Translate this Page

Rating: 2.6/5 (279 votos)




ONLINE
1




Partilhe esta Página



 <!-- Go to www.addthis.com/dashboard to customize your tools -->
<script type="text/javascript" src="//s7.addthis.com/js/300/addthis_widget.js#pubid=ra-57f3fb36829d1888"></script>

 

 

  contadores de visitas 

 

Flag Counter


Lição conectar 2 trim 2019 livros poeticos
Lição conectar 2 trim 2019 livros poeticos

                                   

 

 

ESCOLA DOMINICAL BETEL CONECTAR - Conteúdo da Lição 1

 

CONHECENDO OS LIVROS POÉTICOS

___/ ___/ ______

 

 

Versículo do dia

"Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.", Sl 119.105

 

Para impactar

Conhecer os livros poéticos, é conhecer um pouco mais do caráter de Deus. Estes livros demonstram o quão justo, misericordioso e amoroso é o Senhor Jeová.

 

Textos de Referência.

Sl 119.105-112

 

Introdução

Neste trimestre trataremos dos 5 livros poéticos composto por Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cantares.

Os livros poéticos não são belos simplesmente pelo fato de forma poética mas, principalmente, porque trata da grandeza do Deus soberano.

 

#pontochave

“Paulo diz em sua segunda carta a Timóteo: "Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;

Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.", 2 Tm 3.16-17

 

 

  1. APRESENTANDO JÓ E SALMOS

Jó e Salmos tratam dos cuidados de Deus para com sua criação mais sublime, o homem. As circunstâncias podem ser adversas, mas o Senhor continua no controle (Jó 1.1.)

Quem escreveu o livro de Jó? A resposta é: " não se sabe", estudiosos trazem como possibilidade: Moisés, Eliú, Salomão, Esdras e o próprio Jó; são só hipóteses não comprovadas historicamente mas como Paulo diz em sua segunda carta a Timóteo: "Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;

Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.", 2 Tm 3.16-17

Este belo livro conta a história de Jó, um homem reto e temente a Deus que passa pelas maiores provações que alguém jamais possa imaginar, perde filhos, bens, saúde e é desprezado por seus amigos, porém, tudo isto não é capaz de fazer com que Jó perca sua fé no Deus Altíssimo. Ele vê tudo o que construiu desmoronar, mas sua convicção no Redentor restitui a ele tudo o que havia perdido.

 

1.1 Salmos

Salmos é o maior livro da Bíblia. Foi escrito por Davi (73 Salmos), Asafe (12 Salmos), filhos de Coré (9 Salmos), Salomão (2 Salmos), Etã, Hemã e Moisés (1 Salmo cada), sendo que quarenta e oito Salmos são anônimos.

O livro de Salmos trata, de forma poética, os mais diversos temas como o peso do pecado, sobre a misericórdia de Deus, a vinda do Messias, a importância de se louvar ao Senhor, e, principalmente, a necessidade de se guardar e vivenciar a Palavra de Deus.

"Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.

Bendito és tu, ó Senhor; ensina-me os teus estatutos.", Sl 119.11-12

 

1.2. Adorar é reconhecer

 

#pararefletireadorar  "A Bíblia fala no tom de voz do próprio Deus". Charles Spurgeon

 

  1. PROVÉRBIOS

O livro de Provérbios tem como características tratar de assuntos referentes a justos e ímpios e também à Sabedoria que vem de Deus. 

 

2.1. Conhecendo Provérbios

O livro de Provérbios foi quase todo escrito por Salomão, mas houve ajuda de Agur e do rei Lemuel nos capítulos 30 e 31, respectivamente.

Um livro que trata da essência de toda a sabedoria, mas também trata do justo e do ímpio, comparando suas decisões e suas recompensas.

Justo: "Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.", Pv 4.18Ímpio: "O caminho dos ímpios é como a escuridão; nem sabem em que tropeçam.", Pv 4.19

 

"Os livros poéticos são mais do que belas poesias, na verdade é a poderosa Palavra do Senhor..."

 

2.2. O temor do Senhor

"O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência.", Pv 9.10

Salomão trata da sabedoria como um tesouro inigualável, pois ele sabe que a verdadeira sabedoria se inicia a partir do entendimento de temermos (respeito e obediência) a Deus.

Salomão teve a oportunidade de pedir qualquer coisa ao Senhor, porém ele percebeu que nada nesta vida valor se a sabedoria de Deus não estiver sobre ele (1Cr 1.7-12).

Em Provérbio, Salomão trata da importância de se obter sabedoria vinda da parte de Deus:

"Porque o Senhor dá a sabedoria; da sua boca é que vem o conhecimento e o entendimento.", Pv 2.6

 

 

 

  1. ECLESIASTES E CANTARES

Eclesiastes e Cantares são dois livros que tratam respectivamente do tempo de Deus e do sua controle e também do amor entre o noivo e a noiva, simbolicamente isto nos leva ao amor de Cristo e a Igreja.

 

3.1. Conhecendo Eclesiastes

A autoria do livro de Eclesiastes é uma incógnita, porém o significado de Eclesiastes é "Pregador", ao qual os estudiosos atribuem ser Salomão.

O capítulo três traz a essência do livro, onde se trata do tempo determinado para todas as coisas debaixo do céu, ou seja, para o homem, para que ele aprenda que as coisas terrenas estão ligadas ao tempo, diferentemente do céu, onde tudo é atemporal, pois se trata do eterno.

 

 

3.2. Entendendo Cantares

Salomão escreveu 1005 cânticos, mas o que escreveu para a sunamita, com certeza é o que mais se destaca.

As declarações contidas neste cântico demonstram um amor intenso e verdadeiro entre os noivos.

Cristo tem um amor incondicional e puro por sua igreja. Alguns estudiosos não aceitam esta simbologia, mas Cristo a pôs em prática, amando a sua noiva, entregando-se por ela (Ef 5.24-25).

"Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu;ele apascenta entre os lírios.", Ct 6.3

 

Conclusão.

Os livros poéticos são mais do que belas poesias, na verdade é a poderosa Palavra do Senhor, que demonstra a glória de um Deus vivo e soberano e que, acima de tudo, aponta para o Cristo Todo-Poderoso.

 

#aprendeu

  1. Quem escreveu o livro de Jó?

 

  1. Quem escreveu o livro de Provérbios?

 

  1. Quantos cânticos Salomão escreveu?

 

 

ESCOLA DOMINICAL BETEL CONECTAR - Conteúdo da Lição 2

 

JÓ, FIDELIDADE EM MEIO À CRISE

___/ ___/ ______

 

 

Versículo do dia

"E disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o Senhor o deu, e o Senhor o tomou: bendito seja o nome do Senhor.", Jó 1.21

 

Para impactar

 

O primeiro livro poético trata da vida de um grande homem, que passou por momentos terrivelmente inacreditáveis, porém suportou e glorificou ao seu Senhor.

 

Textos de Referência.

Jó 1.8-20

 

Introdução

 

Nesta lição trataremos do início do livro de Jó. É muito importante entender que este livro, assim como todos os outros sessenta e cinco livros da Bíblia, apesar de ter o nome Jó, tem como centro de sua história um Redentor, ou seja, Cristo. 

 

#pontochave

“Satanás imaginou que tocando em tudo o que Jó possuía, ele blasfemaria contra Deus, porém aquilo que o inimigo não sabia era que Jó não adorava ao Senhor pelo que recebia dele, mas era abençoado por Deus, porque o adorava."

 

 

  1. SEU NOME ERA JÓ

"Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; e era este homem íntegro, reto e temente a Deus e desviava-se do mal.", Jó 1.1

 

 

1.1 Entendendo as qualidades de Jó

A Bíblia não relata a época em que Jó viveu, e nem quem foi o escritor do seu livro, mas sabemos que toda a escritura é divinamente inspirada (2 Tm 3.16-17), porém, muito mais importante do que saber em época Jó viveu, é saber aquilo que o caracterizou como um homem tão importante, e um exemplo de fé e de confiança em Deus.

Jó era um homem sincero: "pessoa que age francamente, compromissado com a verdade, que não age com dissimulação".

Jó era um homem reto: "pessoa que denota honestidade, verdadeiro, íntegro".

Jó era um homem temente a Deus: " pessoa que tem obediência, respeito à soberania de Deus".

Jó era um homem que se desviava do mal: "pessoa que se esquiva do pecado, que evita a maldade".

Este era Jó, um homem de qualidades! 

 

 

1.2. Um homem abastado

Segundo a Bíblia, Jó era um homem muito próspero:

"E o seu gado era de sete mil ovelhas, três mil camelos, quinhentas juntas de bois e quinhentas jumentas; eram também muitíssimos os servos a seu serviço, de maneira que este homem era maior do que todos os do oriente.", Jó 1.3Jó também tinha dez filhos, Jó 1.2, prova de uma vida abençoada em todos os sentidos. O livro de Jó, no entanto, revela que a maior riqueza não está no que se tem e sim em quem se confia.

 

#pararefletireadorar  "É muito improvável que Deus use uma pessoa que nunca sofreu profundamente uma dor". A. W. Tozer

 

  1. VIVENDO A PROVA

 

Quando tudo parecia bem, Jó é surpreendido por situações que deixariam qualquer pessoa desorientada, porém, ele se manteve fiel até o fim.

 

2.1. Tempo de adversidade

Quando os filhos de Deus foram se apresentar perante o Senhor, entre eles se apresentou Satanás.

"E disse o Senhor a Satanás: Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus, e que se desvia do mal.", Jó 1.8Diante do testemunho de Jó, o inimigo se levanta para desafiar sua fidelidade a Deus.

Satanás recebe permissão para tocar em tudo o que Jó possuía, e assim o faz; porém existem coisas no homem que ninguém alcança e nem toca, e uma dessas coisas se chama fé.

 

"Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos..."

 

2.2. Uma grande dor

Imagine nos dias de hoje algumas situações, como: perder todo o patrimônio que você tanto lutou para conquistar, perder um filho amado e saber que os funcionários de sua empresa foram assassinados. Imagine todas estas tragédias acontecendo no mesmo dia, pois foi exatamente o que houve com Jó, perdeu seu patrimônio, perdeu não um, mas dez filhos e seus servos foram mortos, restando apenas alguns para trazerem as mensagens de tragédias.

Muitas pessoas se desesperariam diante de uma dor como essa, mas Jó não fez assim:

"Então Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou.", Jó 1.20

 

  1. ESPERANÇA EM MEIO A CRISE

"Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos.

Se envelhecer na terra a sua raiz, e o seu tronco morrer no pó,

Ao cheiro das águas brotará, e dará ramos como uma planta.", Jó 14.7-9

 

 

3.1. Vivendo a esperança

Satanás imaginou que tocando em tudo o que Jó possuía, ele blasfemaria contra Deus, porém aquilo que o inimigo não sabia era que Jó não adorava ao Senhor pelo que recebia dEle, mas era abençoado por Deus, porque o adorava com sinceridade.

 

3.2. Fé inabalável

Quantas vezes nos momentos de crise, a primeira coisa que fazemos é murmurar contra Deus, perguntar os "porquês", coloca a culpa das nossas dificuldades em alguém e, às vezes, transferimos essa culpa para Deus, porém Jó, em meio à crise, lembrou-se de Deus como Senhor e o adorou (Jó 1.20).

"Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma.", Jó 1.22

Conclusão.

 

A história de Jó deve ser vista não como uma provação, como se Deus quisesse averiguar se Jó o adoraria em meio às dificuldades. Deus que é soberano, já sabia quem era Jó, mas Satanás não sabia o quanto um homem é capaz de suportar por amor a Deus. Ainda podemos dizer mais, nem Jó sabia o tamanho de sua resiliência diante das adversidades.

 

#aprendeu

  1. Fale sobre duas qualidades de Jó?

 

  1. Muitas pessoas se desesperariam diante de perdas tão significativas como a de Jó, porém o que ele fez?

 

  1. Diante deste sofrimento, em que momento Jó pecou?

 

ESCOLA DOMINICAL BETEL CONECTAR - Conteúdo da Lição 4

 

DO SOFRIMENTO À RESTAURAÇÃO

___/ ___/ ______

 

 

Versículo do dia

"E o Senhor virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos; e o Senhor acrescentou, em dobro, a tudo quanto Jó antes possuía.", Jó 42.10

 

Para impactar

Jó em sua história sofreu muito com suas perdas, com a insensibilidade de seus amigos e de sua esposa, porém, ele era um homem fiel, e, jamais, o Senhor deixará envergonhado um servo seu.

 

Textos de Referência.

Jó 42.1-10

 

Introdução

Jó foi um homem que fez a diferença em sua geração, não porque era um grande homem, mas porque cria num grande Deus.

Suas forças físicas, e suas emoções foram testadas a exaustão e ele foi aprovado, já que nunca abriu mão daquilo que realmente o manteve firme, a fé.

 

#pontochave

“Ele percebe que Deus está realmente com o controle de todas as coisas em suas mãos e que tudo o que passou foi para Jó provar a si mesmo o quanto era capaz de suportar a dor por amor ao seu Senhor."

 

  1. DIAS DIFÍCEIS

"Pereça o dia em que nasci, e a noite em que se disse: Foi concebido um homem!

Converta-se aquele dia em trevas; e Deus, lá de cima, não tenha cuidado dele, nem resplandeça sobre ele a luz.", Jó 3.3,4

 

1.1 Acusações e mais acusações

Se já não bastasse todo o sofrimento causado por Satanás em Jó, ele ainda precisava ser coerente em seus pensamentos e suportar toda a acusação de seus "amigos", que não tinham a menor sensibilidade para trazer uma palavra que acalentasse tudo que Jó estava sofrendo.

Jó precisou enfrentar comentários duríssimos como esse de Zofar:

"Às tuas mentiras se hão de calar os homens? E zombarás tu sem que ninguém te envergonhe?", Jó 11.3

E também Elifaz:

"A tua boca te condena, e não eu, e os teus lábios testificam contra ti.", Jó 15.6

 

1.2. A prosperidade dos ímpios

Por muitos momentos Jó ficou se defendendo das acusações que sofrera por parte de seus pseudo amigos, mas por um momento ele fala sobre a prosperidade dos ímpios, que parece que nesta terra suas casas têm paz, que a vara de Deus não está sobre eles, que seus filhos andam saltando, e que seus rebanhos se multiplicam.

Mas chega a hora em que a morte alcança a vida do ímpio e que Deus na sua ira lhe reparte dores, e que bebem do furor do Todo-Poderoso e lembra que não há esperança na morte do ímpio:

"Juntamente jazem no pó, e os vermes os cobrem.", Jó 21.26

#pararefletireadorar "Não é uma grande fé, mas uma verdadeira fé que salva". Charles Spurgeon

 

  1. DEUS MUDA TUDO

"Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã.", Sl 30.5

 

2.1. Deus ensinando Jó

Depois de tantos questionamentos dos amigos de Jó, de tantas linhas de raciocínio, Deus resolve falar com Jó, e lhe mostra sua grandeza e sabedoria.

 Com setenta perguntas retóricas Deus coloca Jó a pensar, demonstrando que Ele está no controle, e que nada passa despercebido diante dEle.

"Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência.", Jó 38.4

"A chuva porventura tem pai? Ou quem gerou as gotas do orvalho?

De que ventre procedeu o gelo? E quem gerou a geada do céu?", Jó 38.28,29

 

"É fundamental para ser vitorioso manter-se fiel e não deixar que a fé desfaleça..."

 

2.2. Da humilhação a exaltação

Jó chega a conclusão de que Deus é o Todo-Poderoso e que nenhum de seus pensamentos podem ser impedidos. Ele percebe que Deus está realmente com o controle de todas as coisas em suas mãos, e que tudo o que passou foi para provar a si mesmo o quanto era capaz de suportar a dor por amor ao seu Senhor.

E esta experiência trouxe uma aproximação maior de Jó para com Deus:

"Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te veem os meus olhos.", Jó 42.5

Quando ficamos na posição, mesmo em meio às adversidades, no momento certo, Deus mudo o rumo dos ventos sobre nossa vida e aquilo que era dor e tristeza se torna alegria e regozijo da alma.

 

  1. O TEMPO DE CANTAR CHEGOU

"Não digas: Vingar-me-ei do mal; espera pelo Senhor, e ele te livrará.", Pv 20.22

 

3.1. Amigos envergonhados

Depois de tudo o que dissera a Jó, Deus falou com Elifaz, dizendo que tanto ele como seus dois amigos não disseram do Senhor o que era reto, por isso deveriam oferecer holocausto, porém quem oraria por eles seria o próprio Jó. Então fizeram como Deus ordenara, e Jó orou por eles.

Aqueles que se levantam contra um ungido de Deus, no tempo certo terão que aceitar que nada destrói um cervo fiel, e ainda Deus os conserva em vida para assistirem a mudança do cativeiro daquele que tanto desejaram mal.

 

3.2. Deus muda o cativeiro

Deus mudou o cativeiro de Jó e tudo o que ele havia perdido, Deus restituiu o dobro de seus bens, seus dez filhos e lhe devolveu sua saúde, pois, depois dessa situação, ainda viveu Jó cento e quarenta anos.

Muitas vezes nossa fé é colocada em prova, porém o segredo é permanecer fiel àquilo que realmente importa: a Palavra de Deus, e também ter fé de que dias melhores virão, pois afinal de contas servimos ao Único e Poderoso Deus.

"Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.", Is 40.31

 

Conclusão.

O livro de Jó é a demonstração clara de que as convicções de um servo de Deus não devem ser mudadas diante das circunstâncias. É fundamental para ser vitorioso manter-se fiel e não deixar que a fé desfaleça, pois no tempo determinado por Deus o cativeiro muda e nome do Senhor é exaltado.

 

#aprendeu

  1. O que acontece quando a morte chega para o ímpio?

 

  1. Qual a conclusão a que Jó chega?

 

  1. Com qual dos amigos de Jó, Deus falou?

 

 

 

 

ESCOLA DOMINICAL BETEL CONECTAR - Conteúdo da Lição 5

 

CONHECENDO O LIVRO DE SALMOS

___/ ___/ ______

 

 

Versículo do dia

"O caminho de Deus é perfeito; a palavra do Senhor é provada; é um escudo para todos os que nele confiam.", Sl 18.30

 

Para impactar

O livro de Salmos é mais do que um compêndio de poesias, nele contém ensinamentos, instruções, louvores e orações, que trazem como essência o próprio Deus.

 

Textos de Referência.

Sl 19.7-11

 

Introdução

O livro de Salmos assim como os outros sessenta e cinco livros da Bíblia, trata essencialmente de Deus como o Todo-Poderoso, e apontam o trabalho salvífico do Messias pela humanidade, mas também trata de assuntos extremamente relevantes para a nossa vida cotidiana.

 

#pontochave

“Muitos colocam sua esperança no Presidente da República, no Congresso Nacional, nas ONGs, nas religiões, porém só não nos decepcionaremos se colocarmos nossa esperança em Deus".

 

  1. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE OS SALMOS

A palavra Salmos se origina do grego "PSALMUS" que deriva do latim PSALMÓS, cujo significado é: canção acompanhada pela harpa, no hebraico Salmos é usado como mizmor (musical) tehilim (louvores).

 

1.1 Mensagens dos Salmos

O livro de Salmos trata do relacionamento entre o Deus de Israel e o seu povo, além de trazer nos belos versos a misericórdia do Senhor, o juízo, a obediência, a recompensa, a Glória de Deus e o preço da impiedade.

Os Salmos se tornaram um manual para o cristão, já que, ao mesmo tempo em que foi escrito por homens, sendo a maioria escrito por Davi (73 Salmos), foi totalmente inspirado pelo próprio Deus.

"Em Deus louvarei a sua palavra; no Senhor louvarei a sua palavra.", Sl 56.10

 

1.2. Divisão e conteúdo

Salmos messiânicos - revelam, em suas passagens, a Jesus como profeta, rei e sacerdote:

"Pois não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção.", Sl 16.10Salmos proféticos - tratam de acontecimentos futuros:

"Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre os gentios; serei exaltado sobre a terra.", Sl 46.10Salmos confessionais - tratam de arrependimento:

"Tem misericórdia de mim, Senhor, porque sou fraco; sara-me, Senhor, porque os meus ossos estão perturbados.", Sl 6.2

 

#pararefletireadorar

"Deus não se curvou à nossa pressa nervosa, nem adotou os métodos de nossa era imediatista. O homem que deseja conhecer a Deus precisa dedicar-lhe tempo muito tempo".

 

 

  1. UM MANUAL DE INSTRUÇÕES

"Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.", 2 Tm 3.16-17

 

 

2.1. A grandeza de Deus

Dentre tantas situações e instruções que os Salmos apresentam, poderíamos dizer que esta informação é fundamental e imprescindível para toda a humanidade, saber quem é Deus.

Os salmistas foram felizes na forma como definiram Deus:

"A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é cheia de majestade.", Sl 29.4

"Porque o Senhor Altíssimo é tremendo, e Rei grande sobre toda a terra.", Sl 47.2

"Grande é o nosso Senhor, e de grande poder; o seu entendimento é infinito.", Sl 147.5

 

"O livro de Salmos é um manual de instruções maravilhoso e de sabedoria sobrenatural..."

 

2.2. Confiança em Deus

O livro de Salmos também é conhecido pela forma com que os escritores confiavam como aquele que não há impossíveis em suas mãos. No único e inerrante manual de instruções do cristão, chamado Bíblia, ela nos instrui a viver uma vida de confiança, ou seja, de fé no Deus Todo-Poderoso.

Vejamos o que este livro tão maravilhoso tem a dizer sobre a confiança em Deus:

"Porém alegrem-se todos os que confiam em ti; exultem eternamente, porquanto tu os defendes; e em ti se gloriem os que amam o teu nome.", Sl 5.11

"Faze maravilhosas as tuas beneficências, ó tu que livras aqueles que em ti confiam dos que se levantam contra a tua destra.",Sl 17.7

 

  1. ESPERANÇA PARA SEUS SERVOS

"A Palavra nos manterá retos na opinião, confortáveis no espírito, santos na conversão e esperançosos na expectativa". Charles Spurgeon

 

3.1. Há esperança

Vivemos dias difíceis, e temos esperança que as coisas vão melhorar, o grande problema é que canalizamos nossa esperança em lugares, pessoas e situações.

 

Muitos colocam sua esperança no Presidente da República, no Congresso Nacional, nas ONGs, nas religiões, porém só não nos decepcionaremos se colocarmos nossa esperança em Deus.

"Agora, pois, Senhor, que espero eu? A minha esperança está em ti.", Sl 39.7

 

"Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, e cuja esperança está posta no Senhor seu Deus.", Sl 146.5

 

3.2. O melhor está por vir

Devemos colocar nossa esperança nas promessas do Senhor, pois o que Ele tem preparado para os seus é infinitamente melhor do que qualquer coisa que possamos imaginar. Davi escreveu sobre esta esperança de poder estar com o Senhor e servir a Ele eternamente.

"Os meus olhos estarão sobre os fiéis da terra, para que se assentem comigo; o que anda num caminho reto, esse me servirá.", Sl 101.6

 

Conclusão.

O livro de Salmos é um manual de instruções maravilhoso e de sabedoria sobrenatural, pois os homens que escreveram este livro foram totalmente inspirados por Deus, para trazer conhecimento e aproximação do ser humano para com seu Criador.

 

#aprendeu

  1. De onde se origina a palavra Salmos?

 

  1. Como podemos classificar os Salmos?

 

  1. Em quem devemos colocar nossa esperança?