acolhida lá, onde quer que Cristo venha, como ele traz seu próprio entretenimento junto com ele, então ele traz sua própria acolhida , abre o coração e inclina-o para recebê-lo. Cristo olhou para a árvore e viuZaqueu. Ele veio para olhar para Cristo, e resolveu dar atenção especial a ele, mas pouco pensava em ser notado por Cristo. Essa foi uma honra muito grande e muito acima de seu mérito, para ele ter qualquer pensamento. Veja como Cristo o impediu com as bênçãos de sua bondade e superou suas expectativas e viu como ele encorajou começos muito fracos e os ajudou a progredir. Aquele que tinha a mente de conhecer a Cristo, será conhecido deleAquele que apenas cortejou para vê-lo será admitido para conversar com ele. Note que aqueles que são fiéis em pouco serão mais confiados. E às vezes aqueles que vêm para ouvir a palavra de Cristo, como fez Zaqueu, apenas por curiosidade, além do que eles pensavam, têm suas consciências despertadas, e seus corações mudaram. Cristo o chamou pelo nome, Zaqueu, pois ele sabe que seus escolhidos pelo nome não estão em seu livro? Ele poderia perguntar, como fez Natanael ( João 1:48João 1:48 ), De onde me conheces? Mas antes que ele subisse no plátano, Cristo o viu e o conheceu. Ele pediu-lhe que se apressasse e desceu. Aqueles que Cristo chama devem descer,devem se humilhar e não pensar em subir ao céu por qualquer justiça própria, e devem apressar-se e descer, pois os atrasos são perigosos. Zaqueu não deve hesitar, mas apresse-se em saber que não é uma questão que precisa ser considerada se ele deveria receber esse hóspede em sua casa. Ele deve descer, pois Cristo pretende, neste dia, atrair sua casa e ficar uma hora ou duas com ele. Eis que ele está à porta e bate. 2. Zaqueu ficou muito feliz em ter tal honra colocada em sua casa ( Lucas 19: 6Lucas 19: 6 ): Ele se apressou, e desceu, e o recebeu com alegria e o recebeu em sua casa.foi uma indicação e sinal de tê - lo recebido em seu coração. Note, quando Cristo nos chama , devemos nos apressar em responder aos seus chamados e quando ele vem a nós , devemos recebê-lo com alegria. Levantai as vossas cabeças, ó portões. Podemos muito bem recebê-lo com alegria, trazendo todo o bem junto com ele e, quando ele toma posse da alma, abre as fontes de alegria que fluirão para a eternidade. Quantas vezes Cristo nos disse: Aberto para mim, quando nós, com o cônjuge, inventamos desculpas! Canção de Cântico de Salomão 5: 2,3. O adiantamento de Zaqueu para receber a Cristo nos envergonhará. Nós não temos agora Cristo para entreter em nossas casas, mas nós temos seus discípulos, e o que é feito para eles, ele toma como feito para si mesmo.

 

  1. A ofensa que o povo levou a esta gentil saudação entre Cristo e Zaqueu. Aqueles judeus censores de alma estreita murmuraram, dizendo que ele fora convidado para um homem que é pecador, para hamartolo andri - com um homem pecador e eles mesmos não eram homens pecadores? Não foi a missão de Cristo no mundo procurar e salvar os homens que são pecadores? Mas Zaqueu eles pensam ser um pecador acima de todos os homens que moravam em Jericó, um pecador que não era adequado para conversar. Ora, isso era muito injusto para culpar a Cristo por ir a sua casa por: 1. Embora ele fosse um publicano,e muitos dos publicanos eram homens maus, por isso não se seguiu que todos eram assim. Devemos ter o cuidado de condenar os homens no caroço, ou pela fama comum, pois no bar de Deus todo homem será julgado como ele é. 2. Embora tivesse sido um pecador, não se seguiu, portanto, que agora ele estava tão mal quanto estivera, embora soubessem que sua vida passada era ruim, que Cristo talvez soubesse que seu quadro atual era bom. Deus permite espaço para o arrependimento, e nós também devemos. 3. Embora ele fosse agora um pecador, eles não deveriam culpar a Cristo por ir a ele, porque ele não corria o risco de ser ferido por um pecador, mas com grandes esperanças.de fazer bem a um pecador para onde o médico deveria ir senão aos doentes? No entanto, veja como aquilo que é bem feito pode ser mal interpretado.

 

  1. As provas que Zaqueu deu publicamente que, embora ele fosse um pecador, ele agora era um penitente e um verdadeiro convertido, Lucas 19: 8Lucas 19: 8 . Ele não espera ser justificado por suas obras como o fariseu que se vangloriava do que havia feito, mas por suas boas obras ele, através da graça de Deus, evidencia a sinceridade de sua fé e arrependimento e aqui declara sua determinação. estava. Ele fez esta declaração de pé, para que ele pudesse ser visto e ouvido por aqueles que murmuravam a Cristo por virem à sua casa com a boca. A confissão é feita tanto de arrependimento quanto de fé. Eleficou de pé, o que denota a sua dizendo deliberadamente e com solenidade, na natureza de um voto a Deus. Ele se dirigiu a Cristo nele, não ao povo (eles não deveriam ser seus juízes), mas ao Senhor, e ele permaneceu como se estivesse em seu bar. O que fazemos é bom, devemos fazer quanto a ele , devemos apelar para ele e nos aprovar a ele, em nossa integridade, em todos os nossos bons propósitos e resoluções. Ele faz parecer que há uma mudança em seu coração (e isso é arrependimento), pois há uma mudança em seu caminho. Suas resoluções são de deveres de segunda mesa, porque Cristo, em todas as ocasiões, colocou grande ênfase nelas: e elas são as que são adequadas à sua condição e caráter, porque nelas aparecerá a verdade do nosso arrependimento.

 

  1. Zaqueu possuía um bom estado e, enquanto estivera nele, até então, arrumando um tesouro para si mesmo, e ferindo-se a si mesmo, agora resolve que, no futuro, estará voltado para Deus e fará o bem aos outros com ele. : Veja, Senhor, a metade dos meus bens eu dou aos pobres. Não, "I vai dar-lhe pela minha vontade quando eu morrer", mas, "Eu não dar-lhe agora." Provavelmente ele tinha ouvido falar do mandamento de julgamento que Cristo deu a outro homem rico para vender o que ele tinha, e dar aos pobres ( Mateus 19:21Mateus 19:21).), e como ele rompeu com Cristo sobre isso. "Mas eu também não o farei", diz Zaqueu. "Eu concordo com ele na primeira palavra, embora até agora eu tenha sido pouco caridoso com os pobres, agora eu os alivio, e dou tanto mais por ter negligenciado o dever por tanto tempo, a metade dos meus bens."Esta é uma proporção muito grande a ser separada para obras de piedade e caridade. Os judeus costumavam dizer que uma quinta parte da renda anual de um homem era muito justa para ser dada a usos piedosos, e sobre essa parte a lei dirigida, mas Zaqueu iria muito além, e daria uma metade aos pobres, o que o obrigaria a reduzir todas as suas despesas extravagantes, pois a sua contenção permitiria que ele aliviasse muitos com suas superfluidades.Se fôssemos mais temperantes e abnegados, deveríamos ser mais caridosos e, se nos contentássemos com menos nós mesmos, deveríamos ter mais para dar a eles que precisam. Isto ele menciona aqui como um fruto de seu arrependimento. ”Nota: Bem, torna-se convertido a Deus para ser caridoso com o pobre.

 

  1. Zaqueu estava consciente de si mesmo de que não tinha conseguido tudo o que tinha honestamente e de maneira justa, mas alguns por meios indiretos e ilegais, e do que havia conseguido com tais meios prometeu restituir: "Se eu tirei alguma coisa de qualquer homem por falsa acusação, ou se eu tiver ofendido qualquer homem no caminho de meus negócios como um publicano, exigindo mais do que foi designado, prometo restaurá-lo em quatro partes. "Essa foi a restituição que um ladrão deveria fazer, Êxodo 22: 1 Êxodo 22: 1Lucas 3:14 . (1.) Ele parece claramente possuir que ele tinha feito erradoseu escritório, como publicano, lhe dava a oportunidade de fazer o que era errado, impondo aos mercadores a condescendência com o governo. Os verdadeiros penitentes serão os próprios culpados não somente em geral perante Deus, mas refletirão particularmente sobre aquilo que foi sua própria iniqüidade e que, em razão de seus negócios e emprego no mundo, mais facilmente os assediaram. (2) Que ele havia cometido um erro por falsa acusação, essa foi a tentação dos publicanos, que João Batista os havia alertado particularmente, Lucas 3:14 . Eles tinham a orelha do governo, e cada coisa seria esticada em favor da receita, o que lhes dava uma oportunidade de gratificar sua vingança se eles tivessem um homem com má vontade. (3.) Ele promete restaurar quatro vezes,Tanto quanto ele poderia lembrar ou encontrar por seus livros que ele havia prejudicado qualquer homem. Ele não diz: "Se eu for processado e forçado a fazê-lo, farei restituição" (alguns são honestos quando não puderem evitar), mas ele fará isso voluntariamente: será meu próprio ato e ação. Note que aqueles que estão convencidos de terem cometido erros não podem evidenciar a sinceridade de seu arrependimento, mas fazendo a restituição. Observe, Ele não acha que dar metade do seu patrimônio aos pobres expiará o erro que ele fez. Deus odeia o roubo de holocaustos, e devemos primeiro fazer justiça e depois amar a misericórdia.Não é caridade, mas hipocrisia, dar aquilo que não é nosso e não devemos considerar que o nosso, de que não procedemos honestamente, nem o nosso, que não é assim, quando todas as nossas dívidas são pagas, e restituição feita por mal feito.

 

  1. A aprovação de Cristo e a aceitação da conversão de Zaqueu, através da qual ele também se livrou de qualquer imputação em ser hóspede com ele, Lucas 19: 9,10 .Lucas 19: 9 , 10

 

  1. Zaqueu é declarado agora um homem feliz. Agora ele está voltando do pecado para Deus, agora ele ordenou a Cristo que fosse bem-vindo à sua casa, e se tornou um homem bom, honesto e caridoso: Este dia é a salvação que vem a esta casa. Agora que ele está convertido, ele é salvo, salvo de seus pecados, da culpa deles, do poder de todos os benefícios da salvação são dele. Cristo veio à sua casa e, onde Cristo vem, ele traz salvação junto com ele. Ele é e será o Autor de salvação eterna para todos que o possuem como Zaqueu fez. No entanto isso não é tudo. A salvação neste dia chega a sua casa. (1.) Quando Zaqueu se converter, ele será, mais do que ele, uma bênção para sua casa. Ele trará os meios de graça e salvação para sua casa, pois ele é filho de Abraão de fato agora e, portanto, como Abraão, ensinará a sua casa a guardar o caminho do Senhor. Aquele que é voraz de lucro perturba a sua própria casa, e a amaldiçoa ( Habacuque 2: 9 Habacuque 2: 9 ), mas aquele que é caridoso com os pobres faz uma benevolência para com a sua própria casa, e traz uma bênção sobre ela e salvação para ela pelo menos temporal, Salmo 112: 3 Salmo 112: 3 . (2.) Quando Zaqueu é trazido para o próprio Cristo, sua famíliaAtos 16:31 Mateus 18:17também se tornam relacionados a Cristo, e seus filhos são admitidos membros de sua igreja, e assim a salvação vem a sua casa, pois ele é um filho de Abraão e , portanto, interessado na aliança de Deus com Abraão, aquela bênção de Abraão que vem sobre o publicanos, sobre os gentios, através da fé, que Deus será um Deus para eles e para seus filhos e, portanto, quando ele crer, a salvação vem à sua casa, como o carcereiro a quem foi dito: Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo e tua casa, Atos 16:31. Zaqueu é, por nascimento, filho de Abraão, mas, sendo um publicano, ele foi considerado um pagão, eles são colocados em um nível, Mateus 18:17 . E como tal os judeus eram tímidos em conversar com ele, e esperavam que Cristo fosse assim, mas ele mostra que, sendo um verdadeiro penitente, ele se tornou reto em cúria - justo no tribunal, como bom filho de Abraão como se tivesse Nunca foi um publicano, que, portanto, não deve ser mencionado contra ele.

 

  1. O que Cristo fez para torná-lo, em particular, um homem feliz, foi consonante com o grande desígnio e intenção de sua vinda ao mundo, Lucas 19:10 Lucas 19:10 . Com o mesmo argumento que ele tinha antes justificou sua conversa com os publicanos, Mateus 9:13 Mateus 9:13 . Lá ele implorou que ele viesse a chamar os pecadores ao arrependimento agora que ele veio para buscar e salvar aquilo que estava perdido, para apololos - a coisa perdida. Observe, (1) O caso deplorável dos filhos dos homens: eles foram perdidos e aqui toda a raça da humanidade é mencionada como um só corpo. Note, todo o mundo da humanidade, pela queda, tornou-se um Mateus 18:11 , 12 mundo perdido: perdido como uma cidade se perdeu quando se revoltou com os rebeldes, como um viajante se perdeu quando perdeu seu caminho em um deserto, como um homem doente é perdido quando sua doença é incurável, ou quando um prisioneiro é perdido quando a sentença é passada sobre ele. (2) O design gracioso do Filho de Deus: ele veio para buscar e salvar, para buscar a fim de salvar. Ele veio do céu para a terra (uma longa jornada), para buscar aquilo que se perdeu (que se desviou e se desviou ), e para trazê-lo de volta ( Mateus 18: 11,12 ), e para salvara que foi perdida, que estava perecendo, e de uma maneira destruída e cortada. Cristo assumiu a causa quando ela foi abandonada pelos perdidos: comprometeu-se a trazer para si aqueles que estavam perdidos para Deus e toda a bondade. Observe, Cristo veio a este mundo perdido para buscá-lo e salvá-lo. Seu desígnio era salvar, quando não havia salvação em nenhum outro. Na prossecução desse projeto, ele procurou, tomou todos os meios prováveis ​​para efetuar essa salvação. Ele procura aqueles que não valem a pena procurar ele procura aqueles que não o procuraram, e não pediram por ele, como Zaqueu aqui.

 

Versículos 11-27

O nobre e seus servos.

11 E ouvindo isto, acrescentou, e falou uma parábola, porque estava perto de Jerusalém e porque pensavam que o reino de Deus deveria aparecer imediatamente. 12Ele então disse: Certo homem nobre partiu para um país longínquo, para receber para si um reino e voltar. 13 E chamou os seus dez servos, deu-lhes dez libras e disse-lhes: Ocupai-me até que eu venha. 14Mas os seus cidadãos o odiaram e enviaram uma mensagem após ele, dizendo: Não teremos este homemreinar sobre nós. 15 E sucedeu que, quando ele retornou, tendo recebido o reino, ordenou a esses servos que lhe fossem chamados, aos quais dera o dinheiro, para que soubesse quanto ganhara todo o comércio. 16 Então veio o primeiro, dizendo: Senhor, a tua libra ganhou dez minas. 17 Disse-lhe ele: Bem, tu és um bom servo; porque foste fiel no muito pouco, tens autoridade sobre dez cidades. 18 E veio o segundo, dizendo: Senhor, a tua libra ganhou cinco libras. 19 E disse ele igualmente: Sê tu também sobre cinco cidades. 20 Veio outro, e disse: Senhor, eis aqui uma tua libação, que guardei guardada num guardanapo; 21 porque temia-te, porque és um austero homem; tomas o que não puseste, e ceifas o que não semeaste. 22 E disse-lhe, pela tua boca te julgarei, tu servo mau. Sabias que eu era um homem austero, tomando o que não deitava e ceifando que não semeei: 23Por que, pois, não possuí o meu dinheiro na margem, para que, na minha vinda, eu pudesse requerer o meu com juros? 24Disse ele aos que ali estavam: Toma-lhe a libra, e dá- lhepara aquele que tem dez libras. 25 (E disseram-lhe: Senhor, ele tem dez minas.) 26 Pois eu vos digo que a todo o que tiver, e do que não tem, isso lhe será tirado. 27 Mas os meus inimigos, que não querem que eu reine sobre eles, traze-os aqui e mata- os diante de mim.

 

Nosso Senhor Jesus está agora a caminho de Jerusalém, para sua última Páscoa, quando ele deveria sofrer e morrer agora, aqui nos é dito,

 

  1. Como as expectativas de seus amigos foram levantadas nesta ocasião: Eles pensaram que o reino de Deus apareceria imediatamente, Lucas 19:11 Lucas 19:11 . Os fariseus esperavam que desta vez ( Lucas 17:20Lucas 17:20), e parece que o mesmo aconteceu com os discípulos de Cristo, mas ambos tinham uma noção equivocada disso. Os fariseus achavam que deveria ser introduzido por algum outro príncipe ou potentado temporal. Os discípulos pensavam que o seu Mestre a apresentaria, mas com pompa e poder temporal, que, com o poder que ele tinha para fazer milagres, eles sabiam que ele poderia se vestir em pouco tempo, quando quisesse. Jerusalém, eles concluíram, deve ser a sede do seu reino e, portanto, agora que ele está indo diretamente para lá, eles não duvidam, mas em pouco tempo para vê-lo no trono de lá. Note que até mesmo os homens bons estão sujeitos a erros concernentes ao reino de Cristo, e formam noções erradas sobre isso, e estão prontos para pensar que aparecerá imediatamente o que está reservado para o futuro.

 

  1. Como suas expectativas foram verificadas, e os erros corrigidos sobre os quais eles foram fundados e isso ele faz em três coisas:

 

  1. Eles esperavam que ele deveria aparecer em sua glória agora , mas ele diz a eles que ele não deve ser publicamente instalado em seu reino por um grande tempo ainda. Ele é como um certo nobre anthropos tis eugenes - um certo homem de alto nascimento (assim Dr. Hammond), pois ele é o Senhor do céu, e tem o direito de nascer ao reino, mas ele vai para um país distante, para receber para si mesmo um reino. Cristo deve ir para o céu, sentar-se à direita do Pai e receber dele honra e glória.antes que o Espírito fosse derramado pelo qual seu reino deveria ser estabelecido na terra, e antes que uma igreja fosse estabelecida para ele no mundo gentio. Ele deve receber o reino e depois retornar. Cristo retornou quando o Espírito foi derramado, quando Jerusalém foi destruída, época em que aquela geração, tanto de amigos quanto de inimigos, com quem ele havia conversado pessoalmente, foi totalmente consumida pela morte e foi abandonar sua conta. Mas seu retorno principal aqui significa que no grande dia, do qual ainda estamos na expectativa. Aquilo que eles pensaram que apareceria imediatamente, Cristo diz a eles que não aparecerão até que este mesmo Jesus, que é levado para o céu , volte da mesma maneira, veja Atos 1:11Atos 1:11 .

 

  1. Eles esperavam que seus apóstolos e atendentes imediatos deveriam ser promovidos a dignidade e honra, que todos eles fossem feitos príncipes e pares, conselheiros a par e juizes, e que tivessem toda a pompa e preferências da corte e da cidade. Mas Cristo aqui lhes diz que, em vez disso, ele os projetou para serem homens de negócios, eles não devem esperar nenhuma outra preferência neste mundo do que a do fim de comércio da cidade, ele os estabeleceria com um estoque sob suas mãos, que eles poderiam empregá-lo, servindo a ele e ao interesse de seu reino entre os homens. Essa é a verdadeira honra de um cristão e de um ministro que, se formos como devemos ser verdadeiramente ambiciosos, nos permitirá olhar para todas as honras temporais com um santo desprezo. Os apóstolos tinham sonhadoSentado à sua direita e à sua esquerda no seu reino, desfrutando de facilidade após a sua presente labuta e honra após o presente desprezo colocado sobre eles, e estavam agradando-se com este sonho, mas Cristo lhes diz o que, se entendessem corretamente, preenchê-los com cuidado e preocupação e pensamentos sérios, em vez daqueles aspirantes com os quais encheu suas cabeças.

 

(1) Eles têm um ótimo trabalho para fazer agora. Seu Mestre os deixa, para receber seu reino, e, na despedida, ele dá a cada um deles uma libra, que a margem de nossas bíblias comuns nos diz valores em nosso dinheiro para três libras e meia coroa isto significa a mesma coisa com o talentos na parábola que é paralela a isto ( Mateus 25: 1-46 Mateus 25: 1-46 ), todos os dons com os quais os apóstolos de Cristo foram dotados, e as vantagens e capacidades que eles tinham de servir os interesses de Cristo no mundo, e outros, ambos ministros e cristãos, como eles em um grau inferior. Mas talvez seja na parábola assim representada para torná-los mais humildes a sua honra neste mundo é apenas a deAtos 1: 8 1 Coríntios 12: 7 1 Pedro 4:10comerciantes, e não de mercadores de primeira classe, que têm vastos estoques para começar, mas dos mercadores pobres, que precisam tomar muito cuidado e se esforçar para fazer qualquer coisa do que têm. Deu estas libras a seus servos, não para comprar librinhas ricas, muito menos mantos e uma esplêndida equipagem, para aparecerem, como esperavam, mas com esse encargo: Ocupem até eu vir. Ou, como poderia muito melhor ser traduzido, Comércio até que eu venha, Pragmateusasthe - esteja ocupado. Então a palavra corretamente significa. "Você é enviado para pregar o evangelho, para estabelecer uma igreja para Cristo no mundo, para levar as nações à obediência da fé e para edificá-las nela. Você receberá poder para fazer isso,porque serás cheio do Espírito Santo, " Atos 1: 8. Quando Cristo inspirou os onze discípulos, dizendo: Recebei o Espírito Santo, e ele entregou-lhes dez libras. " Agora, "diz ele," pense nos seus negócios , e fazer um negócio dele definido sobre isso a sério, e cumpri-lo. Apresentem-se para fazer todo o bem que puderem às almas dos homens e reuni-las a Cristo. ”Note, [1.] Todos os cristãos têm negócios a fazer por Cristo neste mundo, e ministros especialmente os primeiros não eram batizado, nem o último ordenado, para ser ocioso. [2] Aqueles que são chamados para negócios para Cristo, ele fornece dons necessários para seus negócios e, por outro lado, daqueles a quem ele dá poder, ele espera serviço. Ele entrega os quilos com esta carga, vai trabalhar, vai comércio. A manifestação do Espírito é dada a todo homem para aproveitar, 1 Coríntios 12: 7 . E como cada um recebeu o dom, assim o deixe ministrar o mesmo, 1 Pedro 4:10 . [3] Devemos continuar cuidando dos nossos negócios até que nosso Mestre venha, sejam quais forem as dificuldades ou oposições com as quais possamos nos encontrar, aqueles que permanecerem até o fim serão salvos.

 

(2.) Eles têm uma grande conta para fazer em breve. Esses servos são chamados a ele, para mostrar que uso fizeram dos dons com que foram dignificados, que serviço prestaram por Cristo, e que bem às almas dos homens, para que ele pudesse saber o que todo homem havia ganho negociando. Nota,

 

[1] Os que negociam com diligência e fidelidade no serviço de Cristo serão ganhadores. Nós não podemos dizer isso dos negócios do mundo, muitos comerciantes trabalhadores têm sido um perdedor, mas aqueles que negociam por Cristo serão ganhadores, apesar de Israel não ser reunido, mas eles serão gloriosos.

 

[2] A conversão de almas é a vitória de todos os convertidos verdadeiros é um ganho claro para Jesus Cristo. Ministros são apenas fatores para ele, e para ele eles devem dar conta do peixe que eles incluíram na rede evangélica, com que convidados eles prevaleceram para vir à ceia de casamento, isto é, o que eles ganharam com o comércio. Agora observe

 

Primeiro, o bom relato que foi dado por alguns dos servos e a aprovação do mestre deles. Dois desses são instanciados, Lucas 19: 16,19 . 1. Ambos tinham feito melhorias consideráveis, mas não ambos iguais um tinha ganhado dez libras por seu comércio, e outro cinco. Aqueles que são diligentes e fiéis em servir a Cristo são comumente abençoados em serem feitos bênçãos aos lugares onde vivem. Eles verão o trabalho de suas almas e não trabalharão em vão. E, no entanto, todos que são igualmente fiéis não são igualmente bem-sucedidos.Lucas 19:16 , 19 Salmo 115: 1 1 Coríntios 15:10 Romanos 15:18 Lucas 19:17 Lucas 19:19 Gênesis 4: 7 1 Timóteo 3:13 Apocalipse 2:26E talvez, embora fossem ambos fiéis, insinua-se que um deles tomou mais cuidado, aplicou-se mais de perto ao seu negócio do que ao outro e acelerou de acordo. Bem-aventurado Paulo foi certamente este servo que ganhou dez libras, o dobro do que qualquer dos outros, porque ele trabalhou mais abundantemente do que todos eles, e pregou plenamente o evangelho de Cristo. 2. Ambos reconheceram suas obrigações para com seu Mestre por lhes confiar estas habilidades e oportunidades para fazer-lhe serviço: Senhor, não é minha indústria, mas tua libra, que ganhou dez libras. Note, Deus deve ter toda a glória de todos os nossos ganhos não para nós,mas para ele, deve ser o louvor, Salmo 115: 1 . Paulo, que ganhou dez libras, reconhece: " Eu trabalhei, mas não eu. Pela graça de Deus, sou o que sou e faço o que faço e a sua graça não foi em vão " ( 1 Coríntios 15:10) . Ele não falará do que havia feito, mas do que Deus havia feito por ele, Romanos 15:18 . 3. Ambos foram elogiados por sua fidelidade e indústria: Bem feito, tu bom servo, Lucas 19:17 . E para o outro ele disse da mesma forma, Lucas 19:19 . Note, Aqueles que fazem aquilo que é bom terão louvor do mesmo. Fazer bem,e Cristo dirá a você: Bem feito: e, se ele disser Bem feito, não é grande o assunto que diz o contrário. Veja Gênesis 4: 7 . 4. Eles eram preferidos em proporção à melhora que tinham feito: " Porque foste fiel em muito pouco e não disseste : 'Como bem fica parado quando se negocia com um quilo, o que se pode fazer com tão pequeno um estoque? mas humildemente e honestamente aplique-se à melhora daquilo, tenha autoridade sobre dez cidades. ”Note, Esses estão em um caminho justo para se levantar que estão contentes em começar baixos. Aquele que usa o ofício de um diácono, compra para si mesmo um bom grau, 1 Timóteo 3:13. Duas coisas são prometidas aos apóstolos: (1.) Que quando se esforçarem para plantar muitas igrejas, terão a satisfação e honra de presidir nelas, e governando entre elas, elas terão grande respeito por elas, e terão um grande interesse no amor e estima dos bons cristãos. Aquele que guarda a figueira comerá do seu fruto; e o que trabalhar na palavra e doutrina será contado digno de dupla honra. (2.) Que, quando eles têm servido a sua geração, de acordo com a vontade de Cristo, embora eles passam por este mundo desprezado e pisoteado, e talvez passar por isso em desgraça e perseguição como os apóstolos fizeram, ainda no outro mundo eles reinarão como reis com Cristo, sentará com ele em seu trono, terá poder sobre as nações, Apocalipse 2:26 . A felicidade do céu será um avanço muito maior para um bom ministro ou cristão do que para um pobre comerciante, que com muita dificuldade eliminou dez libras, para ser governador de dez cidades. Aquele que ganhara apenas cinco libras , dominava cinco cidades. Isso sugere que existem graus de glóriano céu, todos os vasos serão igualmente cheios, mas não semelhantes . E os graus de glória existirão de acordo com os graus de utilidade aqui.

 

Em segundo lugar, O mau relato que foi dado por um deles, e a sentença passou a ele por sua indolência e infidelidade, Lucas 19:20 Lucas 19:20 , & c. 1. Ele possuiu que ele não tinha negociado com a libra com a qual ele havia sido confiado ( Lucas 19:20 ): " Senhor, eis que aqui está o teu quilo é verdade, não o fiz mais, mas também não o tenho fez menos que eu mantive com segurança guardada em um guardanapo.Lucas 19:20 Lucas 19:21 Lucas 19:22 Lucas 19:24 Lucas 19:25 Lucas 19:26"Isto representa o descuido daqueles que têm dons, mas nunca se dispõem a fazer o bem com eles. É tudo para eles se os interesses do reino de Cristo afundam ou nadam, retrocedem ou avançam por suas partes, eles não aceitam se preocupam com isso, sem dores, estar em nenhuma despesa, correr nenhum risco. Esses são os servos que estavam a sua libra em um guardanapo que pensam que o suficiente para dizer que eles têm feito nenhum dano no mundo, mas não adiantou. 2 . Ele justificou-se em sua omissão, com um apelo que fez a questão ainda pior e não melhor ( Lucas 19:21 ): tinha medo de ti, porque és homem severo, rígida e severa, anthropos austeros ei . austeroé a palavra Greed si: a afiada homem: Tu tomas o que tu não laidst para baixo. Ele pensou que seu mestre colocava uma dificuldade sobre seus servos quando ele exigia e esperava a melhoria de seus quilos, e que estava colhendo onde ele não semeou, enquanto na verdade estava colhendo onde havia semeado e, como o lavrador, esperando em proporção ao que ele tinha semeado. Ele não tinha motivos para temer a austeridade de seu mestre, nem culpar suas expectativas, mas isso era uma mera farsa, uma desculpa sem fundamento para sua ociosidade, para a qual não havia cor. Note, Os pedidos de professores preguiçosos, quando eles vierem a ser examinados, serão encontrados mais para sua vergonhado que em sua justificativa. 3. Sua desculpa é voltada contra ele: De tua própria boca te julgarei, servo mau, Lucas 19:22 . Ele será condenado por seu crime, mas auto-condenado por seu pedido. "Se tu olhasses para ela com tanta dificuldade que eu esperaria o lucro da tua troca, o que teria sido o maior lucro, contudo, se tivesses alguma consideração pelo meu interesse, tu poderias ter colocado o meu dinheiro na margem, em alguns dos fundos, que eu poderia ter, não só o meu, mas o meu com usura, que, embora menos vantajosa, teria sido algum. "Se ele não se atreveuNegocie por medo de perder o principal, e assim sendo prestado contas a seu senhor por ele, embora estivesse perdido, o que ele finge, mas isso não seria desculpa para que ele não o colocasse em interesse, onde estaria certo. Note, Quaisquer que sejam as pretensões de professores preguiçosos, em desculpa de sua indolência, a verdadeira razão disso é uma indiferença reinante aos interesses de Cristo e seu reino, e sua frieza nisso. Eles não se importam se a religião perambula ou perde a terra, então eles podem apenas viver à vontade. 4. Sua libra é tirada dele, Lucas 19:24 . É adequado que eles percam seus presentes que não usarãoeles, e que aqueles que trataram falsamente não devem mais ser confiáveis. Aqueles que não servirão ao seu Mestre com o que ele concede a eles, por que eles deveriam ser levados a servir a si mesmos com isso? Tire dele a libra. 5. É dado a ele que tinha dez libras. Quando isso foi contestado pelos espectadores, porque ele já tinha muito ( Senhor, ele tem dez libras, Lucas 19:25 ), é respondido ( Lucas 19:26 ), A todos os que tem será dado. É a regra da justiça, (1) Que aqueles que devem ter sido mais diligentes, sejam os mais encorajados e que aqueles que se propuseram mais a fazer o bem devem ter suas oportunidades de fazer o bem.ampliado e colocado em uma esfera de utilidade maior e mais extensa. Àquele que recebeu mais será dado, para que ele possa obter mais. (2) Que aqueles que têm seus dons, como se não os tivessem, que os não têm nenhum propósito, que não fazem bem a eles, deveriam ser privados deles. Para aqueles que se esforçam para aumentar a graça que possuem, Deus dará mais aqueles que a negligenciam, e a rejeitarão, não pode esperar outra coisa senão que Deus também deveria fazer isso. Este aviso necessário Cristo dá aos seus discípulos, para que, enquanto eles estavam escancarados para honras na terra, eles deveriam negligenciar seus negócios, e assim ficarem sem felicidade no céu.

 

  1. Outra coisa que eles esperavam era que, quando o reino de Deus aparecesse, o corpo da nação judaica imediatamente cairia nele, e se submeteria a ele, e todas as suas aversões a Cristo e seu evangelho desapareceriam imediatamente, mas Cristo Diz-lhes que, depois de sua partida, a generalidade deles persistiria em sua obstinação e rebelião, e seria sua ruína. Isso é mostrado aqui,

 

(1) Na mensagem que seus cidadãos enviaram depois dele, Lucas 19:14 Lucas 19:14 . Eles não somente se opuseram a ele, enquanto ele estava na obscuridade mas, quando ele foi para a glória, para investir em seu reino, então eles continuaram sua inimizade para ele, protestaram contra seu domínio, e disseram: Nós não teremos este homem para reinar sobre nós. [1] Isto foi cumprido na infidelidade prevalecente dos judeus após a ascensão de Cristo e a criação do reino do evangelho. Eles não submetiam seus pescoços ao seu jugo, nem tocavam o topo de seu cetro de ouro. Eles disseram: Vamos quebrar as suas algemas, Salmos 2: 1-3 ; Atos 4:26 . [2.] Ele fala a linguagem de todos os incrédulos que poderiam estar contentes de que Cristo deveriaSalmo 2: 1-3 Atos 4:26 salve-os, mas eles não o terão para reinar sobre eles, enquanto Cristo é um Salvador para aqueles somente para quem ele é um príncipe e que estão dispostos a obedecê-lo.

 

(2) Na sentença que lhes foi transmitida no seu retorno: Aqueles inimigos de minha mina trazem para cá, Lucas 19:27 Lucas 19:27 . Quando seus súditos fiéis são preferidos e recompensados, ele se vingará de seus inimigos e, particularmente, da nação judaica, cuja condenação é lida aqui. Quando Cristo tinha estabelecido seu reino gospel, e, assim, colocar a reputação sobre o ministério do evangelho, então ele vem para contar com os judeus, então ele é lembrado contra os que tinham particularmente negada e protestou contra o seu ofício real, quando disseram: Nós temos nenhum rei exceto Cæ sar, nem o possuiria por seu rei. Eles apelaram para Cæ sar, e para Cæ sar eles irão Cæ sar será sua ruína. Então o reino de Deus apareceu1 Tessalonicenses 2:15 , 16 Josué 10:22 , 24Quando a vingança foi tomada sobre aqueles inimigos irreconciliáveis ​​para Cristo e seu governo, eles foram trazidos e mortos diante dele. Nunca houve tanto massacre em qualquer guerra como nas guerras dos judeus. Aquela nação viveu para ver o cristianismo vitorioso no mundo gentio, apesar de sua inimizade e oposição a ele, e então foi tirado como escória. A ira de Cristo veio sobre eles ao máximo ( 1 Tessalonicenses 2: 15,16 ), e sua destruição redundou muito para a honra de Cristo e a paz da igreja. Mas isso é aplicável a todos os outros que persistemem sua infidelidade, e sem dúvida perecerá nela. Nota, [1] ruína total será, certamente, a parte de todos os inimigos de Cristo no dia da vingança todos eles serão trazidos para trás, e morto antes dele. Traga-os para cá, para ser feito um espetáculo para santos e anjos ver Josué 10: 22,24 . Traga-os para cá, para que eles possam ver a glória e felicidade de Cristo e seus seguidores, a quem eles odiaram e perseguiram. Traga-os para cá, para que seus pedidos frívolos sejam rejeitados e para receber sentenças de acordo com seus méritos. Traga-os e mate-os antes de mimcomo Agag antes de Samuel. O Salvador que eles desprezaram ficará ao lado deles e os verá mortos, e não se interporão por eles. [2] Aqueles que não terão a Cristo para reinar sobre eles serão reputados e tratados como seus inimigos. Estamos prontos para pensar que ninguém é inimigo de Cristo, mas perseguidor do cristianismo, ou escarnecedores, pelo menos, mas você vê que isso será contado para que não gostem dos termos da salvação, não se submeterão ao jugo de Cristo, mas serão seus próprios mestres. Note, quem não será governado pela graça de Cristo será inevitavelmente arruinado pela ira de Cristo.

 

Versículos 28-40

Entrada de Cristo em Jerusalém.

28 Tendo ele falado assim, foi adiante, subindo a Jerusalém. 29 E sucedeu que, chegando ele a Betfagé e Betânia, ao monte que se chama Monte das Oliveiras, enviou dois dos seus discípulos, dizendo: Ide à aldeia contra ti em que à tua entrada Achareis um jumentinho amarrado, no qual ainda ninguém se sentou: solte-o e traga -o para cá. 31 E se alguém te perguntar: Por que o desapossas ?Assim lhe direis: Porque o Senhor precisa dele. 32 E os que foram enviados foram pelo seu caminho, e acharam como ele lhes havia dito. 33 E quando soltaram o jumentinho, os seus donos lhes disseram: Por que solta o jumentinho? 34 Responderam eles: O Senhor precisa dele. 35 E eles o trouxeram a Jesus: e lançaram as suas vestes sobre o jumentinho, e puseram Jesus sobre ele. 36 E quando ele foi, eles abriram suas roupas no caminho. 37 E quando ele chegou perto, mesmo agora, na descida do Monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos começou a se alegrar e louvar a Deus em alta voz por todas as obras poderosas que tinham visto 38 Dizendo: Bendito sejao rei que vem em nome do Senhor: paz no céu e glória no mais alto. 39 E alguns dos fariseus do meio da multidão disseram-lhe: Mestre, repreende os teus discípulos. 40 E ele, respondendo, disse-lhes: Eu lhes digo que, se estes se calarem, as pedras clamarão imediatamente.

 

Nós temos aqui o mesmo relato da cavalgada de Cristo em algum tipo de triunfo (como foi) em Jerusalém, que nós tivemos antes em Mateus e Marcos, portanto, deixe-nos aqui apenas observar,

 

  1. Jesus Cristo estava à frente e disposto a sofrer e morrer por nós. Ele foi adiante, ligado no espírito, a Jerusalém, sabendo muito bem as coisas que deveriam estar lá, e ainda assim ele foi adiante, subindo a Jerusalém, Lucas 19:28Lucas 19:28 . Ele era o principal da empresa, como se desejasse estar no local, ansiava por se empenhar, entrar em campo e entrar em ação. Estaria ele tão à frente para sofrer e morrer por nós, e nos afastaremos de qualquer serviço que possamos fazer por ele?

 

  1. Não foi de modo algum inconsistente, seja com a humildade de Cristo, seja com seu atual estado de humilhação, fazer uma entrada pública em Jerusalém um pouco antes de sua morte. Assim, ele fez com que ele fosse mais atento, que a ignomínia de sua morte poderia parecer maior.

 

III Cristo tem o direito de dominar todas as criaturas e pode usá-las quando e como quiser. Nenhum homem tem uma propriedade em sua propriedade contra Cristo, mas seu título é anterior e superior. Cristo enviou para buscar um burro e seu potro de seu proprietário e berço mestrado, quando teve ocasião para o seu serviço, e pode fazê-lo, para todos os animais do bosque são dele, e os animais domésticos também.

 

  1. Cristo tem todos os corações dos homens sob seus olhos e em suas mãos. Ele podia influenciar aqueles a quem o jumentinho e o jumentinho pertenciam a consentir em levá-los embora, assim que lhes foi dito que o Senhor tinha ocasião para eles.

 

  1. Aqueles que vão nas incumbências de Cristo com certeza irão acelerar ( Lucas 19:32Lucas 19:32 ): Aqueles que foram enviados encontraram o que ele lhes disse que deveriam encontrar, e os donos dispostos a separar-se deles. É um consolo para os mensageiros de Cristo que eles tragam para o que são enviados, se é que o Senhor realmente tem ocasião para isso.

 

  1. Os discípulos de Cristo, que buscam isso para ele de outras pessoas para as quais ele tem oportunidade, e que eles não têm, não devem pensar o suficiente, mas, seja o que for que eles possam ser servido e honrado, eles devem estar prontos para servir. ele com ele. Muitos podem estar dispostos a atender a Cristo às custas de outras pessoas, que se importam em não estar sob sua responsabilidade, mas esses discípulos não apenas buscaram o jumentinho para ele, mas lançaram suas próprias vestes sobre o jumentinho, e estavam dispostos a que fossem usado para suas armadilhas.

 

VII. Os triunfos de Cristo são a questão dos louvores de seus discípulos. Quando Cristo chegou perto de Jerusalém, Deus repentinamente penetrou no coração de toda a multidão dos discípulos, não somente dos doze, mas em abundância mais, que eram discípulos em geral, para se alegrarem e louvarem a Deus ( Lucas 19:37 Lucas 19:37). ), e a expansão de suas roupas no caminho ( Lucas 19:36 ) era uma expressão comum de alegria, como na festa dos tabernáculos. Observe, 1. Qual foi o assunto ou ocasião de sua alegria e louvor? Eles louvaram a Deus por todas as obras poderosas que viram, todos os milagres que Cristo realizou, especialmente a ressurreição de Lázaro,Lucas 19:36 João 12:17 , 18 Lucas 19:38 Lucas 2:14 Jó 25: 2 o que é particularmente mencionado, João 12: 17,18 . Isso trouxe outros à mente, pois novos milagres e misericórdias devem reviver a lembrança do primeiro. 2. Como eles expressaram sua alegria e louvor ( Lucas 19:38 ): Bendito seja o rei que vem em nome do Senhor. Cristo é o rei que ele vem em nome do Senhor, vestido com uma autoridade divina, comissionado do céu para dar lei e tratar da paz. Bendito seja ele. Deixe-nos elogiá-lo, deixar Deus prosperar ele. Ele é abençoado para sempre e falaremos bem dele. Paz no céu.Deixe o Deus do céu enviar paz e sucesso ao seu empreendimento, e então haverá glória no mais alto. Ele redundará para a glória do Deus Altíssimo e os anjos, os gloriosos habitantes do mundo superior, lhe darão a glória dele. Compare este cântico dos santos na terra com o dos anjos, Lucas 2:14 . Ambos concordam em dar glória a Deus no mais alto. Lá os louvores de ambos os anjos dizem: " Na paz terrena, regozijando-se no benefício que os homens na terra têm por Cristo, os santos, dizem: Paz no céu, regozijando-se no benefício que os anjos têm por Cristo." Tal é a comunhão que temos com os santos anjos que, ao se regozijarem nopaz na terra, por isso nos regozijamos na paz no céu, na paz que Deus faz em seus lugares elevados ( Jó 25: 2 ) e em Cristo, que reconciliou todas as coisas para si mesmo, seja na terra, seja no céu.

 

VIII. Os triunfos de Cristo e os elogios alegres dos discípulos a eles são a aflição de orgulhosos fariseus, inimigos dele e de seu reino. Havia alguns fariseus entre a multidão que estavam tão longe de se juntar a eles que estavam enfurecidos com eles, e, sendo Cristo um famoso exemplo de humildade, eles pensaram que ele não admitiria tais aclamações como estes, e portanto esperava que ele deveria repreenda seus discípulos, Lucas 19:39Lucas 19:39 . Mas é a honra de Cristo que, ao desprezar o desprezo dos orgulhosos, aceita os louvores dos humildes.

 

  1. Se os homens louvam a Cristo ou não, e devem, e devem ser louvados ( Lucas 19:40Lucas 19:40 ): Se estes devem manter a paz, e não falar os louvores do reino do Messias, as pedras clamarão imediatamente, ao invés de que Cristo não deve ser louvado. Isso foi, com efeito, literalmente cumprido, quando, sobre os homens injuriando Cristo na cruz, em vez de louvá-lo, e seus próprios discípulos 'afundando em um profundo silêncio, a terra tremeu e as pedras se romperam. Fariseus silenciariam os louvores de Cristo, mas eles não podem ganhar o seu ponto de vista, pois Deus pode de pedras levantar filhos para Abraão, para que ele possa sair da boca daquelas crianças perfeito louvor.

 

Versos 41-48

A Perdição de Jerusalém Lamentou a Perdição de Jerusalém Predita.

41 E quando ele chegou perto, ele viu a cidade, e chorou por ela, 42 Dizendo, se tu sabes, tu, pelo menos neste dia, as coisas que pertencempara tua paz! mas agora eles estão escondidos de seus olhos. 43 Porque dias virão sobre ti em que os teus inimigos te cercarão de trincheiras, e te sitiarão, e te apertarão de todos os lados, e te derribarão, a ti e aos teus filhos que dentro de ti não partirão. em ti uma pedra sobre pedra outra, porque não conhecias o tempo da tua visitação. 45 E, entrando no templo, começou a expulsar os que nele vendiam; e os que lhe compraram 46 dizendo-lhes: Está escrito: A minha casa é a casa de oração, mas vós fizestes covil de ladrões. 47 E ele ensinava diariamente no templo. Mas os principais sacerdotes, os escribas e os chefes do povo procuravam destruí-lo, 48 e não conseguiam achar o que pudessem fazer; porque todo o povo estava muito atento para ouvi-lo.

 

O grande Embaixador do Céu está aqui fazendo sua entrada pública em Jerusalém, para não ser respeitado lá, mas para ser rejeitado ele sabia que ninho de víboras ele estava se jogando, e ainda vê aqui dois exemplos de seu amor àquele lugar e sua preocupação por isso.

 

  1. As lágrimas que ele derramou pela aproximação da ruína da cidade ( Lucas 19:41Lucas 19:41 ): Quando ele chegou perto, ele viu a cidade e chorou sobre ela. Provavelmente, foi quando ele estava descendo a colina do Monte das Oliveiras, onde ele tinha uma visão completa da cidade, a grande extensão dela, e as muitas estruturas imponentes nela, e seu olho afetava seu coração. e seu coração, seu olho novamente. Veja aqui,

 

  1. Que espírito terno de Cristo nós nunca lemos que ele riu, mas nós freqüentemente o encontramos em lágrimas. Nesse mesmo lugar chorou o seu pai Davi e os que estavam com ele, embora ele e eles fossem homens de guerra. Há casos em que não é menosprezo para o homem mais corpulento se derreter em lágrimas.

 

  1. Que Jesus Cristo chorou em meio aos seus triunfos, chorou quando todos à sua volta se alegraram, para mostrar quão pouco ele foi elevado com os aplausos e aclamações do povo. Assim, ele nos ensinou a nos alegrar com o tremor e como se não nos regozijássemos. Se a Providência não manchar a beleza de nossos triunfos, poderemos ver a causa manchando-a com nossas tristezas.

 

  1. Que ele chorou por Jerusalém. Note, Existem cidades para serem choradas, e nenhuma para ser mais lamentada do que Jerusalém, que tinha sido a cidade santa, e a alegria de toda a terra, se degenerada. Mas por que Cristo chorou ao ver Jerusalém? Foi porque "Ali é a cidade em que devo ser traído e amarrado, açoitado e cuspido, condenado e crucificado?" Não, ele mesmo nos dá a razão de suas lágrimas.

 

(1.) Jerusalém não melhorou o dia das oportunidades dela. Chorou e disse: Se tu sabes, pelo menos neste mesmo dia, se queres saber, enquanto o evangelho é pregado a ti, e a salvação te oferece por ele, se queres, finalmente, pensar em ti mesmo, e compreendei as coisas que pertencem à tua paz, a tua paz com Deus e a garantia do teu bem espiritual e eterno, mas não conheces o dia da tua visitação, Lucas 19:44 Lucas 19:44 . A maneira de falar é abrupta: se tu soubesses! Ó tu que tens, assim alguns tomam assim que O meu povo me ouviu, Salmos 81:13 ; Isaías 48:18Salmo 81:13 Isaías 48:18 Lucas 13: 9 . Ou, se tu sabes, bem como o da figueira, Lucas 13: 9 . Quão feliz foi por ti! Ou, "Se tu soubesses, tu terias chorado por ti mesmo, e eu não teria nenhuma ocasião para chorar por ti, mas deveria ter se alegrado mais". O que ele diz coloca toda a culpa da iminente ruína de Jerusalém sobre si mesma. Note, [1.] Há coisas que pertencem à nossa paz, que todos nós estamos interessados ​​em conhecer e compreender o modo como a paz é feita, as ofertas feitas de paz, os termos em que podemos ter o benefício da paz. As coisas que pertencem à nossa paz são aquelas que se relacionam com o nosso bem-estar presente e futuro, que devemos conhecer com aplicação. [2.] Existe umtempo de visitação, quando as coisas que pertencem à nossa paz podem ser conhecidas por nós e conhecidas por um bom propósito. Quando desfrutamos dos meios da graça em grande abundância, e temos a palavra de Deus poderosamente pregada a nós - quando o Espírito se esforça conosco, e nossas próprias consciências são surpreendidas e despertadas - então é o tempo da visitação, que nós somos em causa melhorar. [3] Com aqueles que negligenciaram por muito tempo o tempo de sua visitação, se por fim, se afinal, neste dia, seus olhos se abrem, e se julgam, tudo ficará bem ainda. Não se recusará a esses que entrarem na vinha à décima primeira hora. [4] É a incrível insensatez de multidões que desfrutam dos meios da graça, e será de conseqüência fatal para eles, que eles não melhorem o dia de suas oportunidades. As coisas da sua paz são reveladas a eles, mas não são importados ou considerados por eles, eles escondem os olhos deles, como se não valessem a pena tomar conhecimento. Eles não estão cientes do tempo aceito e do dia da salvação, e deixam-no escorregar e perecer através de mero descuido. Nenhum é tão cego quanto os que não enxergamnem têm as coisas da sua paz mais escondidas dos seus olhos do que as que lhes dão as costas. [5] O pecado e a loucura daqueles que persistem em desprezar a graça do evangelho são um grande pesar para o Senhor Jesus e devem ser assim para nós. Ele olha com lágrimas nos olhos para as almas perdidas, que continuam impenitentes e correm impetuosamente sobre sua própria ruína, ele preferia que elas se voltassem e vivessem do que continuassem e morressem, pois ele não está disposto a perecer.

 

(2) Jerusalém não pode escapar do dia da sua desolação. As coisas da sua paz estão agora escondidas de seus olhos em breve. Não apenas que depois disso o evangelho foi pregado a eles pelos apóstolos, toda a casa de Israel foi chamada a saber que Cristo era a paz deles ( Atos 2:36 Atos 2:36 ), e multidões foram convencidas e convertidas. Mas quanto ao corpo da nação e à parte principal, foram selados sob a incredulidade que Deus lhes dera o espírito de sono, Romanos 11: 8Romanos 11: 8 . Eles foram tão preconceituosos e enfurecidos contra o evangelho, e aqueles poucos que o abraçaram então, que nada menos que um milagre da graça divina (como aquele que converteu Paulo) trabalharia sobre eles e não se poderia esperar que tal milagre ser forjado, e assim eles foram justamente entregues à cegueira e dureza judicial . As coisas pacíficas não estão escondidas dos olhos de pessoas particulares, mas é tarde demais para pensar agora na nação dos judeus, como tal,tornando-se uma nação cristã, abraçando Cristo. E, portanto, eles estão marcados para a ruína, que Cristo aqui prevê e prediz, como a conseqüência certa de sua rejeição a Cristo. Note, Negligenciar a grande salvação de dez traz juízos temporais sobre um povo que o fez sobre Jerusalém em menos de quarenta anos depois disto, quando tudo o que Cristo aqui predisse foi exatamente cumprido. [1] Os romanos sitiaram a cidade, lançaram uma trincheira, cercaram-na e mantiveram seus habitantes por todos os lados. Josefo relata que Tito correu uma parede em um tempo muito curto, que cercou a cidade, e cortou todas as esperanças de escapar. [2] Eles colocaram mesmo com o chão. Tito comandou seus soldados paradesenterrar a cidade, e toda a bússola dela foi nivelada, exceto três torres ver história de Josephus das guerras dos judeus, 5. 356-360 7. 1. Não só a cidade, mas os cidadãos foram colocados mesmo com o chão ( teus filhos dentro de ti), pelas matanças cruéis que eram feitas deles: e dificilmente havia uma pedra sobre a outra. Isso foi para o Cristo crucificador porque não sabiam o dia da visitação. Deixe outras cidades e nações tomarem o aviso.

 

  1. O zelo que ele mostrou pela atual purificação do templo. Embora deva ser destruído por muito tempo, não se segue, portanto, que nenhum cuidado deva ser tomado no tempo médio.

 

  1. Cristo limpou aqueles que profanaram isto. Ele foi direto ao templo e começou a expulsar os compradores e vendedores, Lucas 19:45 Lucas 19:45 . Por meio disso (embora ele fosse representado como um inimigo do templo, e esse foi o crime colocado a seu cargo diante do sumo sacerdote) ele fez parecer que ele tinha um amor mais verdadeiro pelo templo do que aqueles que tinham tal veneração pelo templo. seu corban, seu tesouro, como algo sagrado por sua pureza, era mais sua glória do que sua riqueza. Cristo deu razão para desalojar os mercadores do templo, Lucas 19:46Lucas 19:46 . O templo é uma casa de oração, separada para a comunhão com Deus: os compradores e vendedores fizeram dela um covil de ladrõespelas barganhas fraudulentas que fizeram lá, que de modo algum deveriam ser sofridas, pois seria uma distração para aqueles que ali chegavam para orar.

 

  1. Ele colocou isto para o melhor uso que já foi posto, pois ele ensinava diariamente no templo, Lucas 19:47 Lucas 19:47 . Note que não é suficiente que as corrupções de uma igreja sejam eliminadas, mas a pregação do evangelho deve ser encorajada. Agora, quando Cristo pregou no templo, observe aqui: (1) Como rancoroso os governantes da igreja eram contra ele como diligente em procurar uma oportunidade, ou pretensão , em vez de fazê-lo um dano ( Lucas 19:47 ): O chefe os sacerdotes e escribas, e o chefe do povo, o grande sinédrio, que deveria tê-lo assistido, e convocado o povo também para atendê-lo, procuraram destruí-lo e entregá-lo à morte. (2) Quão respeitosas as pessoas comuns eram para ele. Eles eramLucas 19:47muito atento para ouvi-lo. Ele passou a maior parte do tempo no país, e não pregou no templo, mas, quando o fez, o povo lhe prestou grande respeito, compareceu em sua pregação com diligência e não deixou escapar nenhuma oportunidade de ouvi-lo, com cuidado, e não perderia uma palavra. Alguns leram, Todas as pessoas como o ouviram, tomaram sua parte e então isso vem muito apropriadamente como uma razão pela qual seus inimigos não puderam encontrar o que poderiam fazer contra ele, eles viram as pessoas prontas para voar em seus rostos se eles oferecessem ele qualquer violência. Até que chegou sua hora, seu interesse pelas pessoas comuns o protegeu, mas, quando chegou sua hora, a influência dos principais sacerdotes sobre o povo comum o entregou.

fonte Coment. Mattew Henri / www.mauricioberwald.comunidades.net